Arquivo da tag: crime banal

O desaparecimento da aventureira foi mais um crime banal. Mais um!

 

caiaque02A polícia da Amazônia anuncia que o caso da canoísta britânica Emma Kelty, 43 anos, desaparecida no rio Amazonas, foi mais um dos crimes “banais” que acontecem a cada segundo nas ruas das cidades brasileiras, do qual já sabemos o enredo e o desfecho: O choro de uma família e amigos; Promessas sem nenhuma pressa; A mão passada pela cabeça da “criança” desfavorecida que cometeu o crime; Ponto final e vira a página para o próximo. É assim e nada de reclamar ao bispo, viu? A aventureira britânica foi morta por causa de um celular e uma câmera GoPro e seu corpo foi jogado no rio Solimões. – Uma GoPro? – Sim, pois em nossas ruas num tem gente que morre por nada e ninguém faz nada? –Uma GoPro é uma GoPro e o “menor infrator” queria, por que queria, matou e pronto!  – E teve ajuda? – A polícia diz que teve, mais quem matou foi o “menor” e acabou-se o que era doce. Pois é gente, Emma Kelty morreu por nada, apenas por se “atrever” a remar solitária pelos recantos de um Brasil sem dono, sem lei e sem vergonha. Se fosse caminhando em nossas ruas, talvez tivesse o mesmo destino desumano, mas não, foi em plena selva amazônica, um mundo que o mundo só lembra que existe quando algum ecologista grita que derrubaram uma árvore qualquer. Na selva brasileira matam aventureiros, matam índios, matam grileiros, matam sem terra, matam fazendeiros, matam jornalistas, matam juízes, matam militares, matam tudo e todos, mas o que dá notícia mesmo é a derrubada de uma árvore ou algum plano mal arrumado de demarcação. Emma foi mais uma e não será a última! – Dizer o que?  – Fique em paz aventureira, pois, envergonhado, não tenho mais nada a dizer!  Fonte: BBC Brasil     

Anúncios