Arquivo da tag: ilhas virgens britânias

A fera está solta

mapserv

Haverá quem diga que ultimamente só falo em furacão, mas fazer o que, se a natureza decidiu exibir forças? Aliás, tem terremotos também e o México hoje, 19/09, está sofrendo horrores com um tremor de 7,1, na escala Richter, justamente quando o país lembrava o aniversário do grande abalo de 1985. Diante de todo poderio da Mãe Natureza, ainda tem uns malucos se achando, só porque tem umas bombas escondidas na manga. Pois bem, o furacão Maria chegou, chegando e entre altos e baixos, mais alto do que baixo, vai arrasando tudo o que já estava arrasado e urrando pelos quatro ventos. A fera é cruel e, segundo os estudiosos, terrivelmente desalmada. As ilhas Dominica, Guadalupe e Martinica quase foram riscadas do mapa por ventos de mais de 270 km/h e agora Maria aprumou o rumo para Porto Rico, onde o governo espera atônito e já preparou mais de 500 abrigos, com capacidade para 67 mil pessoas. As ilhas Virgens Britânicas estão na mira e pedem clemência, porque a devastação do Irma nem chegou a ser contabilizado. A imagem do satélite GOES-16 mostra nitidamente o rosto desfigurado da fera Maria espalhando brasa por onde passa e logo atrás tem alguma coisa mal encarrada se formando. Eparrêi ó Iansã!  

Anúncios

Furacão Irma chega ao topo da escala

21317978_10212680268153270_6313882639634243536_n

O furacão Irma, que avança sobre o mar do Caribe no sentido da costa dos EUA, está sendo considerado, segundo os cientistas do tempo, o de maior poder de destruição dos últimos anos e chegou a categoria 5, topo da escala Saffir-Simpsonque, que mede a intensidade dos furacões.    O bicho é feio, tenebroso, extremamente violento e produzindo ventos de mais de 251 km/h. É a natureza mais uma vez demostrando sua força diante de meia dúzia de homens sem noção e “donos” de nações, que se acham deuses e arrotam o poderio avassalador de suas bombas, como se nada pudessem intimidá-los. Torcemos que a mãe natureza tenha piedade daqueles que estão no caminho do Irma e que após sua passagem o mundo possa refletir suas ações, coisa difícil de acontecer, mas a gente pede. Nas redes sociais, moradores e visitantes das áreas a serem atingidas pedem clemência em postagem assustadas e aflitivas, como a do casal Mauriane e Luiz, do veleiro Cascalho, que estão nas Ilhas Virgens Britânicas. Desejamos paz, tranquilidade ao casal e que a mãe natureza seja complacente. 

“É esse o cara que tá chegando, sem ser convidado, sem ter visto de entrada, e que tá bagunçando a vida de todos por aqui. É um furacão de categoria 4 e nominado Irma. Ele chega trazendo ventos fortíssimos de mais de 235 quilômetros por hora, que se movimentam de maneira circular, no sentido anti horário e ao redor de um centro chamado olho com quase 50 quilômetros de diâmetro neste caso. Chega trazendo muita chuva e ondas muito grandes. As Ilhas Virgens Britânicas onde estamos devem ser severamente atingidas.
Estamos preparados da melhor maneira na medida do possível.
Nos dobramos a força e a fúria da mãe natureza e rogamos a Deus pelas vidas de todos os que estão no caminho deste monstro. Que possamos acordar sãos e salvos desse pesadelo. Amém!” Luiz e Mauriane