E o Sol já passou por aí?


03 - março (236)

Sérgio Netto, Pinauna, é um cabra arretado de sabido dos segredos da natureza e uma das minhas boas fontes de informações sobre navegação na Baía de Todos os Santos. O professor se tornou meu amigo, acho que por ter gostado de meus cabelos brancos, e de vez em quando me presenteia com raridades literárias do mundo náutico, que guardo com muito carinho. Pois bem, o velejador, geólogo e bom baiano, que já velejou os oceanos do mundo de trás para frente e de frente para trás e tem até um rico acervo de escritos das suas estripulias pelas águas desse planetinha metido a besta, recentemente me enviou um email, comentando a postagem A parada agora é com a La Niña, afirmando ele, que a Menina andina vem sim disposta a fazer estragos e quem quiser que aposte contra. Sabe o que mais ele disse? “Aqui na terrinha, Salvador/BA, a única novidade é que a declinação do sol coincide com a nossa latitude neste final de semana, 22 e 23/10, o que quer dizer que ao meio-dia, hora verdadeira local, que neste fim de outubro será às 11:18, o sol passa verticalmente pela nossa cabeça, isto é, neste horário a altura observada do sol será 90°. Isso dá uma insolação de tirar o couro de qualquer niña”. Sabendo ele que estou aboletado em um ranchinho de praia na minha Enxu Queimado, disse que se eu quisesse calcular o meio dia verdadeiro por aqui, que deve ser 11 minutos (11 horas e 07 minutos no final de outubro) antes da capital do Senhor do Bonfim, poderia fazer uma experiência bem interessante: “neste horário, exatamente, olha o sol no fundo de uma cacimba, que fica completamente iluminada: uma linha saindo do centro do sol para o centro da terra passa pela latitude que coincide com a declinação. Para a latitude de Enxu a latitude e a declinação se coincidiram em 6 de outubro”. Bem, como o sol já passou por aqui e eu nem percebi, agora vou esperar ele voltar para o norte, que, segundo Pinauna, é coisa para o mês de fevereiro de 2017, e vou ficar de olho no fundo da primeira cacimba que encontrar. “Privilégio de quem mora entre os trópicos”.  

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s