Arquivo da tag: filipinas

Tufão Mangkut

lyt0cw83pcybsragebkiO Brasil ardendo no fogo da discórdia e eu aqui falando de furacões. Mas num se avexe com isso não, porque depois de viver um bom tempo da vida a bordo de um veleiro de oceano, a gente fica mesmo com a cabeça cheia de vento. Pois bem, o furacão Florence cisca com as sete bexigas sobre o terreiro de Tio Sam, assoprando ventos de mais de 170 km/h e em sua trajetória de terror, já ceifou algumas vidas inocentes e ameaça inundar cidades inteiras. Porém, dizem os entendidos, que o monstro está perdendo forças, mas continua ameaçador. Já para os lados da Ásia, quem urra mais alto do que  Florence é o tufão Mangkut, trazendo ventos de mais de 230 km/h e ameaça passar com tudo sobre as Filipinas, do metido a brabo, Rodrigo Duterte.  Alguns dizem que é a natureza em fúria e tem até quem aposte num castigo dos céus, mas eu me apego mesmo é com os ciclos precisos da mãe natureza e estamos justamente no período dos tais fenômenos, uns mais valente, outros mais mansos e assim vamos seguindo e contando a história. – E o que danado é furacão e o que “bixiga” é tufão? – Um mais um é dois e dois mais dois é quatro. Os dois são tempestades tropicais, só que no Oceano Atlântico Norte e no Nordeste do Oceano Pacífico, a fera se chama Furacão. No Noroeste do Pacífico, o bicho é conhecido por Tufão. No Brasil o bicho vira ciclone, saci, cruviana, pé de vento e assim vai.      

Tufão Rammasun / Natureza em fúria

Tufão ergueu e jogou barco em área da Baía de Baseco. (Foto: Romeo Ranoco / Reuters) Na semana passada noticiamos aqui a violenta passagem do tufão Neoguri sobre o Japão causando destruição, mortes e assustando o mundo com cenas fortes do desespero da população e dos escombros espalhados por todos os cantos. O Neoguri deixou seu nome cravado na história japonesa e agora mais um tufão assusta o mundo asiático com ventos de mais de 250 quilômetros por hora e dessa vez o cenário é a República das Filipinas, um vasto arquipélago do Sudeste Asiático, região também conhecida por Insulíndia. O tufão que castiga as Filipinas foi batizado de Rammasun, que em tailandês quer dizer Deus no Trono, e já causou a morte de 13 pessoas, deixando milhares de desabrigados e novamente paisagens assustadoras de devastação. Vilarejos pesqueiros localizados no leste filipino foram devastados e barcos foram jogados em terra pela força do tufão, como mostra a foto de Romeu Ranoco/Reuters. O tufão Rammasun chegou enquanto o país ainda se recuperava dos estragos causados pelo tufão Haiyan, que em novembro de 2013 causou a morte de mais de 6 mil pessoas, milhares de desaparecidos e mais de 29 mil feridos. A temporada de tufões nas Filipinas começa em Junho e termina em novembro. Geralmente de 15 a 20 tufões atingem anualmente o país. Fonte: G1