Arquivo da tag: optimist

Esses meninos!!

5b34fef2b4593O Canal da Mancha, que originalmente se chama Manga, porque se parece com a manga de uma camisa, é um braço de mar do oceano Atlântico separando a Grã-Bretanha da França e faz a ligação do Atlântico com o Mar do Norte. Os franceses o chamam de “Le Manche”, os ingleses de “English Channel”, os alemães de “Canal da Manga” e os tradutores da língua portuguesa, rascunharam para lá, apagaram para cá, rabiscaram novamente e o que sobrou no papel foi mancha e por mancha ficou. O famoso canal é a rota marítima mais movimentada do mundo, principalmente no pedaço entre a cidade inglesa de Dover e a francesa Calais. Tão movimentado quanto perigoso, pois a força das correntes aliado as fortes tempestades que acometem aquela região do planeta, foram e são responsáveis por vários acidentes fatais. O Le Manche, para agradar os franceses, tem 563 km de comprimento por  240 km de largura em sua margem mais distantes, mas seu ponto mais estreito é de 33 km, número que floreia os sonhos e desejos de aventureiros mundo afora. Já atravessaram a nado, de canoa, remando, boiando e mais uma danação de invenções. O aventureiro mais recente, junho 2018, foi o menino francês Tom Goron, 12 anos, que embarcou em um veleiro Optimist,  subiu as velas na ilha de Wight, Reino Unido, e aproou o rumo da venta em busca de alcançar a comuna francesa de Cherbourg, França, onde chegou depois de 14 horas e 20 minutos de velejada. O recorde anterior era da também francesa, Viollete Dorang, 15 anos, com o tempo de 14 horas e 56 minutos, em 2016. O menino, que na travessia foi seguido de perto pelo pai, a bordo de um veleiro maior, disse em entrevista que passou mal e chamou “hugo” varias vezes durante a travessia de 60 milhas, mas em nenhum momento pensou em desistir. A mãe, Sophie, declarou: “Estou muito orgulhosa dele, conseguiu (…) É teimoso, ambicioso, perseverante e… temos que segui-lo”. Parabéns menino Tom, o mar é seu!  

Anúncios

O Cabanga é campeão!

12803228_958832437531423_4148347341527501702_n

O Norte/Nordeste de Dingue que aconteceu em Salvador/BA, nesse final de semana, 04, 05 e 06 de março, elevou o Cabanga Iate Clube de Pernambuco ao alto do pódio. Faz tempo que  iatismo do Cabanga desponta com grande força no meio náutico brasileiro, colhendo frutos de uma sementinha lançada há muitos anos e aguada permanentemente pelos sócios e velejadores do clube ao longo dos anos. Essa é a prova maior de que o esporte a vela precisa sim de incentivo para que no futuro possamos olhar com alegria e festejar a continuação da vela como esporte e lazer, contribuindo para a formação de homens livres e com retidão de caráter. Assim como o Cabanga, outros clubes brasileiros mantêm vivas suas escolinhas de vela e merecem todo nosso aplauso, como o Iate Clube da Bahia, Veleiros do Sul e Iate Clube do Espírito Santo, só para lembrar alguns. Fico entristecido quando vejo clubes náuticos com escolinhas abandonadas e associados reclamando ao vento da falta de renovação e falta de interesse das flotilhas, como se a culpa não fosse de todos que fazem a agremiação. Só existe renovação com novos valores e sem escolinha não existe renovação. Parabéns ao Cabanga Iate Clube de Pernambuco e um parabéns especial a excepcional velejadora Marina Hutzler, que vi pequenininha, e a seus pais, o velejador Hans – que também sagrou-se campeão em Salvador, e Karina. Família que tem a alma no mar e água salgada escorrendo nas veias. Recentemente os Hutzler embarcaram no veleiro da família e navegaram de Pernambuco a Santa Catarina, somente para que a Marina participasse de Campeonato Brasileiro de Optimist 2016. Quando se quer fazer é assim!

Apenas para lembrar – Quando as coisas funcionam

Imagens 357 No começo de Junho fiz um post intitulado Apenas para lembrar, aonde comentei sobre a dificuldade de renovação do esporte a vela no Brasil e da falta de compromisso de alguns clubes náuticos com a razão e missão deles existirem. Respondendo alguns emails de leitores, que não quiseram se expor diretamente no blog, falei que a renovação existe, mas ela fica concentrada nos Estados do Sul e Sudeste. E que no Norte/Nordeste, apenas a Bahia e Pernambuco mantinham  escolinhas de vela realmente ativas e compromissadas com a renovação. Navegando no site da Revista Náutica me deparei com a matéria abaixo  que corrobora com o post Apenas para lembrar.

