Aviso aos navegantes


anima_alturaE a previsões climáticas no planetinha Terra continuam assustando e a costa brasileira deve enfrentar no decorrer dessa semana mais uma ressaca de dar dor de cabeça nos habitantes das cidades litorâneas e aos navegantes. Tudo causa de dois ciclones extratropical, um no Atlântico Norte, que causará um forte swell no litoral do nordeste e outro entre o Uruguai e Rio Grande do Sul, que provocará ondas acima de 5 metros entre o sul e o sudeste. A Marinha do Brasil já emitiu alerta geral. Veja abaixo o que diz os avisos do Cptec/Inpe.

Para o Nordeste:

Swell do Atlântico Norte deverá atingir Nordeste Brasileiro nesta quinta-feira (27/10)
Situação meteorológica:
Nos últimos dias um ciclone extratropical se intensificou sobre o Atlântico Norte em latitudes acima de 50N. Extensas pistas com ventos acima de 20 m/s soprando em direções entre sul e oeste o acompanharam durante um período superior a 2 dias deixando a superfície do mar muito agitada.
Ondas para o nordeste brasileiro
Os nossos modelos numéricos de agitação marítima mostram ondas com períodos superiores a 15 segundos se propagando em direção sul, geradas por este ciclone, que deverão atingir o litoral norte dos estados do Rio Grande do Norte, Ceara, Piauí, e Maranhão a partir da manhã de quinta-feira (27/10), permanecendo durante o dia seguinte (28/10), e parte do sábado (29/10). Os modelos mostram ondas com altura significativa acima de 3 metros em mar aberto e próximo ao litoral, e períodos acima de 16s. Ondas com grande período quando atingem regiões costeiras tendem a apresentar maiores  alturas significativas quando se propagam em regiões rasas devido ao efeito do empinamento. Na linha costeira dos estados mencionados, este evento poderá apresentar altura significativa acima de 5 m com grande perigo para varias atividades.
Elaborado por Valdir Innocentini

Para o Sul e Sudeste

FORMAÇÃO DE UM CICLONE EXTRATOPICAL DEIXARÁ MAR MUITO AGITADO NO LITORAL SUL E SUDESTE

SITUAÇÃO METEOROLÓGICA

Nesta quarta-feira (26/10), os modelos atmosféricos indicam a formação de um ciclone com o centro entre o RS e o Uruguai que deverá gerar uma pista com ventos fortes do quadrante nordeste ao largo da costa do RS e sul de SC com chance de rajadas de 60-80 km/h em alguns períodos. Na quinta-feira (27/10), o ciclone se deslocará para o oceano, com o sistema frontal atuando na altura de SP. A pista com ventos de nordeste será substituído por uma ampla pista com ventos fortes e muito fortes de sudoeste ao largo da costa do RS e sul de SC, que deverá perder força no decorrer da sexta-feira(28/10), quando o sistema frontal se encontrará sobre RJ e ES. No início da sexta-feira(18/10), uma pista de ventos fortes atuará ao largo da costa do norte de SC, PR e SP, perdendo força no transcorrer do dia.

AGITAÇÃO MARÍTIMA

Os nossos modelos numéricos de agitação marítima mostram que nesta quarta-feira (26/10), o mar continuará agitado ao largo da costa do RS, com ondas de leste/nordeste com alturas entre 2,5 e 3,0 metros. Ondas de leste e sudeste com alturas entre 2,0 e 2,5 metros atingirão ao largo da costa sul de SC, norte de SP e RJ.

A partir da quinta-feira (27/10) pela manhã, uma nova agitação marítima atingirá ao largo da costa sul do RS, com ondas vindo do sul/sudoeste com alturas de até 3,5 metros e em mar aberto, na altura do norte do RS e sul de SC. Com o transcorrer do dia, a agitação marítima ficará ainda mais intensa, podendo atingir ondas em torno de 4 metros ao largo da costa do RS e de 3 metros ao largo da costa sul de SC no final do dia. Haverá alto risco de ressaca na região, principalmente no litoral sul do RS. Ondas altas acima de 5 m poderão ser observadas em mar aberto.

No decorrer da sexta-feira (28/10) à tarde e o sábado (29/10), a agitação marítima chegará na Região Sudeste com ondas de sudoeste/sul, com alturas em torno de 3 metros ao largo da costa de SP e de 4 metros ao largo da costa do RJ. Haverá alto risco da ocorrência de ressacas na região. O mar deverá continuar muito agitado ao largo da costa do RS e sul SC com ondas vindo do sul/sudeste com alturas em torno de 4 metros. A direção destas ondas aumentará o perigo de ressacas em boa parte da região.

A agitação marítima tenderá a diminuir ao largo da costa do RS e sul de SC a partir do final do sábado (29/10) e ao largo da costa de SP e RJ a partir da tarde do domingo(30/10).

Texto elaborado por Rosio Camayo e Marcos Vianna.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s