Arquivo da tag: Fernando de Noronha

Marinha do Brasil resgata nove tripulantes de naufrágio

whatsapp-image-2019-06-14-at-11.28.04

O Navio-patrulha Guaíba, sediado na Base Naval de Natal, resgatou na madrugada desta sexta-feira, 14, nove tripulantes da embarcação Navegantes, que naufragou a 80 milhas da costa paraibana. O Navegantes saiu do Porto do Recife, com dez tripulantes a bordo, fazendo o transporte de mercadorias para o arquipélago de Fernando de Noronha, quando foi surpreendido pelo mau tempo,  que castiga o litoral do Nordeste há mais de 48 horas, e emborcou. Um tripulante está desaparecido e a Marinha do Brasil enviou o Navio-patrulha Macau para vasculhar a área. Segundo o comandante do Navegantes, o tripulante desaparecido foi o último a pular do barco e quando o fez, a balsa salva-vidas, em que eles estavam, já estava distante e eles não conseguiram alcançá-lo. Fonte G1/RN  

REFENO 2019 já tem data

49628811_2199493073608953_8326815476583759872_nO Cabanga Iate Clube de Pernambuco cravou a data 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, para a largada da 31ª REFENO – Regata Recife-Fernando de Noronha, uma das regatas mais desejadas do iatismo brasileiro. Aqueles que pretendem colocar o barco na raia é bom ficar antenado na data de 1º de fevereiro, dia que serão abertas as inscrições. – Outubro? – Sim, por quê? – Nada não! – Beleza!

Swell em Noronha entra para a história da Refeno

ondas-porto-outrubro-2Como previu a rapaziada do CPTEC/INPE e divulguei na postagem De olho no vento e no mar para a Refeno 2018, o bicho pegou na ancoragem do Porto de Santo Antônio, na ilha maravilha de Fernando de Noronha, com um swell temporão que mexeu com tudo e com todos. As ondas, para alegria dos surfistas e tristeza das empresas que trabalham com turismo,  chegaram a mais de 3 metros de altura. Segundo o CPTEC, a partir de amanha, 02/10, o paraíso volta a ser completo. – E o que é swell? – São ondas ininterruptas que se formam em alto mar, devido a tempestades ou outras perturbações meteorológicas, e se propagam por longas distâncias.

Peixe raro é pescado em Noronha

peixe-ze-maria-2O Lamprogrammus brunswigi, espécie que habita as profundezas abissais dos oceanos, no meio científico é tido como um peixe raro, porém, um exemplar do feioso resolveu bisbilhotar o mar da ilha maravilha de Fernando de Noronha, e ficou tão embasbacado com as belezas naturais e com o requebrar das “peixas noronhense”, que quando deu por fé, havia metido a bocarra em um anzol, que estava por ali como quem não quer nada, e C’est fini.  O pescador da raridade foi o Zé Maria, proprietário de uma das mais famosas pousadas da Ilha, que depois dos devidos retratos para a posteridade, colocou o “troféu” em um freezer e prometeu entregar aos pesquisadores para os devidos estudos. O peixe capturado pelo Zé Maria mede um metro de comprimento e pesa dez quilos. Sei não, mas em se tratando de Noronha, essa pescaria ainda vai dar o que falar.    

Velejador faz casamento surpresa em Fernando de Noronha

casamento_velejador_

Muitos sonham em casar no mar, ou diante dele, e ter a relação sacramentada pelo comandante de um barco, que tem o poder para realizar um casamento quando uma embarcação deixa o porto até o retorno. Para isso o ato tem que ser registrado no diário de bordo e depois, ao chegar ao continente, oficializado por um juiz de paz. Foi assim que um tripulante do veleiro Lexus, participante da Refeno 2015, selou a união com a companheira. O noivo foi velejador José Eduardo Ornelas Priante, que preparou uma surpresa para a noiva Bianca Santos – que chegou a Fernando de Noronha de avião –,com o apoio da tripulação e do comandante do Lexus, Luís Gustavo Crescenzo. Desejamos muita paz e harmonia aos noivos. Fonte: G1 viver noronha.

