Arquivo da tag: tempo

Parece que vem bronca

superficie_atual

Para quem nunca viu a imagem acima, cortada por gráficos e marcações, nem passa pela cabeça que tudo que está escrito e desenhado na imagem é a leitura do clima sobre nosso continente, mas especificamente sobre o Brasil. Claro que estamos assistindo abismados o clima esquentar e o leite azedar de vez em nossas ruas, mas não é isso que quer dizer o gráfico, e sim, que os deuses que regem a natureza estão azeitando a panela para dar mais uma demonstração da incrível força de seus exércitos. Tomará que os generais da natureza acalmem as tropas e tudo não passe de mais um treinamento, porque se não for isso, assistiremos mais um ciclone soprar suas verdades sobre as pairagens brasileiras. Por enquanto a bronca está sobre o reduto de Netuno. A leitura do quem diz o gráfico está na notinha do CPTEC/INPE e ela diz assim:

 

ANÁLISE SINÓTICA – 06/03/2016 -12Z

Na análise da carta sinótica de superfície das 12Z do dia 06/03, observa-se um sistema frontal com características subtropicais, cujo ciclone (em oclusão) tem valor de 996 hPa, centrado em torno de 40°S/40°W sobre o Oceano Atlântico. Outro sistema frontal se forma ao largo da costa do Uruguai e do RS, associada a uma baixa pressão de 1008 hPa. Ao sul de 48°S sobre o Oceano Atlântico Sul, nota-se a presença de outro sistema transiente. A Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) apresenta valor de 1032 hPa, centrada em torno de 38°S/12°W (fora do domínio desta figura). A Alta Subtropical do Pacífico Sul (ASPS) tem núcleo de 1020 hPa em torno de 39°S/88°W. A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) apresenta banda dupla sobre o Oceanos Pacífico e Atlântico, oscilando entre 01°N/03°N – 02°S/05°S e 0°/03°N- 02°S/04°S, respectivamente.
Atualizado:06/03/2016

Anúncios

El Niño preguiçoso?

EL NINOOlhando para o tempo esquisito e chuvoso da última semana em Salvador/BA, e que ainda persiste nesse Domingo, 23/11, lembrei de uma postagem no blog Popa.com.br, em que fala da possibilidade tardia do fenômeno El Niño. O artigo é do Blog MetSul e é assinada pelo Professor Eugenio Hackbart e lá está escrito assim:

Esta será a sexta semana consecutiva em que o Pacífico Central Equatorial apresenta anomalia de temperatura da superfície do mar (TSM) igual ou superior a +0,5ºC, ou seja em patamar de El Niño. Para que se caracterize um episódio de El Niño, entretanto, as anomalias de TSM devem seguir em +0,5ºC ou mais por várias semanas seguidas até atingir, ao menos, três meses, logo a condição oficialmente ainda é de neutralidade (ausência dos fenômenos La Niña e El Niño) neste momento.

A persistência agora do Pacífico Equatorial quente já por um mês e meio e ainda a tendência de manutenção do quadro sugerem a possibilidade de que nas próximas semanas possa ser oficializado um episódio de El Niño. O boletim de ontem do NOAA, o órgão de previsão climática do governo dos Estados Unidos, indicou probabilidade perto de 60% de que o verão nosso se dê com a presença do El Niño. O fenômeno, em regra, traz mais chuva para o Rio Grande do Sul, mas não é garantia por si só de verão chuvoso. O verão de 2005, por exemplo, ocorreu com El Niño e teve estiagem forte. Os clientes da MetSul recebem uma análise completa e detalhada sobre a situação do Pacífico, a sua evolução e quais as prováveis consequências.

Inverno com pimenta

7 Julho (36)

Acho que não existe nada mais improdutivo do que fazer manutenção em barco nos tempos de inverno. Faz mais de uma semana que estamos tentando renovar o verniz da cabine e a pintura do convés do Avoante e a chuva não deixa. E para piorar a situação, desde ontem, 06/08, que os deuses da natureza se alinharam e resolveram colocar mais pimenta no tempero: É muita chuva e muito vento sobre a capital baiana. Que é isso meu rei? Veja o que diz o Cptec/Inpe:

 

