Arquivo da tag: jeitinho brasileiro

De honestidade e espanto

IMG_0021

Um suposto diálogo que circula nas redes sociais entre um cidadão brasileiro, em visita a Suécia, é uma vendedora de bilhete para o metrô, em que o brasileiro questiona a inexistência de circulação de passageiros por uma catraca de passe livre, chama atenção para um mundo anos luz de distância do país de Pindorama.

Diante do caudaloso rio que banha a seara internética, fica difícil saber a veracidade do suposto colóquio internacional, mas as palavras trocadas no texto dão uma dimensão das nossas faltas e muitos usuários das redes multiplicam os repasses com palavras de espanto e carinhas raivosas, como se o problema fosse apenas de falta de educação e esta fosse apenas uma deficiência alheia. Na conversa na estação do metrô de Estocolmo, diante da pergunta do brasileiro, a vendedora de bilhetes explica que a catraca de passe livre é destinada as pessoas que por algum motivo não tenham dinheiro para pagar. O brasileiro, acostumado com o velho jeitinho, elevou a sobrancelha e perguntou: – E se a pessoa tiver dinheiro, mas simplesmente não quiser pagar? A vendedora respondeu na bucha: – Mas por que ela faria isso? Sem mais perguntas, o brasileiro pagou sua passagem e seguiu viagem.

O texto prossegue falando que honestidade é um dos valores mais libertadores que um povo pode ter, o que é uma verdade irrefutável. O diálogo não me causa espanto, o que me traz esse sentimento é quando o vejo estampado em alguns perfis em que o usuário bate o prego e dobra a ponta e afirma, em letras garrafais, que tal político, mais enrolado do que palha de aço, lhe representa. Juro que tenho dó, não dele, de mim!

Nelson Mattos Filho

Anúncios