Arquivo da categoria: Charter

Charter no Avoante

14519673_1437890319558392_4923049957171586231_nBem, acho que não é mais novidade que o Avoante não é mais nosso e que estamos cumprindo um retiro voluntário em um ranchinho de praia no litoral norte do Rio Grande do Norte, porém, o Jandir Junior, o novo comandante do Avoante, continua oferendo charter e passeio pela Baía de Todos os Santos, um dos mais lindos e fascinantes lugares do mundo, a bordo desse veleiro que é só alegria e aconchego. Quer saber mais? Ligue para o Jandir, (71)99123-3973 / (71)98774-0461, e faça sua reserva.  

Anúncios

Um passeio em família

IMG_0297

Tivemos a alegria de receber a bordo durante a Semana Santa os sobrinhos Gilmar, Grace, Giulia e Giovana, que vieram de Brasília para uns bordos pelos canais da Baía de Tinharé, que tem o Morro de São Paulo como um dos destinos mais desejados pelos turistas que chegam a Bahia. Foram quatros dias de alegria e que teve início em Salvador, dia 24/03, quando a família embarcou para uma velejada gostosa até a Gamboa do Morro, que serviu de base para nosso passeio. Sempre ancoramos na Gamboa, porque a ancoragem em frente a vila de Morro de São Paulo não é das mais favoráveis devido ao grande número de embarcações de transporte e passeio que ancoram por lá e não respeitam os limites de velocidade próximo as ancoragens. Aliás, a falta de educação náutica por parte de comandantes de lanchas, motos aquáticas e embarcações de transporte é um tema recorrente e que passa incrivelmente despercebido diante do nariz das autoridades marítimas. 

20160324_12511620160324_173651

A velejada de Salvador a Morro – como a região é batizada pelo povo do mar – é simplesmente fantástica, desde que feita em época certa e seja observada as condições meteorológicas. São 30 milhas náuticas de mar aberto, vento brando e mar de almirante, onde invariavelmente podemos fisgar um peixinho para alegria da tripulação. Alguém há de perguntar:  – E o tempo de velejada? – Bem, tudo vai ficar por conta do vento e do mar, mas normalmente é feita na média de 6 horas de barra a barra. Porém, temos que levar em conta o porto de saída. Se a saída for da Baía de Aratu, onde se localiza o Aratu Iate Clube, a marina Aratu e a marina Ocema, acrescente ao tempo de velejada umas quatros horas, porque a distância até a Barra de Salvador é em torno de 15 milhas. Uma milha náutica equivale a 1,852Km. Chegamos ao Morro no comecinho da noite da quinta-feira, 24/03, com maré de vazante e Lua cheia.

IMG_0300IMG_0302IMG_0303IMG_0286IMG_0308

Na Sexta-Feira da Paixão navegamos até a cidade de Cairu, mas não desembarcamos. Primeiro que Lucia serviu uma deliciosa moqueca de peixe com camarão seco defumado, que degustamos ancorado em frente a bela cidade histórica. Não é fazendo inveja, mas a moqueca estava de-lí-ci-o-sa. O segundo motivo foi que a tripulação iria fazer o passeio, no dia seguinte, em volta da ilha de Tinharé, a bordo de uma lancha rápida e uma das paradas era justamente em Cairu. Diante disso, e com o sabor da moqueca perfumando o paladar, levantamos âncora e retornamos a Gamboa do Morro, numa navegada ao pôr do sol e diante de uma paisagem de encantar o olhar dos mais exigentes.

20160326_15364720160326_172406

No Sábado de Aleluia, como a tripulação foi fazer o passeio de volta a ilha, demos uma arrumada no Avoante e desembarcamos para prosear com os amigos que estavam na ancoragem e ficamos jogando conversa fora, regada com umas cervejinhas geladas, até que o sol se pôr.

20160326_194458

A noite mais uma vez Lucia mandou ver nas panelas e serviu Conchilhone de Bacalhau, que nem é preciso dizer que estava ótimo, e foi mais uma noite de bons papos no cockpit.

IMG_0318IMG_0319IMG_032120160327_163726

No domingo, 27/03, pela manhã, os sobrinhos embarcaram no catamarã Gamboa do Morro e retornaram a Salvador, para pegar o voo de volta a Brasília. Às 11h30min, levantamos âncora, abrimos as velas do Avoante e aproamos o rumo de Salvador, onde chegamos no Aratu Iate Clube às 23horas e 30minutos. Doze horas de uma velejada maravilhosa e que tivemos a alegria de dar carona a um pássaro oceânico que pousou na borda do nosso botinho de apoio e ficou até o começo da manhã da segunda-feira. Porém, o mais gostoso de todo esse passeio foi ver a felicidade de Gilmar em ter mostrado as filhas, Giulia e Giovana, um mundo em que a simplicidade e a interação permanente com os elementos da natureza transformam vidas e torna a alma do homem livre para sonhar e desbravar novos horizontes.

 

Um charter em família

20151227_165048Cada charter que fazemos tem um sabor especial, mas o último que fizemos em 2015, teve o tempero de alegre e feliz renovação para o mundo da vela, porque recebemos a bordo o casal Bruno e Patrícia, na companhia dos filhos Yash, 12, e Arthur, 3 anos, que adoraram tudo que viveram e desembarcaram prometendo voltar o mais breve possível. Bruno que é velejador em Natal e faz parte da flotilha Velanatal, sonha em um dia adquirir um veleiro de oceano, embarcar a família e sair por aí dando bordos pelos horizontes navegáveis dos sete mares. Segundo ele, a vinda ao Avoante foi um teste para a realização do objetivo e pelo que viram e viveram não existem mais dúvidas quanto ao que pretendem.

20151227_17494120151227_16502620151228_163939Foram quatros dias de velejadas pelas belezas da Ilha de Itaparica e os gostosos fundeadouros do Canal Interno de Itaparica, desfrutando toda uma vida de cruzeirista e convivendo com outros velejadores que dividiram com a gente a ancoragem, entre eles o casal Fernando e Erica, veleiro Ati Ati, e Sampaio, escuna Morena, que não se resguardaram em repassar todos os segredos da vida a bordo.

20151228_14332120151227_16534720151227_180955Mais uma vez Lucia mandou ver nas receitas e presenteou a família com um festival de sabores que foi de Conchiglione recheado com Chumbinho (Vôngole) ao molho de tomate; Moqueca de Robalo com Banana acompanhada de salada de Aratu e deliciosos cafés de fins de tarde diante de paisagens fascinantes.

 IMG_0208IMG_0213IMG_022420151225_163400As crianças adoraram a experiência e o casal desembarcou encantado e com o gostinho de quero mais.

IMG_0223Desejamos bons ventos ao Bruno, Patrícia, Yash e Arthur, e que o Senhor do Bonfim os abençoe.