REGIÃO NORDESTE

07/08/2014: No norte do MA: variação de nuvens e possibilidade de pancadas de chuva pela manhã. No centro-leste da região: muitas nuvens. No nordeste da BA e em SE: muitas nuvens e chuva. No litoral de PE e AL: chuva isolada. No leste da BA, incluindo Salvador: nublado com possibilidade de chuva. Nas demais áreas da região: sol e poucas nuvens. Temperatura amena no centro-leste da BA. Temperatura máxima: 34°C no PI.
08/08/2014: No norte do MA: variação de nuvens e possibilidade de pancadas de chuva. No leste da região: nublado. Em SE e AL: muitas nuvens e chuva. No sul do MA, PI e oeste da BA: predomínio de sol. Nas demais áreas da região: sol e poucas nuvens. Temperatura estável. Temperatura máxima: 35°C no PI. Temperatura mínima: 12°C no sul da BA.
Tendência: No norte do MA: variação de nuvens e possibilidade de pancadas de chuva. No oeste do MA: pancadas de chuva à tarde. No centro-leste da região: nublado. No leste de PE, em AL e SE: nublado com possibilidade de chuva. No litoral de AL: muitas nuvens e chuva. No sul da BA: sol e poucas nuvens. Nas demais áreas da região: sol e poucas nuvens. Temperatura estável.
Elaborado pela Técnica em Meteorologia Camilla Correia.

Atualizado 07/08/2014 – 12h02

A meteorologia no Brasil

A imagem do satélite mostra o que a natureza aprontou para o Sul do Brasil nessa Quinta-Feira, 17/07, e com promessa de atrapalhar a programação do fim de semana de muita gente. O Cptec/Inpe anuncia fortes chuvas e tempestades isoladas em toda região Sul. A organização da 41ª Ilhabela Sailing Week, que acontece de 19 a 26 de Julho, reunindo 130 veleiros, alertou os participantes do evento para a chegada, dia 18, de uma forte frente fria no Canal de São Sebastião. No litoral do Nordeste a previsão é de chuvas entre em Alagoas e Sergipe. Portanto, quem pretender se fazer ao mar é bom se preparar e ficar de olho no tempo.  

Entre a força e a beleza

IMG_0029

O Outono resolveu mostrar cara feia sobre a Bahia dos Santos e Orixás. Chuvas e ventos, mais vento do que chuva, fazem as águas baianas se agitarem e deixam o mar com jeito de poucos amigos e todo aquele que resolver medir forças com a natureza deve ir preparado para levar lapada. As ondas em mar aberto atingem fácil os 2 metros de altura e dentro da Baía de Todos os Santos a coisa não está menos feia. No último final de semana um Ferry Boat que fazia a linha Salvador/Itaparica passou sufoco, com ondas lavando os carros, muito medo e mal estar entre os passageiros. Barcos que fazem a travessia Salvador/Morro de São Paulo estão deixando os passageiros em Itaparica, que seguem de ônibus o restante da viagem até Valença. A levadia, remanso forte de mar provocado pelas ondas, tem provocado alguns prejuízos nos barcos atracados nas marinas do centro e forçou a interrupção, nesta Terça-Feira 13/05, da travessia das barcas que fazem a linha Terminal Marítimo/Itaparica. Segundo os centros meteorológicos os ventos soltos sopram a mais de 30 nós nas rajadas.IMG_0038 Mas nem tudo é peleja e sempre a natureza descortina um clima de paisagem exuberante para dar um refresco a vida. E foi nessa pintura de beleza que o Sol se despediu.    

Mentiras e verdades meteorológicas

Carta sinoticaOntem a população do Rio Grande do Norte foi amedrontada por factoides que se alastraram como fogo em capim seco nas redes sociais, tudo dito como sendo a mais pura verdade e assinados por nomes fictícios de técnicos. As mentiram davam conta de ventos de 200 quilômetros por hora e chuvas torrenciais que durariam uma semana inteira. Já tinha gente agarrado nas barras dos Santos e outros apostando todas as fichas no prometido apocalipse. A polícia já corre atrás para saber de onde danado surgiram as mensagens, mas aposto um picolé de Caicó que tudo vai parar por ai mesmo. Mas olhando hoje a página do CPTEC/INPE, vi que os estados do Sul do país estão sujeitos nessa Quarta-Feira, 09/04, aos efeitos de mais um ciclone extratropical que deve castigar a Província de Buenos Aires e espalhar frio e chuva por toda a região do Atlântico Sul. A Carta Sinótica mostra tudo isso, mas se quiser saber mais, acesse a página do CPTEC/INPE e saiba tudo tintim por tintim.  

 

Chove chuva….

S11147929_201205231600

Está assim o tempo no Brasil hoje, 23/05. Muitas nuvens sobre o sul, norte e nordeste. Em Natal/RN chove desde a madrugada e muita água ainda está para rolar. Chuva que o nordestino há muito tempo estava rezando para cair.

um dia de chuva (2)

Para nós que moramos a bordo, esse é um daqueles dias para ficar no aconchego da cabine escutando a chuva cair lá fora. Estou aproveitando esse refresco de São Pedro para reviver As Fantásticas Aventuras do Maitairoa, livro do velejador Roberto de Mesquita Barros (Cabinho) e Roberto Alan Funchs. Por enquanto tudo bem e muita chuva.