Arquivo da tag: marina do engenho

Registros e lembranças de uma velejada

Outubro (80)

VIAGEM NO VELEIRO COMPAGNA

DIÁRIO DE BORDO

No final de outubro de 2015 embarcamos no veleiro Compagna, um Delta 36, a convite do comandante Braz, para levá-lo de Salvador a Paraty. Foi uma viagem maravilhosa em que registrei dia a dia em um diário.

20151024_09280220151024_092840

1º dia – 24/10

Saída do Aratu Iate Clube às 8horas e 40 minutos no rumo de Camamu/BA. A bordo os proprietários Braz e Cris, eu e Lucia. Vento ESE e mar de almirante. Velejada tranquila, porém, Braz e Cris tiveram leve desconforto com o fatídico enjoo, mas nada que tirasse o sossego de nossa velejada. Afinal de contas era o primeiro contato deles com o mar aberto e era de se esperar que o enjoo desse o ar da graça. Um peixe se encantou com a isca artificial e teve que ser embarcado. Chegamos à barra de Camamu com maré de enchente e às 21h20minutos jogamos âncora em frente à casa da saudosa Dona Onília Ventura, na Ilha de Campinho.

Outubro (85)Outubro (14)Outubro (40)Outubro (72)

2º dia – 25/10

Acordamos cedo, tomamos café e desembarcamos para rever e abraçar Aurora, uma das pilastras da Ilha de Campinho e, para mim, a melhor referência da Baía de Camamu. Em seguida fomos de botinho até a Ilha de Goio, onde passamos bons momentos entre banhos de mar e bate papo com o proprietário do único restaurante da pequena ilha, mais conhecido como Sr. Goio, que é uma figura. Retornamos ao Compagna para almoçar uma moqueca, preparada por Lucia com o peixe que pescamos. No fim da tarde eu e Lucia desembarcamos para despedir de Aurora e retornamos ao Compagna para o sono dos justos. Continuar lendo

Anúncios

Notícias do mar – IV

IMG_0042

Nesses tempos de facebook, whatsapp e outras mídias sociais os furos de reportagens passaram a fazer parte de um passado distante e quando queremos relatar o nosso dia a dia, aí é que o cheiro de mofo sobe no ar. Mas tem nada não, vou seguir o rumo e dar um ponto final nessa série de Notícias do Mar. O Rio de Janeiro continua lindo!   

20151106_09505120151106_100159IMG_0075

Na última postagem dessa série estávamos com a proa do Compagna apontada para o Clube Naval Charitas, em Niterói, e foi lá que aportamos no finalzinho da tarde do dia 04/11. Os anúncios de ressaca no mar do Rio de Janeiro continuaram sendo divulgados, via VHF, o tempo vestiu uma roupagem cor de chumbo e durante a noite choveu muito bem obrigado, porém, o vento e o mar continuaram incrivelmente tranquilos. – E a ressaca do mar? Sei lá! Assim que o dia amanheceu, reabastecemos o Compagna e tomamos o beco para o mar de Paraty, onde atracamos na Marina do Engenho na manhã do dia 05. A navegada, alias, motorada, porque o vento insistiu em não dar o ar da graça, foi muito gostosa e sobre um mar que desmentiu todas as previsões. Ainda bem!

IMG_0061IMG_0057IMG_0068IMG_0072

A região de Paraty é mesmo dotada de muita beleza e a mistura de aromas do mar e da mata, espalha no ar um perfume de encantamentos e nos faz sonhar acordado.

20151106_102936IMG_007720151106_213215

Na beleza de Paraty fomos recepcionados pelos amigos Carlão e Gisele, que vieram a bordo nos dar boas vindas e a noite organizaram um churrasco que teve a participação dos velejadores Maurício Rosa, Valmir e Dani. Foi uma noite de alegria, bons papos e degustada ao sabor de uma deliciosa Panceta.

IMG_0110IMG_0098

Bem, a viagem do translado do Compagna entre Salvador e Paraty foi maravilhosa e deixou saudades, mas a vida segue seu rumo e é chegada a hora de retorna ao nosso Avoante que ficou solitário nas águas da Bahia. Ainda terei muito a comentar sobre essa navegada e até escrevi um diário de bordo que em breve farei a publicação, porém, antes retornar resolvemos dar uma esticadinha até a marina Porto Bracuhy, para abraçar o casal Hélio Viana e Mara Blumer, veleiro Maracatu. Essa visita promete!