Arquivo da tag: marte

Feitiço

IMG_0006

Lua e Marte, não sei qual dos dois mexe mais com a nossa imaginação. Talvez a Lua, feiticeira das paixões, com suas fases lindas, enigmáticas e poéticas. Talvez Marte, avermelhado com a fervura dos nossos mais desejosos sonhos. Não sei, talvez um dia, quem sabe talvez, a humanidade consiga descortinar tantos mistérios, mas por enquanto, por muitos cantos e encantos, vamos seguindo assim, vasculhando o firmamento em busca de respostas que nem bem sabemos o que perguntar.

Anúncios

Olha Marte aí gente!

mars16Quem resolveu fazer sucesso em 2016 foi o planeta Marte e nesse finzinho de maio, o planetinha vermelho, que acostumamos a sonhar acordado em viagem interplanetária até ele, está dando um show apoteótico para cientistas, curiosos e afins. Eu faço parte dos afins, ou será dos curiosos? Sei lá! Vamos em frente. Do dia 22 passado até meados de junho das fogueiras, Marte estará todo amostrado fazendo pareia com a Lua de São Jorge no firmamento e bem pertinho de nós. Alias, pertinho vírgula, na verdade é um bem ali de matuto, pois a estrelinha vermelha estará a mais de 75 milhões de quilômetros de distância de nossas cabeças. Ufa! Os homens das ciências dizem que já faz mais de uma década que Marte não fica tão próximo da Terra e naquele tempo o bicho passou “raspando” a 55 milhões de quilômetros. Quem achar que a distância de hoje não merece a perda de tempo para olhar o céu, basta esperar até 2018 que novamente a distância será a mesma de dez anos atrás. Quem tiver a curiosidade de observar, basta olhar em direção a Lua e verá um astro muito brilhante ao seu lado. É ele! Quem quiser se aprofundar mais no assunto, basta navegar nos mares internéticos. Eu naveguei nos sites: G1 e tvi24

Do mundo da Lua, ou melhor, de Marte

MARTE

Vou sair um pouco do mar para dar um giro pelo espaço em busca de sinais que me levem a dar de cara com algum monstrinho orelhudo e verde. Fico aqui com meus botões a me perguntar: Por que será que todo desenho, ou filme, de seres espaciais eles são apresentados como cabeçudos, olhudos, braços longos e quase sempre esverdeados? Sei não viu! Algumas vezes, quando as pessoas ficam sabendo que moramos em um veleiro e navegamos dias e noites cruzando águas bem distante da costa, surge a pergunta: Vocês já viram disco voador? – O que? Pois é, somos mesmo uma raça cheia de estranhismos e tem até quem more em veleiro. Bem, antes de ir para o espaço vou dizer que hoje aprendi uma nova palavra – isso mesmo, uma nova palavra, pois não sou tão letrado assim. Pareidolia, fenômeno psicológico que faz com que tenhamos estímulos vagos e aleatórios com relação a imagens e sons. O fenômeno faz a gente olhar uma nuvem e avistar um animal ou outra imagem qualquer. Faz também com que pessoas executem músicas ao contrário e ouçam mensagem cifradas. É muita criatividade! Vamos lá: A imagem que abre a postagem foi enviada a Terra pela sonda robótica Curiosity, que vasculha o planeta Marte em busca de algo que aposto um doce que nem os cientistas sabem o querem. Quando a imagem caiu nas mãos dos “pareidólogos” – deve ser assim que denominam os estudiosos da pareidolia – os caras saíram cascaviando cada milímetro do retrato em busca de uma mísera fonte de vida, nem que fosse um caranguejo ou uma aranha. E num foi isso mesmo que os caras viram: Uns viram caranguejo e outros viram aranha.

A imagem ampliada de onde os “pareidólogos” perceberam os pernudos é essa ai ao lado, e sinceramente, vi, revi, tornei a ver e nada de enxergar um caranguejinho sequer. O astrônomo Seth Shostak, diretor do SETI Research, tratou logo de embaçar as lentes das mentes criativas e disse que tudo não passa de uma formação natural em Marte. O astrônomo disse ainda que semanalmente recebe mensagens insinuando alguma coisa e até peças de automóveis. Eh, acho melhor voltar para falar do mar!