Arquivo do mês: fevereiro 2011

Um Cruzeiro pelo Nordeste – Final

Imagens 088 A cidade de Maceió/AL foi ficando para trás e assim cravamos o rumo para a última perna do 1º Cruzeiro Costa Nordeste: A bela e alegre cidade de Salvador/BA, 260 milhas adiante.

O Avoante, recuperado de suas mazelas e novamente assumindo a liderança da flotilha, agora navegava alegre e faceiro num mar liso e sendo empurrado por um vento leste que soprava na medida certa.

O cheiro do canavial alagoano avançava sobre o oceano e a brisa marinha era temperada pelo doce da cana de açúcar. Naquela imensidão de mar era difícil controlar a mente sonhadora em busca dos segredos do mundo.

Continuar lendo

Veleiros estrangeiros irregulares

A Receita Federal resolveu apertar o cerco a veleiros estrangeiros que estão com a permanência estourada em Salvador/BA. Esta semana foram apreendidos 10 veleiros irregulares. Dois deles estavam há vários anos ancorados em Itaparica e ontem foram rebocados pela Capitania dos Portos da Bahia. 

Venha você também!

Imagens 136 Imagens 151Imagens 187Imagens 223 As fotos são apenas para deixar você com vontade de vir navegar um pouco com a gente nesse mar da Bahia. Elas fazem parte do Charter que fizemos com o casal Fernando e Marta e que comentei no post Uma Velejada Inesquecível. A partir da próxima semana vou postar a série completa de textos sobre essa velejada, mas se você quiser saber em primeiro plano, basta entrar no site do Jornal Tribuna do Norte , a partir do próximo Domingo, e procurar no link Blogs & Colunas a coluna Diário do Avoante. Uma boa leitura e não fique com inveja, venha você também!

Um Cruzeiro pelo Nordeste – 4ª Parte

Na semana passada eu estava envolto com as travessuras insossas de duendes e que me levaram a retirar, novamente, o Avoante da água no Cabanga Iate Clube. Essa nossa velejada, participando do Cruzeiro Costa Nordeste 2011, tem sido marcada por insistentes problemas com a briga, sem acordo, entre o eixo, flange e motor do Avoante. Mas, isso é o que acontece quando o barco fica parado muito tempo. Barco necessita de mar!

No Recife foram dois dias em seco, mais três de serviços na água e mais uma meia rampa para trocar a hélice. No final e com os serviços profissionais do amigo Rogério, ServiMares, parece que conseguimos colocar ordem na casa.

Eu já não agüentava mais essa desgastante briga mecânica que deixava a gente com os nevos à flor da pele. Era um estica e puxa sem resultados positivos e que sempre me fazia lembrar uma frase de um amigo: …O problema de veleiro é o motor… . Mas Rogério, com toda paciência do mundo, não baixou guarda em nenhum momento nessa batalha cansativa e estressante. Essa é a força positiva dos amigos! Continuar lendo

Um Cruzeiro pelo Nordeste – 3ª parte

A barrinha dos marcos, como denominamos a primeira parada pernambucana do Cruzeiro Costa Nordeste, é historicamente batizado de Sítio Histórico de Igarassu, e conhecido entre os nativos como Sítio dos Marcos. Sua localização é no alto da colina Outeiro dos Santos Cosme e Damião, no município de Igarassu/PE. Continuar lendo

Todo dia é dia de arte

 

Para colorir essa Segunda-Feira de Fevereiro, deixo para vocês essa tela do artista plástico, trompetista, velejador e papa-jerimum Flávio Freitas.

Um cruzeiro pelo nordeste – 2ª Parte

Barrinha dos Marcos - Igarassú (5) Nosso cruzeiro pela costa do nordeste do Brasil continua, apesar da série, quase interminável, de problemas que tivemos no início. Foram três saídas para conseguir valer uma.

Na primeira saída tivemos problemas com o eixo da hélice do Avoante que soltou do flange. Na segunda, novamente o eixo em greve com o flange insistiam em não trabalhar juntos, acrescido de mais um acentuado desbalanceamento da hélice nova que eu havia colocado. Na terceira, com as partes em litígio, devidamente acordadas, voltamos ao mar. Dessa vez, apesar de manter um pé atrás e os sentidos aguçados, a coisa deu certo. Minha Mãe até já havia dobrado a cota de rezas e pedidos a Nossa Senhora. Continuar lendo