Arquivo da tag: polícia federal

A carne é fraca, seu delegado

9 Setembro (102)

Assunto é o que não falta quando sento para escrever, até porque, basta passar a vista no movimento das ruas, para vislumbrar variados motivos para um texto. E quando estou diante do mar, aí é que a cabeça se dana a produzir letrinhas. Contudo, hoje estou a olhar há um bom para essa telinha branca é não consigo pensar em outra coisa, senão, na bandalheira dos frigoríficos brasileiros e na nossa cara lavada de aceitação para toda essa maré de lama que escorre a céu aberto por todos os recantos. Não existe lei, juiz, polícia, delegado, forças armadas, padre, bispo e nem mula sem cabeça que meta medo na turma da tungada e os caras a cada dia se esmeram mais e na maior cara de pau. O que danado estão fazendo com esse país, gente? Já não bastasse a operação Lava Jato botando terror em um mundo que nós mortais não alcançamos, agora vem a operação Carne Fraca botando a gente de mala e cuia no meio da desgraça e no papel de ator principal. Quer saber: Abra a sua geladeira e veja o que tem lá dentro. Se pelo menos dez por cento de tudo o que foi divulgado for verdade, os envolvidos já merecem prisão perpetua, isso porque não temos fuzilamento, e as empresas lacradas sumariamente. O ditado ensina que não se passa a mão na cabeça de bandido. Faz algum tempo que estou fora do mercado comercial, mas pelo pouco que ainda lembro, a operação Carne Fraca é uma bomba de poder destruidor incalculável. Vai ser difícil aceder a churrasqueira sem antes questionar a procedência da carne, mas se for do matadouro do fundo da rua é de primeira e garantida.   

Catamarã faz água e explode no mar de Pernambuco

embarcação

Uma embarcação que participou da Refeno 2015 – Regata Recife/Fernando de Noronha, foi interceptada, numa operação conjunta da Marinha do Brasil e Polícia Federal, próximo a ilha de Fernando de Noronha dia 18/10 enquanto navegava no rumo do continente africano. Segundo matéria publicada no site do Jornal do Commercio, o catamarã River Baby, modelo Fountaine Pajot 44, foi vistoriado, revistado e algumas alterações na estrutura do casco chamaram atenção dos militares, mas nada foi encontrado. Os militares resolveram levar a embarcação para o porto do Recife e foi aí que a história ficou esquisita: Quando navegava em direção ao continente, escoltado pelo Navio-Patrulha Graúna, o River Baby começou a fazer água, pegou fogo e explodiu. Os tripulantes foram resgatados e, ao chegarem ao continente, foram encaminhado a um hospital. Depois de medicados receberam voz de prisão, sob acusação de “Causar incêndio em embarcação, expondo perigo a vida e a integridade física de outrem”. A Polícia Federal trabalha com a hipótese de tráfico internacional de drogas e ainda essa semana a Marinha tentará resgatar a embarcação.

Veleiro holandês apreendido com drogas em Fernando de Noronha

NORONHA

A Ilha de Fernando de Noronha foi palco no último final de semana, 02/08, de uma operação internacional, comandada pela Marinha do Brasil e Polícia Federal, de combate ao tráfico de drogas. O veleiro Rody, de bandeira holandesa, comandado pelo holandês Raymond Knobbe, 48 anos, que estava sendo monitorado pela Agência Nacional de Crimes da Grã-Bretanha (NCA), foi localizado ainda em alto mar pelo Navio Patrulha Macau e orientado para seguir para o Porto de Santo Antônio, na Ilha. Na revista a bordo, foram encontrados 11,5 quilos de cocaína escondida em um compartimento na popa. Agora o holandês vai pagar pelo crime, e os pecados, em uma prisão pernambucana. Infelizmente o mar do Brasil há muito faz parte da rota internacional do tráfico e cada vez mais veleiros são utilizados para esse fim.