Arquivo da tag: super lua.

Cartas de Enxu 05

IMG_0026

Enxu Queimado, 19 de novembro de 2016

Caro amigo violeiro e velejador Mucuripe, você já viu como esse mundo velho tem andado meio escalafobético? Rapaz, a coisa está cada dia mais enuviada e se o caboco ao acordar não se benzer três vezes e não se apegar com a proteção do Jesus Menino, tá arriscado a dá de cara com umas coisas ruins logo nos primeiros passos de uma manhã. Hoje mesmo, ao atalhar uns sites que gosto de ver, li uma frase, do jornalista potiguar François Silvestre, que me deixou assim pensando no descaminho em que estamos atolados até o gogó: “Matar gente, no Brasil, há muito deixou de ser crime. Pelo menos deixou de ser crime punível...”. Mas sabe de uma coisa? Vou deixar esse fiofó de burro para outra hora, pois nesse Brasil abrasileirado num tem homem com aquilo roxo para botar moral na zona. Rapaz, tu já viu que esse tal de Supremo ultimamente tem dado pitaco até em jogo de porrinha? Pois é! E o pior é que decidem o decido e quando a decisão chega onde era para decidir, as partes escutam por um ouvido e a sentença sai pelo outro e a vida segue como se nada tivesse acontecido.

Ei, e o Trump? Tu já viu um cara mais amarmotado do que aquele americano cabra da peste? O galego deve ter feito algum curso de careta, pois para cada retrato o cabrunco tem um trejeito diferente estampado na cara. E a patroa dele? A gringa parece uma cópia pirata da boneca Barbie com a cara mais esticada do que pandeiro de malandro. E como a turma do fuxico não deixa nada passar em branco, já descobriram e postaram nos zapzaps a foto da gringa peladinha da silva. Eu nem vi, mas nesse concurso de beleza das primeiras damas sou mais a Marcela! E tu? E por falar em Trump, por aqui, embaixo do pé de árvore de Pedrinho, o povo ainda ensaiou uma rodada de apostas, mas na hora de juntar a galinhada para casar as apostas, a coisa deu para trás e foram cuidar de assuntar sobre o mar e os ventos que estão meio endiabrados por essas bandas. Agora vou dizer: Pense numa mulher ruim de voto essa esposa de Bill. Acho se ele tivesse botado a Monica no páreo garanto que hoje estaria festejando a vitória atrás das cortinas. Sabe o que me veio na cabeça? – Será que pelas ruas dos “estaites” tocaram aquela musiquinha que fala que “o povo quer o liso”? Se a candidata de Obama não mandou tocar, perdeu uma boa oportunidade de tutucar os brios do ricaço. Ia ser uma graça universal!

Cearense, tu visse a tal da super Lua? Rapaz, a bicha estava bonita que só a peste, mas, sinceramente, não achei que fosse a maior que minhas bolas dos olhos já viram, porém, São Jorge mandou instalar uns leds especiais que iluminou até os cafundós do judas. Pense num holofote! E para comemorar a Lua, pegamos umas castanhas, botamos umas cervejas no isopor, fomos para a beira da praia, acendemos o fogo e pegue assar castanha, tomar cerveja e conversar arezia até umas horas da noite. Só faltou você para tocar umas toadas na viola.

Meu amigo, o ranchinho está ficando bonito, viu. O serviço já vai se encaminhando para o fim e do mais, falta os ajustes do mal feito, a mão de cal nas paredes e melar as portas com uma tinta da cor do mar. Sim, já ia esquecendo de falar nas plantas. Pois é, as acerolas andaram um tempo entristecidas, mas começaram a tomar ciência novamente e já dá para fazer um suco. As pitangas foi quem perderam o prumo e, segundo os entendidos no assunto, já é tempo da entressafra. Pelo menos ficaram os retratos para comparar com a próxima botada. Os coqueiros continuam bonitos, as seriguelas estão botadeiras que só vendo e agora plantei um pezinho de cajueiro precoce que ainda está na fase do cá te espero. As cabras dos vizinhos é que não me deixam sossegado, vez sim, vez não, tenho que correr para botar as danadas para fora do terreiro. Pense numa fuleragem da molesta e os donos tão nem aí para a cor da chita. Tem uma que está até pegando peso e até já sonhei com uma churrasqueira assando um pernil de cabrito. A gente tem cada sonho pecaminoso, né não? Mas que sonhei, sonhei.

