Nome de barco e a sabedoria do pescador


2 Fevereiro (2)

Essa vem do meu amigo, velejador e construtor de veleiros, o maranhense Sérgio Marques. No mundo náutico existe um costume de batizar os barcos, principalmente os navios, com nome de mulher, mas, segundo o Sérgio, no Maranhão os pescadores não costumam batizar canoas com nome da mulher, das filhas e muitos menos da mãe, porque o povo vai falar assim: …a fulana tá furada…a fulana tá toda alagada…a  fulana tá encalhada…empurra a vara na fulana…a fulana tá podre…tem muito homem em cima da fulana…o fundo da fulana tá rachado… e por aí vai. 

2 Respostas para “Nome de barco e a sabedoria do pescador

  1. Mauricio Gaspari

    Comandante Nelson,
    Nesse especial dia da mulher – e quero crer que não tenha sido coincidência -, foi a melhor e mais respeitosa homenagem ao gênero que li, além de sábia e original…Nossos parabéns à dona Lúcia. Abs
    Mauricio e Simone

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s