Veleiro holandês apreendido com drogas em Fernando de Noronha

NORONHA

A Ilha de Fernando de Noronha foi palco no último final de semana, 02/08, de uma operação internacional, comandada pela Marinha do Brasil e Polícia Federal, de combate ao tráfico de drogas. O veleiro Rody, de bandeira holandesa, comandado pelo holandês Raymond Knobbe, 48 anos, que estava sendo monitorado pela Agência Nacional de Crimes da Grã-Bretanha (NCA), foi localizado ainda em alto mar pelo Navio Patrulha Macau e orientado para seguir para o Porto de Santo Antônio, na Ilha. Na revista a bordo, foram encontrados 11,5 quilos de cocaína escondida em um compartimento na popa. Agora o holandês vai pagar pelo crime, e os pecados, em uma prisão pernambucana. Infelizmente o mar do Brasil há muito faz parte da rota internacional do tráfico e cada vez mais veleiros são utilizados para esse fim.

Notícias da XXVII Refeno

MARCA NORONHA 2015O Cabanga Iate Clube de Pernambuco, lançou o Segundo Aviso de Regatas da XXVII Refeno, que larga dia 26 de Setembro do Marco Zero no Porto de Recife. A Refeno – Regata Recife/Fernando de Noronha, é uma das mais charmosas e instigantes prova do iatismo brasileiro e para esse ano 32 barcos já garantiram presença. Seguindo o que foi anunciado na edição passada pela coordenação da prova e Marinha do Brasil, as exigências estão mais extensas. Para quem pretende participar da prova é aconselhável ler com muita atenção o edital.

11. EXIGÊNCIAS DA MARINHA

11.1. Por se tratar de uma regata oceânica, todos os barcos devem estar de acordo com as exigências da Marinha do Brasil. Só serão aceitas embarcações classificadas como Mar Aberto. Solicitamos aos comandantes participantes observarem com a máxima atenção as exigências da NORMAM 03. (www.dpc.mar.mil.br ou www.mar.mil.br). 11.2. Estarão disponíveis em breve, no link Quadro de Avisos » Exigências, no site www.refeno.com.br, a lista de equipamentos e medicamentos exigidos pela Marinha do Brasil, bem como as flexibilizações e as exigências adotadas pela Capitania dos Portos de Pernambuco.

11.3. O nome da embarcação deverá estar pintado nas boias, coletes, pirotécnicos, botes e extintores.

11.4. Será exigida de todos os participantes a Licença de Estação Navio emitida pela ANATEL.

11.5. O seguinte tópico referente ao previsto no item 0437 da NORMAM 03/DPC está pendente de flexibilização pela Marinha do Brasil para as embarcações participantes da REFENO, classificadas para navegação Mar aberto, exclusivamente quando navegando acompanhadas por navio da Marinha do Brasil (MB), inclusive no regresso de Fernando de Noronha para o continente:

11.5.1. Rádio SSB desde que possua dois rádios VHF conforme 12.6.2.

11.6. Apesar da flexibilização acima, os itens a seguir serão exigidos para todos os barcos participantes:

11.6.1. Obrigatoriamente, cada embarcação deverá portar 02 aparelhos GPS, em condições de funcionamento.

11.6.2. Além do rádio VHF fixo será exigido a cada embarcação portar 01 VHF portátil, a prova d´água ou portar um case impermeável e em perfeitas condições de funcionamento.

11.6.3. Todas as embarcações deverão portar as seguintes cartas náuticas: 22000 (Atol das Rocas e Arquipélago Fernando de Noronha), 22100 (Do Cabo Calcanhar a Cabedelo), 22200 (De Cabedelo a Maceió), 21030 (De Fortaleza a Natal) e 52 (proximidades arquipélago Fernando de Noronha).

11.6.4. Será obrigatório a utilização dos coletes Classe I de acordo com a Normam 3/DPC.

11.6.5. Todas as embarcações deverão portar um equipamento EPIRB com seu certificado a bordo, devidamente registrado pela ANATEL.​