Arquivo do mês: janeiro 2019

REFENO 2019 já tem data

49628811_2199493073608953_8326815476583759872_nO Cabanga Iate Clube de Pernambuco cravou a data 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, para a largada da 31ª REFENO – Regata Recife-Fernando de Noronha, uma das regatas mais desejadas do iatismo brasileiro. Aqueles que pretendem colocar o barco na raia é bom ficar antenado na data de 1º de fevereiro, dia que serão abertas as inscrições. – Outubro? – Sim, por quê? – Nada não! – Beleza!

Anúncios

Atum de diamante

1546717405781

Confesso que não sei ao certo qual o preço de um quilo de atum nos mercados de peixes Brasil afora e nem nos barracões de pescadores espalhados pelo Rio Grande do Norte, meu torrão amado, e  muito menos qual o valor negociado nas areias da beira mar de Enxu Queimado/RN, prainha linda que me acolhe com carinho, porque meu amigo Pedrinho de Lucinha, jamais me deixou gastar um tostão  sequer num peixe de ‘terceira”, porém, vou arriscar um chute na casa dos R$ 10,00. Pois é, dez reais e não pago um tostão a mais! Aí vejo nas páginas online que o dono de um restaurante no Japão pagou, neste sábado, 05/01, a bagatela de U$ 3,1 milhões (cerca de 11,6 milhões de reais) por um atum de 278 kg, que se não me engano, o quilinho saiu a mais ou menos R$ 42 mil. Ao passar na boca do caixa, o japa falou que pretendia pagar um quinto desse valor, mas ao começar a tirar dinheiro do bolso, sem quase parar, percebeu que pagou um pouco demais. Pense num peixe caro da mulesta!  

 

 

 

 

 

Batalha de Salamina

Batalha de salaminaDando os primeiros passos em um ano que promete boas emoções e que exigirá determinação e parcimônia dos homens que comandam os palácios, vamos navegar nas páginas do blog Mar Sem Fim, no Estadão, para conhecer um naco da história dos oceanos. “… seja qual for a nação que queira ser dominante ela precisa, antes de mais nada, dominar o mar…”

Imagine uma batalha naval há 2.503 anos. A primeira de que se tem notícia, e uma das mais importantes da História da humanidade. E tudo num cenário paradisíaco. De um lado, 1.200 navios atacantes, do outro, apenas 300 navios defensores. Em terra as tropas atacantes contavam com cerca de um milhão e setecentos mil homens vigiados de perto por seu rei. A Batalha de Salamina foi das primeiras escaramuças que colocariam o Ocidente representado pela “Grécia europeia, síntese do pensamento progressista da antiguidade”, em rota de colisão com o Oriente; a Pérsia, pomposa, lúbrica e primitiva”…..  Clique no texto para ver mais