Arquivo da tag: tio sam

Notícias do fim do mundo

Novembro (269)

Um grupo de tenebrosos cientistas, travestidos de cavaleiros das trevas, se reuniram para anunciar que estavam antecipando em alguns minutos um tal Relógio do Juízo Final, por causa de algumas desgraças ambientais e principalmente pela eleição e posse do novo presidente das terras do Tio Sam, o galego mal falado Donald Trump. Aliás, o galego e o mais novo arquiteto de muros, que só perde em criatividade para uns arteiros que se arvoraram em construir um exemplar numa prisão potiguar. – Será que esse povo nunca leu livros de história? – Estou achando que não e se leu, não aprendeu nadica de nada. Pois bem, os homens do tal Relógio afirmam que agora o planetinha azul vai para o espaço de uma vez por todas, como se a palavra deles fosse palavra de rei. Ainda bem que o Relógio não tem mecanismo algum e é adiantado e atrasado pelas mãos trêmulas dos homens das ciências e duvido que eles acertem os ponteiros na justa hora da cinderela, pois se assim fizerem, terão que dar um ops e retroceder o tempo. – Fico imaginado o lugar que meu amigo Pedrinho me mandaria ir se fosse dar essa notícia a ele. Sim, já ia esquecendo: A imagem acima não tem nada de apocalíptica, é apenas um pôr do sol registrado nas estradas do Mato Grande, região norte-riograndense localizada entre o mar e o sertão.       

Anúncios

O Cabeça de Cobra ameaça os EUA

2mai2013---o-cabeca-de-cobra-channa-argus-peixe-da-asia-consegue-comer-pequenos-animais-como-sapos-tartarugas-e-aluns-crustaceos-por-causa(1)

Mas homi, bem que o povo diz que o danado do mundo está preste a se acabar, pois num é que acharam um peixe que respira vários dias fora d’água e ainda por cima consegue andar na superfície da terra. E o cão chupando manga! Pois é, não é o cão mas é o Cabeça-de-Cobra, um peixe que surgiu no Central Park, nas barbas mal protegidas do Tio Sam, e que veio nadando lá dos mares da Ásia. Será que o bicho é um espião norte-coreano? Quem sabe! Mas a verdade é que o Cabeça-de-Cobra vem preocupando a cabeça do biólogos americanos pela sua capacidade predadora. O escamudo come de um tudo um muito e na sua gula não deixa passar nada, de tartaruga a sapo, passando por pequenos animais e crustáceos, tudo vira almoço, ou janta, ou lanche. Com dentes afiados, de fazer inveja a peixeira de baiano, o predador asiático foi descoberto no finzinho de Abril de 2013 e logo entrou na lista negra dos terrorista mais procurados. Os biólogos avisam que quem pescar um Cabeça-de-Cobra não tem que pensar duas vezes e o mais que depressa despache o danado para o quinto dos infernos. Peixe quando é bom é bom, mas quando é ruim não tem quem queira! A fonte de onde pesquei tudo isso, e a foto, foi o site UOL/meio ambiente