Arquivo da tag: descaso governamental

Veredas

P_20170819_125055

Há muito planejo levar esse blog por estradas não tão salgadas, mas sempre que tento apertar o passo, bate um certo rebuliço nos miolos e retorno correndo para as veredas oceânicas, onde as coisas são mais normais e menos letais. – Mas por que não? – Pois é, por que não? – Bem, vou tentar! O Rio Grande do Norte, o meu torrão natal, tem algumas particularidades que merecem estudos relevantes, mas antes que baixe o santo guerreiro na alma dos caboclos bairristas, digo que o Brasil inteiro precisa sim de um reestudo e esse precisa vasculhar as entranhas. Porém, para não meter a bota no terreno de ninguém e cada um que cuide do seu terreiro, vou me apegar apenas aos limites do mapa do elefante, pois isso já me basta. Rapaz, o ufanismo papa jerimum é delirante e ai de quem duvidar. Dia desses, observado a discussão de um grupo de cidadãos, escutei a seguinte pérola dita com um entusiasmo sem precedentes: “…meu amigo, o RN é um estado rico, tão rico que estamos em primeiro lugar em violência.” Levantei a vista, respirei fundo e saí de fininho para não ter que falar besteira. – Sim, mais e aí? – Calma que isso foi só para engrenar! – Agora vou passar a segunda. A imagem que abre essa postagem desinteressante é da estrada RN 120, que corta os sertões da região do Mato Grande, bastaria ela para mostrar o descaso que estou cheio de dedos para comentar. – Homi, deixe de coisa e desembuche logo! Pois bem, a RN 120 é o próprio descaso , ou melhor, é o retrato da “importância”, para não dizer o contrário, que nossos governantes dão ao festejado progresso. As margens dessa rodovia está sendo erguido um dos maiores parques eólicos do país e por ela circulam diariamente dezenas de super carretas, carregadas de monstruosos equipamentos. Além das carretas, centenas de caminhões menores e outra centena de automóveis disputam o mísero espaço de uma estrada que não oferece a mínima segurança para o tráfego a que está submetida. Não tem acostamento, é estreita, não tem sinalização adequada, precisa urgentemente de recapeamento, animais pastam nas margens ou passeiam no meio da pista, não tem policiamento e tudo funciona ao deus dará. É uma lástima! Na minha singela e desimportante opinião, a melhoria da estrada era ponto primordial para a instalação do gigantesco parque eólico e não submeter os usuários as agruras dos inevitáveis acidentes e sustos. O que acontece na RN 120 é um desrespeito, uma irresponsabilidade, uma falta de vergonha na cara, um desgoverno e tudo aliado a leniência dos órgãos de fiscalização. Pronto, falei!        

Anúncios