Arquivo da tag: alerta de ressaca

De olho nas forças da natureza

mapservA meteorologia pela América do Sul e Caribe, como mostra a imagem do satélite, está instável  nesse último dia de Outono. Os caribenhos estão de orelha em pé com a chegada, nas próximas horas, de uma forte tempestade tropical, porém, as notícias esperançosas dos velejadores brasileiros, que navegam por lá, é que tudo ficará bem. anima_altura   No litoral do Brasil as ondas estão crescendo e devem alcançar, em alto mar, a marca dos 3 metros de altura, o que deve levar a Marinha emitir aviso de ressaca e mar grosso. No Sudeste a agitação está forte e pelo Nordeste moderada, situações que merecem atenção redobrada por parte do navegante.br1O gráfico da chuva mostra que o litoral e boa parte da região Norte terão chuvas no primeiro dia do Inverno, mas o sertão nordestino, que está clamando por uma chuvinha abençoada, a situação é crítica, pois as chuvas que tem caído não conseguem manter o chão molhado por mais de dois dias.

 

Anúncios

Aviso aos navegantes – Alerta de ressaca

8 Agosto (16)

A Marinha do Brasil emitiu aviso de ressaca entre os dias 31 de março e 2 de abril, com ondas de mais 2,5 metros, entre Touros/RN e Ilha de Santana/MA. A recomendação é que embarcações de pequeno porte evitem navegar nesse período e os comandantes das demais, verifiquem o material salvatagem, motores, bombas de esgoto, rádios e demais itens de segurança.  

Aviso aos navegantes

anima_alturaEh, o tempo está bem esquisito mundo afora e nem as melhores melhores previsões resistem a um dia sem precisar de atualização. Pois num é que a força dos ventos que sobem a costa da América do Sul tomou gosto e pisou firme no acelerador assanhando o mar e fazendo as ondas subirem a mais de 3 metros pelo sul, sudeste e até a quarta-feira promete fazer chafurdo por Fernando de Noronha. Segundo os gráficos do CPTEC/Inpe, o mar da ilha maravilha deve chegar a mais de 2 metros de altura e os ventos oceânicos devem soprar a mais de 18 nós de velocidade. A flotilha da Refeno que está em Noronha deve ficar alerta. Já um pouquinho mais para cima, mais precisamente na altura de Trinidad e Tobago, um ciclone está tomando forma e deve atingir a região entre quarta e sexta-feira, com ondas de mais de 9 metros e ventos na marca acima dos 40 nós. Aliás, faz tempo que furacões não chegam a Trinidad. 

Aviso aos navegantes – Alerta de ressaca

20160625_163654

A Marinha do Brasil alerta para ocorrência de ressaca entre Touros, litoral do Rio Grande do Norte, e Aracaju, capital sergipana, entre os dias 23 e 26 de julho. A previsão é de ondas entre 2 e 2,5 metros de altura. As Capitanias dos Portos dos estados em alerta pede que pequenas embarcações evitem navegar enquanto durar o aviso e demais embarcações redobrem a atenção, verificando material de salvatagem, motores, casco, bomba de esgoto e rádios.

A ressaca no Rio de Janeiro

A ressaca do mar ocorrida dia 12 de junho no Rio de Janeiro, que assustou banhistas, provocou estragos e fez a galera do surf pensar que estava nas ondas havaianas, deve se estender até a próxima terça-feira, 14, e promete deixar umas ondinhas atrasadas para a quarta-feira. Os relatos do dia 12, dia dos namorados e véspera de Santo Antônio casamenteiro, falam em ondas de até 6 metros e o que me chamou atenção foi o grande número de pessoas posando diante da força da natureza para tirar um retratinho e mais do que ligeiro postar no WhatsApp. Parece que o povo esqueceu rápido o desastre ocorrido no mesmo Rio de Janeiro no mês de abril, onde a negligência das autoridades acarretou dor, indignação e tristeza. Gente, com o mar não se brinca e muito menos quando ele está furioso! O espetáculo pode ser bonito de ser visto, mas diz o bom senso que de bem longe. Bem, a animação do Cptec/Inpe diz como estará o mar pelo litoral sudeste durante a semana que se inicia e o gráfico abaixo indica como as ondas e o vento se comportarão.

image

Aviso de mar grosso

A Marinha do Brasil alerta para a ocorrência de ondas de até 3 metros de altura no litoral do nordeste, a partir desta terça-feira, 14/07. As Capitanias dos Portos orientam que embarcações de pequeno porte evitem o mar aberto, mas se for o caso, os comandantes devem observar o material de salvatagem, o estado dos motores e cascos, bomba de esgoto, equipamentos de rádio e outros itens de segurança. Além de todo esse checklist, o comandante deve ter certeza de que sua experiência náutica permite navegar em situação extrema. A animação gráfica foi copiado do Cptec/Inpe.