Arquivo da tag: litoral brasileiro

Chikun o que?

dengue4-marcelogrbh Caro leitor, não é preciso certificar se realmente acessou o blog correto, porque essa é uma postagem que deve interessar a todo mundo e principalmente aqueles que usam o mar e adoram ancorar suas embarcações em recantos isolados do litoral brasileiro. A Febre Chikungunya (Pense num nome esquisito?), que já atinge mais de 500 pessoas no Brasil e principalmente na Bahia, avança a passos largos nas asas do mesmo mosquito transmissor da Dengue e já pode ser considerada a doença do próximo verão. O nome é difícil sim, mas não devemos descuidar da prevenção e todos podem contribuir.

Saiba mais sobre a Febre Chikungunya

O que é?

A Febre do Chikungunya é uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya, que pode ser transmitida pelos mosquitosAedes aegypti e Aedes albopictus.

Como saber se tenho?

O vírus só pode ser detectado em exames de laboratório. São três os tipos de testes capazes de detectar o Chikungunya: sorologia, PCR em tempo real (RT‐PCR) e isolamento viral. Todas essas técnicas já são utilizadas no Brasil para o diagnóstico de outras doenças e estão disponíveis nos laboratórios de referência da rede pública.

Já existem casos no Brasil?

Até o dia 18 de outubro de 2014, o Ministério da Saúde registrou casos de Febre Chikungunya no Brasil, que ocorreram nos estados do Amapá, Bahia e Minas Gerais.

Como prevenir?

Como a doença Chikungunya é transmitida por mosquitos, é fundamental que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos nas suas casas e na vizinhança. As medidas que as pessoas devem tomar são exatamente as mesmas recomendadas para a prevenção da dengue, basicamente, não deixar acumular água em recipientes.

Quais os principais sinais e sintomas?

Os principais sinais e sintomas são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Entretanto, cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas.

Se um pessoa for picada por um mosquito infectado necessariamente ficará doente?

Não. Em média, 30% das pessoas infectadas são assintomáticas, ou seja, não apresentam os sinais e sintomas clássicos da doença.

Em que deve consistir o tratamento?

O tratamento sintomático é o indicado, ou seja, os sintomas são tratados com medicação para a febre (paracetamol) e as dores articulares (anti-inflamatórios). Não é recomendado usar o ácido acetilsalicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia. Recomenda-se repouso absoluto ao paciente, que deve beber líquidos em abundância.

Para mais informações, clik no link: Ministério da Saúde

Anúncios

O trimarã Nativo e a baía de Maiaú

Notícias circuladas a toque de caixa no dia de ontem, 12/11, dão conta que o trimarã Nativo, que havia naufragado na costa do Rio Grande do Norte, enquanto participava da Refeno 2014, foi encontrado no litoral do Pará. Os destroços do trimarã deram na Baía de Maiaú, no município de Bragança. A notícia do achado do que restou do Nativo deve ter causado o maior reboliço nos pequenos lugarejos nos arredores de Maiaú e até um professor da IFPA foi convocado para dar fim a peleja, pois corriam vários boatos cabeludos entre o mar e a floresta que deixou muita gente de orelha em pé. O professor Cristovam Diniz, quando viu os destroços tratou logo de desfazer o mistério e acalmar a galera.

Mas olhando para a imagem do satélite, que desenha parte da costa paraense, vejo o quanto o litoral norte brasileiro é lindo e totalmente desconhecido por parte dos velejadores. Até a flotilha de cruzeiristas, da qual faço parte há 10 anos, que adora ancorar em lugares encantados, se fecha em copas e só da conta do que acontece entre Angra dos Reis/RJ e Salvador/BA. Alguns quando saem em rota batida para circunavegar o mundo viram as costa para o litoral norte/nordeste brasileiro e tchau e benção. Naveguei um pouco nas águas digitais e pesquei algumas coisas sobre esse lugar encantado que tem a floresta amazônica como pano de fundo e fiquei maravilhado com o que li. Quem sabe um dia apareça algum fazedor de guia náutico interessado em desnudar os mares e enseadas do norte brasileiro. Quem sabe! A alma do trimarã Nativo, barco tem alma sim senhor, deve ter ouvido dos seres do mar que lá no Pará existia um bom lugar para o descanso eterno de um barco ferido e abatido. É foi justamente lá que ele aportou.        

Coisas do progresso

IMG_0019

Nada contra as fontes de energia renovável, mas o que estão fazendo com as dunas e matas virgens que são uma das molduras de beleza do litoral brasileiro é um crime ambiental que até agora passa despercebido do grande público. Montanhas de dunas estão sendo destruídas sem a menor cerimônia e o desmatamento, que não acontece somente no litoral, ameaça a fauna e a flora de grande parte do interior brasileiro, tudo para serem erguidas as torres dos geradores eólicos. Enquanto isso, os fiscais do meio ambiente apontam suas armas para os pequenos pescadores de lagosta e os caçadores de arribaçã. Mas como diz o ditado: “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa” . O homem, em pleno século XXI, ainda não aprendeu a lidar com o progresso sem precisar desmontar a natureza.

