Arquivo da tag: olimpíadas rio 2016

Ventos desfavoráveis nas Olimpíadas Rio 2016

Flotilha-de-470-na-raia-olímpica-Fred-HoffmannCBVela-620x350

Já não bastassem os problemas causados pela poluição desenfreada das águas da baía da Guanabara e a ameaça do terrível Aedis aegypti, agora é a vez da violência sem controle, que deixa o brasileiro acuado, chegar ao pódio da Olimpíadas Rio 2016, como se isso já não fosse esperado. Infelizmente nada em nosso querido país é tão sério quanto parece ser e por mais que as autoridades tentem jogar a sujeira para debaixo do tapete, mais os ventos desfavoráveis escancaram a bagaceira. Como se diz na Bahia: Que porra é essa homem? Dias atrás integrantes da equipe espanhola de vela foram assaltados no bairro de Santa Teresa enquanto caminhavam para tomar café da manhã. No dia 17 o treino das equipes da Dinamarca, Grã-Bretanha, Irlanda e Nova Zelândia, foi interrompido por causa de um tiroteio no Morro do Cavalão, em Niterói, e choveu balas de fuzil sobre as águas. Diante do ocorrido, e como aconteceu no caso da poluição que teve até secretário fazendo chacota e dando um mergulho midiático nas águas da Guanabara, a Prefeitura de Niterói e a organização que deveria já está cuidando da segurança dos atletas olímpicos, anunciaram que haverá mais policiamento nas regiões de maior concentração de estrangeiros, principalmente nos bairros de São Francisco e Charitas. E quanto a segurança dos tupiniquins? Enquanto isso, a tocha promove oba oba Brasil afora!

Marina da Glória reabre em abril

marina da gloria

A Marina Gloria, famosa, polêmica e instigante marina carioca, voltará a funcionar no mês de abril, pelo menos é o que anuncia a BR Marinas, concessionária do empreendimento. O espaço passa por ampla reforma e, depois de muito bate boca e negociações, perderá suas cercas e voltará a ser interligada ao Parque do Flamengo. A espaço será o porto seguro das embarcações competidoras da Olimpíadas Rio 2016. Veja cobertura completa no site: OGlobo/Globo.com 

Patescaria

patescariaAs águas da Baía da Guanabara recebeu no último final de semana, 29 e 30/08, a 34ª Patescaria – regata passeio que faz história na vela de oceano carioca. Quarenta e sete veleiros formaram a flotilha que foi recebida com festa nas dependências do Paquetá Iate Clube. Tradicionalmente a regata é realizada no dia dos festejos de São Roque – padroeiro da Ilha de Paquetá – que esse ano acorreu nos dias 16 e 17/08, mas devido aos treinos para as Olimpíadas Rio 2016 o evento foi transferido. Mas o que quer dizer patescaria? Segundo os dicionários informais que circulam nos oceanos internéticos, patescaria é um piquenique marítimo e patesco é definido como sendo um marinheiro inexperiente. A Patescaria carioca é sim uma verdadeira festa no mar e, como bem disse um participante: “- Quem não foi, perdeu.”

Copa Brasil de Vela e a poluição

iatismo_baia

A poluição da Baía da Guanabara continua atormentando e tirando do sério velejadores e principalmente os competidores da Copa Brasil de Vela, que é uma prévia do que vem por ai nas Olimpíadas do Rio 2016. Mas, como esse é um problema em que o horizonte da solução ainda não se consegue avistar, e os homens de gravata não estão nem ai, só nos resta mesmo o rumo da reclamação e muitas vezes temos que ouvir alguém defender que poluição existe em todo lugar. É verdade! A Copa Brasil de Vela segue até o próximo Sábado, 20/12, e, deixando a sujeira de lado, os competidores são unanimes em elogiar o nível da competição que reúne os melhores velejadores do mundo. A imagem acima é do velejador Nick Dempsey, bicampeão mundial e medalha de prata em Londres 2015 na classe RS:X.