Arquivo da tag: canjica

Viva!

20160623_104404

Bem, a vida segue em frente e chegou a hora de retomar o rumo, porém, sem antes deixar de agradecer a todos que mandaram mensagens de apoio e carinho e que nos deixou com o coração apertado de emoção. Continuamos com a certeza de que a vida sobre as águas do mar é bem mais interessante e fascinante do que a oferecida pelas cidades, mas tudo bem, vamos tentar caminhar e reaprender coisas que há muito deixaram de fazer parte de nossas vidas. O melhor de tudo foi ver a alegria estampada no rostinho de minha Ceminha, quando entrei em sua casa e disse que havia retornado. Ceminha, como toda Mãe, sofria calada, mas jamais deixou de sorrir, porque sabia que Nossa Senhora me protegeria de todo mal e intercederia para que o mar sempre me permitisse a passagem. Como é gostoso o afago de carinho de uma Mãe! Como é gostoso sentir o calor de seus abraços! Como é gostoso ouvir sua voz e sentir o cheiro de seu corpo! Como é gostoso alisar seus cabelos! Como é gostoso uma Mãe e poder chamar seu nome! Hoje estou aqui, em sua casa, e a espera de saborear suas deliciosas canjicas de véspera de São João. A canjica da Ceminha não existe igual! Porém, a canjica de hoje não sairá de sua mão mágica e sim das mãos de minha irmã Grace, que aposta todos os milhos que aprendeu de cor e salteado a receita e aprendeu mesmo, pois se não for igual é pareia. Digo porque saboreei a prova e aprovei. Viva São João e viva minha Ceminha!

Anúncios

Coisa boa que só.

uma tarde de canjica (2)

Você deve estar se perguntando o que danado faz essa panela de canjica no Diário do Avoante. É apenas para lembrar que o próximo mês é Junho. Junho das festas juninas, do milho assado na brasa, do bolo pé de moleque, dos balões, do forró pé de serra, das quadrilhas, da quentura do quentão, da pamonha, das bandeirinhas coloridas, dos foguetes, das novenas, das fogueiras, da sanfona, do colorido das festas do interior, de João, de Pedro, de Antônio, do carneirinho e da canjica de sabor sem igual produzido por minha Ceminha. Eita mês arretado de bom! Que venha em paz!

Se avexe não que mês que vem é Junho!

uma tarde de canjica (12)

Você deve estar se perguntando: O que danado tem haver esse prato de canjica no Diário do Avoante? É apenas para lembrar que mês que vem é Junho e eu não resisto a essa delícia produzido por minha Mãe. Podem ficar com água na boca!