Semana passada foi a festa da santa padroeira, Nossa Senhora dos Navegantes, e eu caminhei todo anjo no acompanhamento da procissão, rezei na missa e ainda tirei um retrato ao lado do Padre, pru mode mostrar pra Ceminha. Ela viu, gostou, sorriu e ainda disse um muito bem. Coração de Mãe é bom demais, e quando vem com um afago na cabeça, coisa melhor não há. E Lucia botou o nome na lista para ser afilhada da Santa, e a Santa aceitou de bom grado. Já hoje é o dia da festa profana, animada por umas bandas de forró aputanhado e umas danças meio esquisitas para cabra macho dançar. Eu é que não vou lá, mas pelo tamanho das caixas de som armada no palanque, hoje ninguém dorme. Mas já que vai ser assim, que assim seja.

Pois é meu amigo Elson Fernandes Mucuripe, a vida por aqui vai indo assim e vamos seguindo em frente como Deus quer. Até mais ver e apareça!

Nelson Mattos Filho

Anúncios

A Lua e seus mistérios

IMG_0186

Pois bem, ontem, 14/11, mais uma vez ela fez bonito e foi a rainha da noite para zilhões de cliques ao redor do mundo. Duvido que tenha existido algo ou fato mais retratado nos últimos séculos do que essa espetaculosa super Lua. Onde existiu céu de brigadeiro ela estava lá, posando toda faceira para fotógrafos ávidos em buscar o melhor ângulo e provar suas criatividades. Eu mesmo coloquei minha máquina no bisaco e saí de casa assim que o Sol esfriou e me posicionei sobre uma duna, na praia de Enxu Queimado/RN, para esperar o grande espetáculo no firmamento. Eu é que não ia esperar para 2035, que dizem o fenômeno acontecerá novamente, pois sei lá, esse mundo está tão estranho! Quer saber? – Do meu ponto de observação a super Lua septuagenária não me pareceu maior do que suas irmãs menos famosas, mas no quesito brilho ela foi imbatível, me encantou e não teve como não lembrar de Celly Campello: “Tomo um banho de lua, fico branco como a neve/Se o luar é meu amigo, censurar ninguém se atreve/É tão bom sonhar contigo, oh! Luar tão cândido….”. Hoje saí cortando caminho pelas veredas da grande rede universal para ver os comentários sobre a lua gigante, e o que mais me chamou atenção foi uma matéria no jornal potiguar Tribuna do Norte, com o cientista, professor e velejador José Dias do Nascimento Júnior, em que ele detalha o fenômeno em uma linguagem simples, objetiva e para todo entendedor, e afirma que o homem foi a Lua sim – pois tem gente que não acredita nem recebendo dinheiro. Mas o que me deixou intrigado foi Zé Dias dizer que em algum século do futuro a Lua vai perder força e se espatifará sobre a Terra. Será o fim das paixões? O que será feito dos poetas, seresteiros, das bruxas, dos lobisomens e dos amantes? E as marés? Eeeeeh!!!   

A super Lua

IMG_0159IMG_0165IMG_0175

Hoje é o dia dela, depois de quase setenta anos ela reapareceu diante dos olhos do mundo. Será que na apresentação anterior ela causou todo esse reboliço midiático? Será que naquele tempo alguém se lembrou de bater pelo menos um retrato? Bem, sobre essa Lua mais brilhante do que o normal falarei depois, mas foi assim que a avistei sobre o mar e as dunas da praia de Enxu Queimado/RN.