Thiago Ribas, da flotilha do Veleiros do Sul, está treinando nas águas da Califórnia para o Campeonato Norte Americano de Optimist que irá se realizar a partir da quinta-feira (29) até 7 de julho no Cabrillo Beach Yacht Club em San Pedro, junto ao Porto de Los Angeles.
Serão cinco dias de treinos intensivos, conforme programação, a regata de abertura será no dia 30 de junho e as regatas válidas iniciam dia 1º de julho.
Thiago é o mais experiente velejador da equipe brasileira na Califórnia, tendo se classificado com o primeiro lugar no ranking para compor esta equipe e está pela terceira vez representando o Brasil na América do Norte.
O Team Brazil nos Estados Unidos conta com 18 velejadores que representam os estados do RS, SC, SP, RJ, DF, BA e PE.

Apenas para lembrar

Imagens 358 Nenhuma ação no esporte a vela começa pelo fim. Quando se precisa justificar o fim é porque o começo não existiu. Belos discursos e boas intenções não abrem caminhos para a renovação do esporte a vela. No esporte a vela não é preciso arregaçar as mangas da camisa, é preciso vestir a camisa e ir para dentro de um barco com a alma e o coração enfunando todas as velas. Para se fazer ao mar, é preciso decisão firme e bravura para seguir uma rota programada. A renovação da vela começa pelo Optimist e nenhuma ação pode ser diferente. Barcos existem, crianças existem, sonhos existem. Se faltar alguma coisa, é apenas na cabeça dos homens e na falta de disposição de fazer acontecer. 

Um dia de alegria

Regata dia dos pais 002 Regata dia dos pais 027Regata dia dos pais 005Regata dia dos pais 036 Regata dia dos pais 033 Regata dia dos pais 061 Regata dia dos pais 068Regata dia dos pais 078 A regata comemorativa do Dia dos Pais, no Iate Clube do Natal, foi um dos melhores eventos de 2010. Quando as Lucias, Lucia do Avoante e Lucia do Borandá, me pediram para fazer a chamada via email para todos os  velejadores, no final do convite eu coloquei assim: “…Venha participar para não ficar sem assunto durante o resto do ano…”. Eu não estava exagerando, pois estava acompanhando toda a organização das meninas para que o evento não tivesse falhas e fosse o mais descontraído possível. Não foi uma regata comum, foi na verdade uma grande e disputada brincadeira de marmanjos comandando os pequenos Optimists, onde prevaleceu o valoroso espírito esportivo e a boa vontade emocional dos concorrentes. Difícil foi premiar os vencedores, mas depois de 4 baterias de 8 barcos, saiu os quatro primeiros lugares que voltaram para a água e deram mais um show de esportividade, numa disputa que teve até protestos. Não vou anunciar os primeiros lugares, para não perder o foco da grande festa, mas, entre os ganhadores teve até o troféu SPA, que premiou aquele que fez o barco afundar muitos centímetros abaixo da linha d’água. A festa continuou na prainha do clube com a inauguração do novo espaço para eventos construído pelo comodoro Betuca, uma aconchegante área com churrasqueira e barracas.

Um encontro com o futuro

Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (7) Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (13)Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (11) Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (10) Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (3)Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (4)Encontro de velejadores 007 - palastra turma jovem (5) O encontro de velejadores no Iate Clube do Natal que acontece toda Quarta-Feira, é um evento que cresce em importância a cada semana e que se estende para os outros dias da semana. Basta ver o café da tarde/noite das segundas-feiras, as velejadas dos sábados a tarde e os intermináveis churrascos que sempre acontecem aos domingos. Sem contar o Projeto Pôr-do-Sol no Potengi, que movimenta o clube de Terça a Quinta-Feira e que sempre tem velejadores e amigos assistindo ao espetáculo e jogando conversa fora. O Capitão Jordi, do trawller Ferrara, que ainda esta em Natal, e se depender da equipe oficial de sabotadores eles não vão embora tão cedo, diz que não sabe como a turma aguenta tanta festança. Hélio maracatu que havia chegado a Natal com um físico de fazer inveja a muito atleta de academia, já esta voltando a forma original. Natal não é fácil! Bem, vamos voltar ao assunto inicial e deixar as fofocas para outra hora. No encontro de ontem, 22/07, foi a vez da turma jovem de velejadores fazer palestra para os mais usados. Foi muito bom ouvir esses novos velejadores falar de seus sonhos, objetivos e o que esperam da vela. Todos conscientes e agradecidos com o mundo da  vela que somente trouxe ganhos e bons ensinamentos para suas vidas. A conversa foi tão proveitosa e sincera que os marmanjos se animaram a movimentar o Dia dos Pais e comemorar com uma regata  no Sábado, 07 de Agosto, só que com uma prova super interessante, onde todos vão participar da regata comandando os pequenos Optimists. Muito obrigado Reginho, Daniela, Nicolas, Manuela e Daniel, que nos proporcionaram um grande encontro de quarta-feira. Valeu!