Arquivo da tag: Ilhéus

Notícias do mar – II

IMG_0253IMG_0385IMG_043420151031_145926

Depois de passar por Camamu, Ilhéus e Abrolhos, atracamos hoje o veleiro Compagna no Iate Clube do Espírito Santo. Até aqui os ventos e o mar foram maravilhosos com a gente e nem uma pauleira que nos pegou de surpresa na segunda noite em que dormimos fundeados em Abrolhos, como também a proibição sem nenhum sentindo para o desembarque na ilha Santa Bárbara, conseguiu tirar o brilho de nossa navegada. Amanhã vamos ganhar novamente o mar no rumo do Rio de Janeiro e tomara que o tempo continue a nos acariciar.   

Anúncios

Notícias do mar

IMG_0384

Hoje ancoramos em Ilhéus/BA depois de passar em Camamu – minha paixão. Estamos levando o veleiro Compagne, um Delta 36, de Salvador para Parati, numa viagem que tem sido, até aqui, um grande deleite. Amanhã tomaremos o rumo de Abrolhos e depois Vitória. Assim que der, contarei tudo dessa velejada. 

Uma palinha sobre o Cruzeiro Costa Leste 2014

Foto: Flotilha Costa Leste em Ilheus

Dia 04 de Julho noticiei que a flotilha do Cruzeiro Costa Leste 2014 estava atracada no Iate Clube do Espírito Santo e a postagem rendeu alguns comentários de leitores interessados em saber sobre o evento e até mandar recado para comandantes e tripulantes dos veleiros participantes. Depois de mais de dez dias em Vitória a flotilha tomou o rumo do arquipélago de Abrolhos e logo depois jogou âncora em Ilhéus/BA, conforme a imagem copiada do perfil de uma página social do velejador Ricardo Amatucci. Mas tudo isso eu fiquei sabendo garimpando nas páginas das redes sociais, porque o site e blog da ABVC, Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro, organizadora do Cruzeiro, misteriosamente não comunica uma linha sequer sobre o evento que tem como objetivo principal divulgar a vela de cruzeiro no Brasil. 

De Angra dos Reis até Ilhéus

clip_image002

Essa é mais uma boa história de velejada enviada pelo amigo Danilo Fadul (Veleiro Farnangaio) para a nossa seção Conte Sua História. Faz tempo que Danilo mandou o texto, mas ele havia mergulhado na bacia das almas do meu computador e somente agora consegui resgatá-lo, espero que Danilo me perdoe. A história e bem educativa para quem pretende subir a Costa Leste do litoral brasileiro no verão e foi escrita em uma linguagem simples e prazerosa.

DE ANGRA DOS REIS ATÉ ILHÉUS

Danilo Fadul

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014.

Durante o dia, fiquei com o eletricista (Mike – “máique”) e o mecânico da Yanmar, Lao, fazendo alguns ajustes no alternador e correias que Fernando havia solicitado. Aproveitei para mergulhar e verificar o fundo do barco. Uma tartaruga “bôba” insistiu em ficar me observando.

Fernando chegou no começo da tarde e aproveitamos para fazer compras e abastecer o barco com óleo e água.

clip_image002[6]

21/02/2014 13h00 Vista da baia de Angra com o “Waterproof” no centro.

Barco: Lagoon 380 com 2 motores Yanmar 30 Hp.

Todos os equipamentos da Raymarine: Chartplotter GPS C80 integrado a radar Tridata;

Ecosonda, Speedômetro e Termômetro de água ST60;

Piloto automático ST6001; Pode seguir rumo ou direção do vento.

Wind ST60 também integrado.

Cartas náuticas de toda a rota incluídas no CHARTPLOTTER.

Tripulantes: Fernando, proprietário do barco e eu, Danilo.

clip_image002[8]

Saímos de Angra por volta das 17h00, 23° 0.895´S – 44° 18.029´O, como eu nunca havia velejado naquela região, Fernando aproveitou para dar uma entrada no Saco do Céu. Realmente é uma região belíssima (23° 6.453´S – 44° 12.646´O).

