Arquivo do mês: novembro 2012

Bons ventos ao Aya

partida do Aya (4)

Mais um veleiro brasileiro parte de Natal/RN rumo ao Caribe para um ano de navegadas pelo mares do mundo. Dessa vez foi o veleiro Aya que soltou as amarras hoje, 30/11, levando a bordo o comandante Tadeu, João e Ricardinho. Desejamos bons ventos e mares tranquilos ao Aya e seus tripulantes.

Anúncios

Informação sobre astronomia – II

O bom de toda discussão é quando temos gente com conhecimentos a colaborar e esclarecer as dúvidas, mas tudo dentro dos princípios da ética e respeito que sempre deve prevalecer sobre os homens. Nada de subterfúgios, desfaçatez ou coisas fugidias. Foi justamente com os bons princípios que regem os homens de valor que o amigo, velejador e geólogo da melhor cepa, Joaquim das Virgens, fez o comentário, que reproduzo abaixo, fazendo uma importante correção na informação de Airton Viegas sobre astronomia, que por sinal, agradeceu e deu os parabéns a Joaquim.

Airton, na verdade a Lua percorre o arco de 0,5´, equivalente ao seu diâmetro aparente em uma hora (aproximadamente). então, segundo o almanaque náutico 2012, a efeméride da Ocultação de Júpiter só foi visto da Bahia pra baixo. Em Natal a lua passou raspando o planeta mas não o ocultou. O fenômeno teve inicio por volta das 20:00 e terminou por volta de 21:00 hora local. Mas para a felicidade geral da nação Iateclubense, dia 25/12/2012 Dia de Natal, o firmamento nos presenteará com uma ocultação TOTAL de Júpiter pela Lua, iniciando por volta de 20:00 hora local.

Informação sobre astronomia

Ontem a noite, 28/11, estávamos reunidos no Iate Clube do Natal, para o encontro semanal de velejadores, e surgiu vários comentários sobre uma estrela que aparecia abaixo da Lua. Airton Viegas comentou que aquela estrela era um planeta externo e por isso estávamos conseguindo visualizar naquele momento. Como Airton e defensor da frase prego batido e ponta virada, além de ter excelentes conhecimentos em navegação astronômica, foi pesquisar e hoje enviou a confirmação do que tinha dito.

Pessoal
Quem observou a lua cheia ontem a noite viu o que parecia uma estrelinha bem junto do disco lunar…..
Conforme eu disse ontem para alguns amigos:
Não é uma estrela, é um planeta, e um planeta externo.
Trata-se de Júpiter que dia 29, ou seja hoje, estará totalmente alinhado com a lua, ocorrendo então a ocultação, ou seja, ele ficará atrás da lua e não será visível.
Então quem viu ontem, viu, quem não viu…só verá depois de amanhã quando o alinhamento se desfizer.
abraço
Airton

Um passeio diferente

passeio frederico e suelen (2)passeio frederico e suelen (4)passeio frederico e suelen (5)passeio frederico e suelen (6)

Frederico é filho do amigo Mauricio Antunes, um dos nossos tripulantes na Refeno 2012, e estava em Natal com a esposa Suelen, em lua de mel, e um dos passeios escolhidos por eles foi uma velejada a bordo do Avoante pelas águas do Rio Potengi, conhecendo a Cidade do Sol de um ângulo bem diferente dos tradicionais passeios turísticos. No final, ancoramos próximo a Fortaleza dos Reis Magos, para um delicioso banho de mar, enquanto Lucia preparava uma saborosa Massa ao Molho Carbonara. Frederico não conteve a alegria em estar ancorado naquela paisagem fascinante e falou: “Quando os amigos me perguntarem se eu fui ao Forte dos Reis Magos e atravessei a Ponte Newton Navarro, vou responder que fiz melhor: Almocei em um veleiro ancorado ao lado dos dois…” Um grande abraço e felicidades ao jovem casal.

Coisa bonita de ver

cavalo marinho (2)

Faz tempo que venho dizendo que o Rio Potengi está muito mais limpo do que em outros tempos, apesar da cidade lhe virar as costa despejando toneladas de esgoto em suas águas. No Potengi é muito fácil observar botos nadando despreocupados e cardumes de taínhas fazendo a festa de peixes maiores. Ontem registrei esse Cavalo Marinho nas pedras do Iate Clube do Natal.

Seguindo o rumo dos ventos

despedida do sobá (4)despedida do leoa (5)despedida do bar a vento (16)

É sempre assim, quando a gente vai se acostumando com a presença dos amigos os ventos o levam embora. Mas o que nos conforta, é saber que qualquer dia nos encontraremos em alguns porto por esse mundão de mar e reviveremos todos os momentos de alegria e diversão que um dia ficou para trás. Assim é a vida da grande familia de velejadores de cruzeiro. Um mundo sem fronteiras e sem bandeiras. Vão com Deus amigos!

Uma caranguejada de primeira

carangueijada (2)carangueijada (3)carangueijada (4)carangueijada (5)

Certa manhã de Sábado recebemos um telefonema do amigo Flávio Alcides, dizendo que iria ao clube nos entregar um presente. Era nada mais, nada menos do que três cordas de caranguejo que degustamos com essa turma animada e acompanhada com uma cachaça da melhor cepa paraibana. O sul africano Alisthe, do veleiro Baltic Sun, já estava com o veleiro no píer, com o motor ligado, e com a tripulação esperando a bordo, mas caiu na besteira, ou sabedoria, de ir se despedir mais uma vez da turma. O resultado foi que: forçado a sair do píer para a atracagem de outro barco, ancorou novamente e retornou para somente ir embora quando a panela de caranguejo acabou. Somente para registrar, a cachaça não deu nem para meia missa.