Coisas assim…

6 Junho  (126)

Sim, eu sei que você achou o barco muito bonito, apesar do jeitão esquisito de suas linhas meio sei lá, mas não é esse o motivo desse post. Já naveguei um bocado pelo litoral nordeste brasileiro e conheci muita coisa em minhas andanças de carro por ai, e tenho a consciência que não conheço quase nada, mas sou apaixonado por lugares como o da imagem acima e adoro quando o Avoante fica emoldurado por paisagens assim. Terra Caída/SE, um lugar onde a natureza esbanja fascínio.

Expedição Tranquilidade – IV

IMG_0126IMG_0120

A navegada do Tranquilidade pela Baía de Camamu foi repleta de bons momentos, belas ancoragens e muita alegria. A passagem pelas ilhas de Goió e Sapinho, em que o pequeno canal entre duas se configura numa das mais perfeitas ancoragens daquelas paragens, se deu em duas oportunidades. O local é realmente indescritível, mas está necessitando de mais atenção do poder público.

IMG_0221

O velho píer público onde outrora havia um pequeno pórtico dando boas vindas aos visitantes, com a frase: Sejam Bem Vindos a Ilha do Sapinho, não serve a mais ninguém, pois está em completo estado de penúria e abandono.

IMG_0187IMG_0189

Da bela e velha passarela, onde podíamos sentar em seus bancos de madeira para apreciar a paisagem e o pôr do sol, e que fazia a ligação entre o Sapinho 1 e Sapinho 2, restou apenas um monumento em homenagem a vergonhosa indiferença dos governantes municipais com a coisa pública e seus eleitores. Não queria ter que mostrar imagens como essas capturadas de um lugar tão fascinante como a Baía de Camamu, mas não poderia deixar passar em branco esses crimes de gestão pública. 

IMG_0193

Mas vamos seguir em frente e navegando por entre os mangues que margeiam o monumental Rio Maraú, pois a natureza não costuma desmanchar os prazeres dos homens, a não ser quando é agredida. Nosso destino no próximo post será um dos lugares mais exóticos e encantados e que fazem do litoral brasileiro uma das grandes maravilhas do mundo.

Tomando rumo nos mares da Bahia

image

“Vamos cumprir os destinos das embarcações” Com essa frase do velejador potiguar Myltson Assunção, que também está embarcado no veleiro Tranquilidade, um super catamarã BV 43, cruzaremos rumos e rotas pelas águas entre as Baías de Todos os Santos, Camamu e Tinharé, durante os próximos 10 dias. Fomos convidados pelo comandante Flávio Alcides para fazer a apresentação do Tranquilidade a mágica paisagem que faz de Camamu um dos mais fascinantes destinos náuticos do litoral brasileiro. A Baía de Camamu é a terceira maior baía do Brasil e lá o navegante encontra ancoragens de lavar a vista e que mudam definitivamente os destinos e sonhos de vida dos mais céticos. Quem quiser acompanhar a navegação, e a Latitude e Longitude, do Tranquilidade basta acessar o SPOT DO TRANQUILIDADE, que a partir de agora faz parte do nosso BLOGROLL. 

VAI AO MAR? OLHE O TEMPO.

O mar continua agitado em todo litoral do nordeste brasileiro com ventos de até 24 nós. A previsão é de fortes pancadas de chuva de Alagoas ao Rio Grande do Norte.  A situação é de ALERTA. Veja o que diz o CPTEC:

REGIÃO DO LITORAL BRASILEIRO – NORDESTE

– Hoje (17/06), os ventos sopram predominantemente de sudeste com velocidades de até 12 m/s ao largo do litoral da Região Nordeste. A altura das ondas continúa de até 2 metros ao largo do litoral de Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte. No sul, o mar encontra-se agitado devido a chegada de ondas vindo de sudeste, com alturas significativas acima de 2.5 metros. A situação é de ALERTA.

– Na sexta-feira (18/06), os ventos continurão soprando com intensidades de até 12 m/s e as ondas propagarão-se de sudeste com alturas significativas acima de 2.5 metros ao largo do litoral desde o norte da Bahia até Rio Grande do Norte. A situação ainda é de ALERTA.

– No sábado (19/06), a altura das ondas tenderá a diminuir ao largo do litoral desde o norte da Bahia até Rio Grande do Norte.

Obs: Texto referente ao dia 17/06/2010-11h43