Ao escurecer, já estávamos no caminho da ponta da Restinga da Marambaia. As 20h00 passamos pela ponta e Fernando foi descansar. Combinamos turnos de 3 horas. A noite estava fria para os padrões da Bahia. Talvez 19°. Tive que colocar um agasalho. Cruzamos com alguns navios pequenos e rebocadores, mas nenhum na rota direta. Entreguei o timão às 23h00 e retomei às 2h00 do sábado.

Sábado, 22 de fevereiro de 2014.

Nesse ponto já tínhamos as Cagarras no través de bombordo e todo o Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca e Zona Sul. Esse trecho, até o amanhecer, foi mais carregado. Muitos navios e, pelo menos, duas plataformas ancoradas fora da baia de Guanabara. Passei há umas 9 milhas da costa, mas mesmo assim tive que fazer alguns ajustes na rota. Quando o dia clareou, o último navio já estava a sota de nosso rumo.

No través, a praia de Itacoatiara e as ilhas Mãe e Filha de Maricá. Coloquei as linhas n´água às 5h30 e as 7h00 começamos a ver muitas aves e logo depois muitos golfinhos cercando alguns peixes médios, de aproximadamente 1 kg. Talvez cavalas pequenas ou atuns tipo bonitos. Como nosso equipamento de pesca era leve, não tinha iscas para mar azul. Todo o tempo, desde a saída da baía de Angra, o vento permaneceu de leste, 100% contra nosso rumo. Motoramos e sempre mantínhamos a mestra armada dando bordos longos e mantendo o barco bem confortável.

Ao meio-dia o vento começou a apertar e chegou aos 17 nós reais, sempre “de cara”. Tinha a esperança do leste se manter depois da passagem por Cabo Frio e então podermos trabalhar o rumo numa orça não muito apertada. Depois do almoço fui descansar e quando acordei estávamos a 3 milhas da Ilha de Cabo Frio com vento real de 35 nós e aparente de até 47 nós. Sempre de cara. Nosso destino era o porto de Cabo Frio para abastecermos de óleo e água. A entrada do canal da Ilha foi espetacular (22° 59.894´S – 42° 0.770´O). Muitas anchovas saltando, alguns barquinhos pescando, muitos pescadores nas encostas de pedras e o mar fervendo de espuma branca devido ao vento canalizado. Continuar lendo

Notícias! Poucas, mas boas

IMG_0299

Pois é, faz tempo que não apareço por aqui, mas quem nos acompanha através do link ONDE ESTÁ O AVOANTE, já deve saber que estamos em Vitória/ES, onde atracamos o veleiro Naumi que estamos levando para o Rio de Janeiro. Até aqui a navegada tem sido maravilhosa, com vento a favor e tenho muita coisa para contar. Nessa velejada temos a companhia do casal Lourdes e Rolim, veleiro Compostela, que convidamos para seguir com a gente até a cidade maravilhosa.

IMG_0148IMG_0085

A primeira parada foi na apaixonante Ilha do Campinho, na encantada Baía de Camamu, para um abraço apertado na amiga Aurora, que não deixou por menos e festejou a nossa visita com muita moqueca e alegria.

IMG_0179 

De lá tomamos o rumo da bela e instigante Ilhéus de amores e paixões.

IMG_0210

Mais umas milhas a frente e mergulhamos nas águas da Praia de Santo André, um recanto gostoso e paradisíaco do gostoso litoral baiano e bem juntinho da história do descobrimento, ou achamento, do nosso Brasil.

IMG_0275

Poderíamos ter dado um pulo e ter visitado as belezas naturais do Arquipélago de Abrolhos, que fica bem na direção desse belo nascer do Sol, mas o tempo para a gente já vai ficando curto, a meteorologia anuncia mudanças e infelizmente vai ficar para outra oportunidade.

IMG_0284

Por enquanto estamos no Iate Clube do Espírito Santo, olhando atentamente para o céu e tentando decifrar o que dizem as nuvens escuras, os relâmpagos e os trovões que ameaçam mudar completamente a tranquilidade de nossa velejada.