Arquivo da tag: lua azul

Lua, oh lua….

11 Novembro (227)

O que seria de nós, se não fossem as paixões? O que seria das paixões, se não fossem os sonhos? O que seria dos sonhos, se não fossem as curiosidades? O que seria das curiosidades, se não fosse nossa mente carregada com um turbilhão de emoções desconexas, mas que se agrupam com um simples click. Os baianos do Chiclete com Banana um dia cantaram assim: “…No mistério das estrelas, tento sonhos desvendar/entre lumes e cometas, vou ao espaço procurar/as lembranças tão perdidas, nos meus medos/ as mensagens que escorrem, entre os meus dedos/ viajando no luar, vou tentando te encontrar…”. Quantas luas viveremos? Não sei, pois isso são mistérios escritos nas estrelas,  mas que o nosso satélite natural é fascinante, isso ninguém duvida e tudo que vem no rastro de sua imagem flutuante no manto escuro do céu é um bálsamo para nossas viagens transcendentais. Hoje, 31/01, é dia de cascaviar nos mais recônditos recantos da imaginação e olhar para Lua de São Jorge, das bruxas, dos lobos, dos namorados,  dos magos, ou seja lá o que vier no imaginário do prateado dos seus raios, e o observar a beleza de mais uma Lua azul, que em alguns lugares do planetinha Terra se transformará em Lua de sangue, apelido que deram ao eclipse que ocorre durante a Lua azul. A última Lua de sangue avistada aconteceu em 1866 e quem não avistar hoje, terá que esperar até 31 de janeiro de 2037. Bem, antes de você abrir um vinho, ou colocar as cervejas para gelar, com a intenção de ficar com os olhos vidrados na Lua, é bom que se diga que no Brasil apenas os moradores de algumas cidades do Acre poderão apreciar a Lua de sangue, o restantes dos mortais das terras de pindorama terão que se contentar com o azulzinho dos raios. – E o que é Lua azul? – Vixi, esqueci de contar! É quando nosso satélite natural está em uma órbita mais próxima de nossa cabeça de vento, o que a torna 15% mais brilhante.    

Anúncios

Lua, oh lua…

IMG-20150731-WA0001Poetas, caretas, seresteiros, namorados, lobisomens, crédulos, incrédulos, bruxas, fadas, lobos, apaixonados e até aqueles que tentam demonstrar desinteresse diante das magias da natureza, estarão de olho vidrados na grande feiticeira dos mistérios do nosso planetinha perdido no espaço infinito do universo. Hoje, 31 de julho, Sexta-Feira, é dia da Lua Azul, fenômeno descrito pelos homens das ciências como sendo a segunda Lua durante o mesmo mês – a primeira foi dia 02/07. Mas ninguém se frustre ao olhar hoje para a Lua e não vê-la com um tom bem azulado, porque a expressão Lua Azul surgiu em 1946, quando um astrônomo pitaqueiro publicou um artigo numa revista americana em que afirmava que a segunda Lua do mês recebia esse nome. Palavra de pitaqueiro é uma peste para pegar como verdade! A Lua Azul não é um evento astronômico, mas sim uma falta de sincronia entre os desejos de grandeza do homem e as leis que regem a natureza – a grande mãe da razão. As fases da Lua duram 29,5 dias e o calendário gregoriano varia entre 30 e 31 dias, com o revolucionário mês de fevereiro fugindo da regra. Quem não conseguir ver a Lua Azul nessa sexta-feira, terá que esperar até o dia 31 de janeiro de 2018. Portanto: Bata os tambores, se apegue com seu santo protetor e torça para que São Pedro não resolva abrir as torneiras do Céu. Já ia esquecendo: Não esqueça de estar bem juntinho do seu amor. “… Lua, oh lua/Querem te passar pra traz/Lua, oh lua/Querem te roubar a paz…”