Arquivo da tag: oceano

Obrigado mar

IMG_0237

Obrigado mar, por nos proporcionar dias maravilhosos, por nos embalar com tanto carinho, por acalentar tão bem o nosso veleirinho, por tantas e boas velejadas, por nos ter trazido tantos e bons amigos e tantas e boas lembranças. Obrigado mar pelos momentos de aprendizado e por nos fazer reconhecer sua força e respeitar sua grandeza. Obrigado mar por nos permitir navegar sobre você e nos deixar passar sempre que precisamos. Obrigado mar e nos permita humildemente pedir para que continue nos recebendo nos próximos 365 dias. 

Anúncios

Coisas da natureza

IMG_0021IMG_0027

Claro que cansa! Podemos presenciar essa cena várias vezes durante as navegadas e em todas ficamos encantados diante dela. Pode ser apenas uma ave, duas, três ou um bando, a cena é simplesmente maravilhosa e nos faz refletir na magia em que foi criada a natureza. O descanso sem preocupação desses ágeis caçadores em meio ao oceano sem fim.  

Até tu golfinho?

golfinho doidão

Agora descobri porquê os golfinhos olham para a gente com aquela cara assim meio sei lá. Cara de Golfinho! Sempre achei eles meio largadões enquanto dão saltos exibidos a espera do aplauso da galera. Golfinho parece estar sempre num eterno paz e amor. Pois num é que hoje me deparei com um artigo do jornalista Charles Nisz, no site Yahoo! Notícias, falando que o golfinho é um grande usuário de “drogas” e por isso sai muito doido por ai a dar saltos e mais saltos até acabar o efeito da maldita, ou bendita. Pois é!  O jornalista pegou a notícia no jornal inglês Daily Mail, que publicou um estudo liderado pelo cientista Rob Pilley, que garante que o golfinho usa uma toxina existente no baiacu para se drogar e faz uso dela de forma compartilhada com todo o cardume. O barato funciona assim: O golfinho empurra o baiacu com o focinho e esse libera a toxina na água como arma de defesa, a substância provoca uma sensação de transe no golfinho que sai muito doidão a nadar e a saltar por 30 minutos. Os cientistas dizem que a toxina tem efeito semelhante ao LSD. Eita bichinho danado!