Arquivo da tag: américa do sul

Soam os tambores

ilhas malvinasRio-SilalaPelo ardor das discursões e o fervor com que estão sendo desfradadas as bandeiras, parece que os aminos estão exaltados entre os generais dos países latino americanos. A Argentina que nunca perdeu as esperanças em reconquistas as Malvinas, agora recebeu um aceno positivo vindo da ONU que reconhece sua soberania sobre o pedaço de mar em que se encontram as ilhas ocupadas pelos ingleses e que já foi palco de guerra, em 1982, entre as duas nações. A Bolívia, que nunca desistiu de ter uma brechinha de seu território banhado pelas águas do Pacífico, bate o pé no chão e faz cara feia para os chilenos numa disputa pelas águas do rio Silala, que nasce na Bolívia, mas escorre para o oceano através das terras do Chile. Por enquanto as brigas se restringe aos palanques e tomara que continue assim, pois o que menos precisamos no momento é de um guerra próximo as nossas fronteiras. 

Anúncios

O Menino vem ai

Copiei essa imagem do blog Geografia Hoje, para comentar sobre o fenômeno meteorológico El Niño que, segundo a ONU, nesse ano de 2014 voltará a castigar o continente sul americano e consequentemente o Brasil, trazendo impactos na agricultura, causando inundações, desabastecimento de água e mexendo na infra-estrutura dos países atingidos. O fenômeno El Niño foi assim denominado por pescadores da costa oeste da América do Sul por ocorrer normalmente no fim do ano e perto do Natal, daí a designação O Menino, em referência ao Menino Jesus. Porém, o fenômeno climático não trás a multiplicação dos peixes que foi um dos milagres de Jesus, pois esse é um período de pouco trabalho para os pescadores peruanos e chilenos. O fenômeno não tem uma causa lógica e ninguém até hoje conseguiu provar o porquê dele acontecer. É sabido apenas que ele acontece devido a um aquecimento anormal do Oceano Pacífico e uma diminuição da força dos ventos alísios tão comuns na costa leste do Brasil, mas tudo para por ai. Essa anormalidade climática faz acontecer secas e enchentes em várias partes do mundo em intervalos que variam de dois a sete anos. A ONU diz que existe 80% de chance do El Niño ressurgir este ano, mas que será de intensidade moderada. Agricultores brasileiros, principalmente os nordestinos, já olham para o Céu em busca de sinais reconfortantes. Todos se lembram muito bem das secas castigantes provocadas pelo Menino. Veja mais no blog Geografia Hoje e Wikipédia.

Terremoto abala o Chile e trás medo a costa oeste da América do Sul

terremoto_chileO terremoto que abalou o Chile na noite da última Terça-Feira, 01/04, além de destruição e medo nos países da costa oeste da América do Sul, trouxe preocupação a comunidade náutica brasileira. Alguns veleiros de bandeira brasileira se encontram navegando naquela área e alguns já mantiveram contato, através das redes sociais, dizendo que por enquanto está tudo bem, mas que receberam ordem de se afastar da costa por 20 milhas náuticas e se manter na profundidade de 100 metros. O terremoto de 8,2 graus, com epicentro a 85 km da costa, 10 km abaixo do solo oceânico, sacudiu o norte do país e as autoridades alertam para o risco de tsunami nos 4 mil quilômetros de extensão da costa. Além do Chile, as regiões costeiras do Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica e Nicarágua estão em alerta.