Arquivo da tag: salvador-bahia

Recorde na regata Transat Jacques Vabre 2017

imagesVapt-vupt, foi assim a velejada dessa ferinha, que aparece na imagem, entre Le Havre, região francesa da Alta Normandia, e a baianíssima Salvador, terra abençoada pelo Senhor do Bonfim. O trimarã de 100 pés, comandando pelos franceses Thomas Coville e Jean-Luc Nelias, cruzou o Atlântico como uma bala e gastou 7 dias, beirando o oitavo, e atracou, nesta segunda-feira, 13/11, cheio de vontade de se lambuzar de dendê no píer do Terminal Náutico da Bahia, e foi o primeiro participante da regata Transat Jacques Vabre 2017 a cruzar a linha de chegada e com isso ostenta orgulhoso a faixa de Fita Azul no alto do mastro. Fita Azul, no iatismo, é o primeiro barco a cruzar a linha de chegada, independente do tamanho, classe ou vontade dos concorrentes. O trimarã da Sodebo foi seguido de perto por outro trimarã voador, mas este, entre um contrapé e outro, cruzou a linha duas horas depois. As duas feras conseguiram baixar o recorde da prova em três dias. Danou-se! Agora as duas tripulações ligeiras, vão se aboletar diante de um tabuleiro de acarajé para esperar pacientemente pelos concorrentes que cortam água por aí, entre eles o barco brasileiro Mussulo 40, que compete na Class 40. O Mussulo 40, comandado pelos competentes Leonardo Chicourel, baiano arretado, e José Guilherme Caldas, teve alguns problemas e aparece, por enquanto, na 13ª posição, em sua classe. A Transat Jacques Vabre é uma das mais tradicionais provas do iatismo mundial e nessa edição retorna a Bahia, onde aportou em tempos idos. Fonte: Coluna do Murilo 

Anúncios

Nas sacadas dos sobrados…

02 - fevereiro (32)

“…Tudo, tudo na Bahia faz a gente querer bem. A Bahia tem um jeito…”

Caetano Veloso

Regata Aratu Maragojipe

13912621_927838110677085_9168888714146722775_n

Está chegando o dia da festa maior do Iatismo na Bahia! 47ª REGATA ARATU-MARAGOJIPE. Se você deseja participar, acho bom se adiantar. Informações adicionais veja no site: www.aratumaragojipe.com.br

E a Volvo em?

Itajaí-Sld

Notícias que navegam em meio a um mar de certezas, boatos e afins, dão conta que a organização da regata volta ao mundo Volvo Ocean Race ainda não se decidiu qual a parada brasileira para a próxima edição da prova. Muita gente aposta que nada mudará e que a catarinense Itajaí será pela terceira vez a escolhida. Porém, correndo por fora e aliado a um exército de orixás, sob o comando do Senhor do Bonfim, a baiana Salvador apimenta o tacho de azeite e monta o tabuleiro na praça para receber a grande batalha da vela mundial. A prefeitura de Itajaí promete gorda contribuição ao evento e isso soa como música nos ouvidos atentos dos organizadores, falta agora escutar o ritmo dos tambores da Bahia. Para mim a Baía de Todos os Santos oferece as qualidades necessárias e é um palco natural para o evento, só falta subir as velas e aproar no rumo certo. 

São Tomé do Paripe

20151223_095915

Hoje, 23/12, postei essa foto no Instagram como sendo a Praia de Inema, localizada na Baía de Todos os Santos, e fui corrigido por um leitor com toda razão. A praia da imagem e São Tomé de Paripe, localizada no bairro de Paripe. Do caís de São Tomé saem os barcos de transporte para quem deseja conhecer a Ilha de Maré, outra joia baiana. Recentemente a praia passou por uma repaginada que deixou a sua orla bem convidativa para um gostoso banho de mar ou simplesmente caminhar por suas areias. A praia de Inema fica do outro lado do muro, segundo dizem os moradores e banhistas. O muro em questão foi construído pela Marinha do Brasil para separar uma fatia de praia para uso de oficiais, convidados e até presidentes da República.

Visita surpresa e uma velejada arretada

IMG_0113

Domingo, 23/11, pretendíamos soltar as amarras que prendiam o Avoante ao píer do clube Angra dos Veleiros, no bairro da Ribeira, porém, na vida de um velejador de cruzeiro nem tudo precisa ser tão perfeito como nariz de santo e assim as programações vão mudando ao sabor das vontades, preguiças, meteorologia e outros porquês, pois motivo é o que não falta. Mas o tempo na Bahia também não estava assim tão firme e fomos ficando. Para nossa surpresa, no comecinho da noite recebemos uma mensagem do amigo e velejador potiguar Ricardo Maia, querendo saber por onde andávamos e quando respondi que estava no Angra dos Veleiro ele treplicou: – Mas homi, estamos aqui em frente! Ricardo e Jacqueline estavam passando de carro por Salvador, indo para o Rio Grande do Sul, e resolveram parar uns dias na capital baiana. Convidamos o casal para vir a bordo, depois fomos festejar o reencontro saboreando uma pizza no largo da Ribeira e marcamos velejar no dia seguinte até a Ilha de Itaparica. Convite aceito de pronto!

IMG_0127IMG_0117IMG_0132

A Segunda-Feira amanheceu com tempo bom, vento leste e a Baía de Todos os Santos com seu tradicional tapete de águas. Foi uma travessia fantástica toda feita em asa de pombo e sem precisar usar o motor em momento algum. Ricardo, velejador nato e apaixonado, festejou a travessia com um largo sorriso no rosto e não largou o comando hora nenhuma.

IMG_0144IMG_0148IMG_0150

A noite, diante da Lua cavaiando, comemoramos a tranquilidade do fundeio na Ilha no cockpit saboreando um delicioso risoto de rúcula com tomate seco, que infelizmente não deu tempo de fotografar, mas o café da manhã de hoje, Terça-Feira, 25, foi registrado para a posteridade e provocar alguma invejasinha. Ricardo e Jacqueline desembarcaram e retornaram a Salvador para seguir viagem rumo ao Sul e nos ficamos curtindo a saudade desses casal que é uma simpatia.  

O Pôr do Sol

IMG_0456

Foi com essa pintura o nosso Pôr do Sol nessa Sexta-Feira, 24/01. Ponta do Humaitá, um dos mais belos recantos de Salvador/BA.