Arquivo da tag: aviso aos navegantes

Aviso aos navegantes

pepirb-rescueUm comunicado da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, datado de 21 de março de 2017, é mais um retrato do velho jeitinho brasileiro de fazer valer as coisas. No Fax 022/20.2, endereçado a Comunidade Marítima, a autoridade naval alerta que grande parte dos sinais emitidos  por EPIRBRadiobaliza Indicadora de Posição de Emergência por Satélite, causam transtornos ao Centro de Controle, porque os equipamentos não estão devidamente registrados, o que dificulta o regaste. O EPIRB quando registrado no órgão competente, ao emitir um sinal de socorro, indica, além da posição, dados da embarcação, do proprietário e outras informações para boa condução da missão. – Aí, quando a Fiscalização Naval mete a caneta a choradeira é grande. Se liga comandante!

É verão, é chuva, é o show da natureza!

P_20161221_171310

O Verão, estação de cores e alegria teve início, oficialmente no Brasil, às 07h44min desse dia 21/12, mas o sertanejo olha para o céu e se anima como se inverno fosse, porque trovões e nuvens carregadas trazem a velha esperança de dias melhores para o Nordeste sofrido com mais de cinco anos de uma seca violentíssima. Hoje, na beira do mar do litoral norte do Rio Grande do Norte, escutei gritos de vivas e vi o sorriso estampado no rosto da população. A noite promete ser de chuva e as plantinhas de meu quintal dançam faceiras na espera do bem maior da vida que é a água de uma boa chuvarada durante a madrugada. Que venha esse Verão mais querido, mas que venha com muita chuva para a festança ser mais animada e mesas fartas.

mapserv Os satélites do Cptec/INPE mostram muitas nuvens sobre o Brasil e principalmente sobre as regiões Norte e Nordeste. Os homens das previsões meteorológicas anunciam, e a Marinha do Brasil já deu o alerta, para situação de mar de ressaca entre o Rio Grande do Norte e Amazonas, com ondas que podem chegar aos 3 metros na data de hoje, 21/12, porém, o aviso deverá ser renovado por mais uns dias. Viva o Verão! Viva a chuva sobre o Nordeste!  

Aviso aos navegantes – Embarcação encontrada

15319132_1692942251015781_539674043332211832_nFelizmente o desaparecimento do catamarã Dom Diego, no litoral entre a Bahia e o Rio de Janeiro, não passou de um susto, e envolveu o Salvamar Brasil em uma grande operação de resgate. Um avião da FAB localizou o catamarã na costa baiana e acionou uma lancha, que estava nas proximidades, para fazer a aproximação, verificar a situação dos passageiros, da embarcação e possivelmente proceder o reboque, o que foi feito. Segundo relatos do proprietário do catamarã Dom Diego, nas redes sociais, o mar e o vento contrario estavam muito fortes na altura do litoral sua da Bahia o que criou dificuldades para que continuassem avançado. Como ainda faltavam 140 milhas náuticas para Vitória/ES, decidiram voltar para Salvador/BA, porque o motor havia entrado em pane e as baterias descarregaram. Sem comunicação e sem motor fizeram o caminho de volta, porém, o vento abrandou e ficaram praticamente boiando em meio ao oceano. Mas a situação da tripulação e de navegabilidade estava tranquila.   

Nota

Acabo de receber a informação que o catamarã alagoano Dom Diego, que estava desaparecido no mar entre a Bahia e Rio de Janeiro, com dois tripulantes a bordo, um deles, meu caro amigo Roberto Buenos Ayres, um velejador arretado que … Continuar lendo

Aviso aos navegantes – Embarcação desaparecida

15319132_1692942251015781_539674043332211832_n

 A flotilha alagoana de vela de oceano informa que um de seus maiores nomes, o velejador Roberto Buenos Ayres, está desaparecido no mar. Roberto, um grande amigo, estava a bordo do catamarã Dom Diego, na imagem, e o último contato foi quando deixava a Barra de Salvador, às 19 horas do dia 23/11, informando que pretendia fazer uma escala em Vitória/ES antes de rumar para o Rio de Janeiro. Quem tiver alguma informação ligar para o Plinius Buenos Ayres, Cel.82 98849 6950 .

Ei, o que está havendo com o clima?

1149068e3caef7defb906e8ca9a2e2d2

Hoje, 04/11, sentado embaixo da varandinha de minha cabaninha de praia, notei que o clima mudou e a temperatura subiu uns grauzinhos a mais em relação a dois dias atrás, porque o mormaço, trazido pelos fortes ventos que desde agosto castigam litoral acima de Natal/RN, estava de cozinhar juízo. Aliás, meu amigo Pedrinho de Neném Correia, cabra bom de pesca e mar, veio prosear comigo justamente sobre essa ventania doida que anda assolando tudo por essas bandas de litoral. Segundo ele, esse largaião já deveria ter tomado rumo, que era para limpar a água e o pescador poder aproveitar o final da pesca da lagosta. Quando Pedrinho se foi, fui pesquisar na internet um pouco mais sobre essa situação anormal e me apeguei com uma análise do Climatempo, publicado no site Terra, que fala o motivo desse clima amalucado de primavera no Brasil. No mar a coisa anda tão alarmante que a Marinha do Brasil não para de renovar avisos e mais avisos aos navegantes, onde são anunciadas ondas de até três metros de altura e ventos que chegam fácil os 25 nós. Os cientistas botam toda a culpa na La Niña, que mesmo fraca, faz com que as frentes frias avancem sem maiores dificuldades pela América do Sul. Click no link grifado e saiba mais.   