Essa vai dar para um bocado de serenata

IMG_0013

Somos mesmo um povo chegado a um movimento e nesses tempos em que o aparelhinho de celular faz qualquer um virar celebridade em um simples click, aí é que o moído é grande. Pois num é que já tem gente comprando um aparelhinho mais modernoso apenas para fotografar a próxima super Lua, que acontecerá em 14 de novembro. – Duvida? – Pois duvide não! Aliás, essa história de super Lua já está ficando repetitivo e daqui uns dias ninguém mais vai se dar ao trabalho para olhar para cima, pois mês sim, mês não, aparecem notícias de luas que não tem mais tamanho. Fico pensando em como seria, nos dias de hoje, para os índios americanos, daqueles que viviam quebrando o cacete com os soldados dos fortes apache, para registrar os filhos com nome de Lua. Ia ser um tal de lua pequena, lua nova, lua mini, lua gigante, super lua, lua maior do que a anterior, lua do c…… . Pois é, dia 14/11 a Lua de São Jorge e seu cavalo, irá ficar bem pertinho da Terra e por isso fará pose para mais de um zilhão de retratos, e promete aparecer 14% maior e 30% mais brilhante e juro que não fui eu que fiz essa conta. Dizem que a última vez que isso aconteceu foi em 1948, logo após cessarem os canhões da Segunda Guerra Mundial e quem perder a oportunidade agora, vai ter que esperar para novembro de 2034, ou então, até lá, se contentar em ver outras super luas nem tanto assim.

Um registro para a posteridade

IMG_0208IMG_0204IMG_0253IMG_0258IMG_0262

Pelos padrões das publicações do mundo virtual essa postagem é antiga, mas como estávamos navegando e com acesso restrito ao sinal da internet, preciso registrar o que vi e vivi no dia 27 de setembro de 2015.

A Lua promoveu um verdadeiro festival de cores e movimento diante de uma plateia abasbacada que quase fica de pescoço duro para não perder um minutinho sequer do espetáculo lunar. Assisti a tudo de olhos vidrados desde o primeiro ato que foi o nascimento espetaculoso de uma Super Lua. O segundo ato veio com uma impressionante Eclipse Total que escureceu o mundo e para encerrar com chave de ouro o teatro mágico, o retorno do nosso satélite com um brilho ainda mais intenso. Tive a alegria de observar todo esse balé poético da natureza com o Avoante ancorado em um dos belos recantos de uma Bahia abençoada por santos e orixás, Gamboa do Morro – na Ilha de Tinharé –, distrito do município de Cairu. Os estudiosos já anunciaram que o próximo espetáculo somente daqui a 18 anos. Vou comprar meu ingresso!   

Hoje a noite é da Super Lua e madrugada de Eclipse total

3 Março (89)

Hoje é dia de apreciar mais uma Super Lua, que é o momento em que o satélite natural estará mais próximo da Terra e por isso 14% maior e 30% mais brilhante, que é denominado pelos homens das ciências como perigeu. Para dar mais charme ao evento, a natureza programou mais um alinhamento entre o Sol, Terra e Lua e assim, além da Super Lua, poderemos apreciar um Eclipse total, onde o satélite será pintado de vermelho, devido as refrações dos raios solares na atmosfera. A última vez que aconteceu os dois fenômenos juntinhos foi em 1982 e quem não conseguir observar hoje a noite, terá que esperar até 2033, segundo a NASA. Bem, eu já estou prontinho para apreciar os dois eventos, com o Avoante ancorado em frente a Gamboa do Morro/BA, tomará que São Pedro colabore, pois o dia hoje por aqui amanheceu assim meio sei lá.

  

A Super Lua

IMG_0296IMG_0297IMG_0300

Passei o dia de ontem, 22/06, praticamente sem pisar os pés em terra, a não ser por uma ida até a Coroa do Limo, em Itaparica, para catar chumbinhos, uns mariscos deliciosos. Não me embrenhei ontem pelas ruas da bela Ilha por dois motivos: Primeiro queria me desintoxicar dos meandros da cidade, já que passamos um bom tempo perambulando por Salvador, sofrendo horrores em engarrafamentos monstruosos e sem controle. Segundo, para matar a saudade dessa vidinha mais ou menos que é estar desamarrado de terra. Como não desci, também me abstive de ligar o computador para saber das coisas do mundo, se bem que a bordo do Avoante tenho internet. Mas ai é outra história. Soube hoje que a Lua maravilhosa que admirei e fotografei ontem era uma superlua, um fenômeno que deixa a Lua cheia maior e mais brilhante. E foi também o dia em que a Lua e a Terra estiveram mais próximos nesse ano de 2013. Para quem não viu e queria ter visto, acho bom anotar a próxima data que será em 10 de Agosto de 2014.