Horas de escuridão


3 Março (289)

Deixe ser, deixe ser
deixe ser, deixe ser
Haverá uma resposta
Deixe ser

(John Lennon / Paul McCartney)

Ontem, 02/04, perdi um amigo. Como é duro falar dessas coisas. Mas ontem perdi um amigo que me foi apresentado pelo mar, justamente o mesmo mar que o levou. Ainda guardo eco das suas palavras para comigo: Foi há pouco mais de quatro meses quando ele me ligou querendo saber sobre balsa, SSB, Epirb, telefone via satélite e também para dizer que estava programando nos fazer uma visita para navegarmos pela Baía de Todos os Santos. Dizia ele que viria acompanhado do seu Pai, seu maior parceiro e amigão do peito. Falou ainda que um dia iria comprar um veleiro para conhecer o mundo. Ele sempre me dizia que invejava minha escolha de vida. Eu apenas ria e acatava todas as suas palavras com muito carinho. Ele foi uma das pessoas mais atenciosas que conheci. Alcimar Pezolito, 45 anos, conhecido por todos como Alemão, um homem apaixonado pelo mar e pelas pescarias. Quantas vezes fomos vizinhos? Não sei precisar, mas sei que adorávamos quando dividíamos o píer do Iate Clube do Natal, ele a bordo da lancha Miss Mares 38, eu e Lucia a bordo do Avoante. Éramos os únicos “moradores” do Clube, ficávamos sozinhos a noite na companhia dos vigilantes e quando Alemão, que residia em São Paulo, ia a Natal para reafirmar sua paixão pela pesca de oceano, era uma alegria. Calado, extremamente educado, responsável, fala mansa, sempre pronto a ouvir, atencioso, carismático. Apaixonado pela vida, pela família e pelo mar. Alemão. Meu amigo Alemão! Hoje, 03/04, fui despertado pelo toque do telefone e num lampejo de não sei o que, disse a Lucia: Eu não vou atender! Ela, que estava arrumando a cabine de proa, respondeu: Mas amor, o telefone está ao seu lado!

IMG-20150403-WA0016Às 18 horas do dia 02 de Abril de 2015, uma lancha bateu nas pedras do molhe da Boca da Barra de Natal com seis tripulantes. Quatro pessoas foram resgatadas e duas perderam a vida. Era uma pescaria em família, porque na embarcação Miss Mares 38 estavam um Pai, uma Mãe, um Filho, um Neto, um Marinheiro e um Amigo. As causas da tragédia não me interessam e nem me permito julgar. Alemão era o Filho, a outra vítima era a Mãe. Dona Iracema, 75 anos. Terá mesmo respostas?      

Anúncios

13 Respostas para “Horas de escuridão

  1. Uma tragedia,que chocou a todos!

    Curtir

  2. Marília Mattos

    Muito triste…..

    Curtir

  3. minhas sinceras condolências a você Nelson que Deus conforte a família do alcimar (alemão ) a você grande amigo dele.

    Curtir

  4. João Vianey de Farias

    Nossos sentimentos a você Nelson – que tinha essa amizade tão sincera com o Alemão, extensivo aos familiares dele, nesse momento de dor e de saudade. Já dizia o poeta Mário Quintana que “Essa vida é uma estranha hospedaria, onde se parte quase sempre às tontas, porque as nossas malas nunca estão prontas e a nossa conta nunca está em dia…”

    Curtir

  5. julival fonseca de góes

    Caros Nelson/Lúcia: não fosse o delicado conteúdo do texto, diríamos tratar-se de uma dessas cronicas “brincalhonas.”. Por isso, diante de tão imensurável dor, resumimos nossos mais sinceros sentimentos dizendo: “somente nosso poder superior, tem explicações para essas coisas”.Por isso, a ele rogamos que um lugar no céu, esteja guardado para seu amigo Alemão e sua genitora. Ele veio a este mundo terreno no colo dela. Partiu de igual modo, por ela guardado. Que Jesus os abençoe. E que dê forças aos que ficaram para suportarem tão profunda dor.
    Fraternalmente, Edilair e Julival Góes.

    Curtir

  6. Nelson e Lúcia! Eu Rose, Marina e Lucas ,nos emocionamos como lindo e verdadeiro texto!
    obrigada, obrigada, que Deus esteja sempre com vocês

    beijo grande

    Rose Pezolito.

    Curtir

    • diariodoavoante

      Rose, Marina e Lucas, o texto saiu de dentro do coração, porque o nosso amigo era um ser humano como poucos e tínhamos por ele um imenso carinho. Recebam nosso abraço de conforto e tenham a certeza que sempre terão em nós a fortaleza de uma amizade, Um grande beijo, Lucia e Nelson

      Curtir

  7. Katia Nascimbeni

    Sábias palavras amigo desconhecido. ..sábias palavras! Alcimar era essa pessoa encantadora que você descreveu impecavelmente…veja como é a vida, você, que sabe viver, que conviveu tão pouco. ..mas que com sensibilidade ímpar pode perceber que família é essa que só teve amor! O que sei é que essa mesma mãe que deu à vida…foi só doação. ..união. ..amor…oração. ..exemplo. ..retidão. ..caráter! Parabéns amigo! E que sua caminhada continue nos propósitos Daquele que os chamou! Sem perguntas e sem respostas ante o mistério da vida! Agora…duas certezas: a oportunidade que tivemos de conviver com duas pessoas especiais e abençoadas e a certeza do reencontro na casa do Pai! Bj no seu puro coração! Paz e bem!

    Curtir

    • diariodoavoante

      Katia, primeiro quero agradecer o comentário e dizer que o li com um nó garganta. Muito obrigado por ter me proporcionado essa emoção! Nelson

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s