Aviso aos navegantes

anima_alturaE a previsões climáticas no planetinha Terra continuam assustando e a costa brasileira deve enfrentar no decorrer dessa semana mais uma ressaca de dar dor de cabeça nos habitantes das cidades litorâneas e aos navegantes. Tudo causa de dois ciclones extratropical, um no Atlântico Norte, que causará um forte swell no litoral do nordeste e outro entre o Uruguai e Rio Grande do Sul, que provocará ondas acima de 5 metros entre o sul e o sudeste. A Marinha do Brasil já emitiu alerta geral. Veja abaixo o que diz os avisos do Cptec/Inpe.

Para o Nordeste:

Swell do Atlântico Norte deverá atingir Nordeste Brasileiro nesta quinta-feira (27/10)
Situação meteorológica:
Nos últimos dias um ciclone extratropical se intensificou sobre o Atlântico Norte em latitudes acima de 50N. Extensas pistas com ventos acima de 20 m/s soprando em direções entre sul e oeste o acompanharam durante um período superior a 2 dias deixando a superfície do mar muito agitada.
Ondas para o nordeste brasileiro
Os nossos modelos numéricos de agitação marítima mostram ondas com períodos superiores a 15 segundos se propagando em direção sul, geradas por este ciclone, que deverão atingir o litoral norte dos estados do Rio Grande do Norte, Ceara, Piauí, e Maranhão a partir da manhã de quinta-feira (27/10), permanecendo durante o dia seguinte (28/10), e parte do sábado (29/10). Os modelos mostram ondas com altura significativa acima de 3 metros em mar aberto e próximo ao litoral, e períodos acima de 16s. Ondas com grande período quando atingem regiões costeiras tendem a apresentar maiores  alturas significativas quando se propagam em regiões rasas devido ao efeito do empinamento. Na linha costeira dos estados mencionados, este evento poderá apresentar altura significativa acima de 5 m com grande perigo para varias atividades.
Elaborado por Valdir Innocentini

Para o Sul e Sudeste

FORMAÇÃO DE UM CICLONE EXTRATOPICAL DEIXARÁ MAR MUITO AGITADO NO LITORAL SUL E SUDESTE

SITUAÇÃO METEOROLÓGICA

Nesta quarta-feira (26/10), os modelos atmosféricos indicam a formação de um ciclone com o centro entre o RS e o Uruguai que deverá gerar uma pista com ventos fortes do quadrante nordeste ao largo da costa do RS e sul de SC com chance de rajadas de 60-80 km/h em alguns períodos. Na quinta-feira (27/10), o ciclone se deslocará para o oceano, com o sistema frontal atuando na altura de SP. A pista com ventos de nordeste será substituído por uma ampla pista com ventos fortes e muito fortes de sudoeste ao largo da costa do RS e sul de SC, que deverá perder força no decorrer da sexta-feira(28/10), quando o sistema frontal se encontrará sobre RJ e ES. No início da sexta-feira(18/10), uma pista de ventos fortes atuará ao largo da costa do norte de SC, PR e SP, perdendo força no transcorrer do dia.

AGITAÇÃO MARÍTIMA

Os nossos modelos numéricos de agitação marítima mostram que nesta quarta-feira (26/10), o mar continuará agitado ao largo da costa do RS, com ondas de leste/nordeste com alturas entre 2,5 e 3,0 metros. Ondas de leste e sudeste com alturas entre 2,0 e 2,5 metros atingirão ao largo da costa sul de SC, norte de SP e RJ.

A partir da quinta-feira (27/10) pela manhã, uma nova agitação marítima atingirá ao largo da costa sul do RS, com ondas vindo do sul/sudoeste com alturas de até 3,5 metros e em mar aberto, na altura do norte do RS e sul de SC. Com o transcorrer do dia, a agitação marítima ficará ainda mais intensa, podendo atingir ondas em torno de 4 metros ao largo da costa do RS e de 3 metros ao largo da costa sul de SC no final do dia. Haverá alto risco de ressaca na região, principalmente no litoral sul do RS. Ondas altas acima de 5 m poderão ser observadas em mar aberto.

No decorrer da sexta-feira (28/10) à tarde e o sábado (29/10), a agitação marítima chegará na Região Sudeste com ondas de sudoeste/sul, com alturas em torno de 3 metros ao largo da costa de SP e de 4 metros ao largo da costa do RJ. Haverá alto risco da ocorrência de ressacas na região. O mar deverá continuar muito agitado ao largo da costa do RS e sul SC com ondas vindo do sul/sudeste com alturas em torno de 4 metros. A direção destas ondas aumentará o perigo de ressacas em boa parte da região.

A agitação marítima tenderá a diminuir ao largo da costa do RS e sul de SC a partir do final do sábado (29/10) e ao largo da costa de SP e RJ a partir da tarde do domingo(30/10).

Texto elaborado por Rosio Camayo e Marcos Vianna.