Receita Federal apreende veleiros em Ilhéus e em Natal


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic._i_Fd4eROwA Receita Federal apreendeu um Lagoon de 44 pés atracado em frente ao Iate Clube de Ilhéus. O veleiro, avaliado em mais de R$ 1 milhão, havia sido lacrado em Ilha Bela/SP em outubro e 2014, mas segundo a Receita Federal, os proprietários romperam o lacre, adulteraram a documentação, mudaram o nome e se mandaram para o litoral baiano. O barco foi apreendido em São Paulo, porque a legislação brasileira não permite a importação de veículos e embarcações usadas. No final da semana passada um veleiro estrangeiro, modelo beneteau 52, que estava atracado no Iate Clube do Natal desde 2012, também foi recolhido pela Receita.

Anúncios

16 Respostas para “Receita Federal apreende veleiros em Ilhéus e em Natal

  1. Vivemos em um pais de ladroes e corruptos onde o que importa e arrecadar a Receita devia se incomodar com aqueles que roubam os cofres publicos

    Curtir

  2. julival fonseca de góes

    Claro, que não devemos concordar com os autores sob as denúncias, supostamente originárias das autoridades publicas em geral., contra ilegalidades na importação e ou presença de veleiros estrangeiros em nosso País na mesma situação.Entretanto, devemos lembrar que a excessiva burocracia de alguns, termina por facilitar a ilicitude de toda a ordem, mesmo que seja esta condenável.Por oportuno, lembramos que o PAC-PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DA CORRUPÇÃO, é certamente o maior estímulo de todas as mazelas acometidas contra nosso Brasil, ocorridas nestes mais de doze anos de roubalheira encabeçada pelo PT, respeitando-se as poucas exceções, certamente existentes. Portanto, que a justiça seja feita, independentemente de posição sócio-econômica, política, religiosa. Com os nossos melhores votos para que nossas gerações futuras encontrem um País digno de se morar, nosso cordial abraço a todos os velejadores do mundo e em especial da geografia brasileira.
    Fraternalmente, Julival Fonsêca de Góes.

    Curtir

  3. E agora, vão a leilão ou os donos tem alguma oportunidade de defesa?

    Curtir

    • Tem toda oportunidade de defesa, mas irão alegar o que para vencerem a disputa? Se não pode, já era. Há dois ilícitos aí. Administrativo (fiscal) e criminal.

      Curtir

  4. Acredito ser uma loucura quem pensa que pode enganar a receita federal; hoje eles têm todos os recursos de primeiro mundo para fiscalizar e apurar qualquer tipo de irregularidade… Vivemos com aquela lembrança de vinte anos atrás em que faziam “montagem” de barcos no Brasil e, documentavam de qualquer maneira: hoje, não é mais assim!
    Então, não se surpreendam quando virem isso acontecer muitas vezes.
    O que tem que ser mudado não é a maneira de não pagarmos impostos e sim termos impostos condizentes com o primeiro mundo, onde todos pagaríamos entre 20 ou 25% do valor de fábrica, sem problemas! Porém, hoje, nossa taxa de importação Beira a insanos 106%: a mais alta do mundo!
    Isso tem que mudar…
    Entretanto, engana-se quem pensa que não se pode ir ao Brasil com um barco de bandeira estrangeira, sendo o proprietário brasileiro, e ficar legalmente aí! Desde que se obedeça a legislação específica para barco estrangeir: por 90 dias, renováveis fácilmente a primeira vez, e depois com motivos justificáveis uma extensão de prazo ainda maior – fiz isso!

    Curtir

    • Me esclareça uma dúvida um de vocês por favor. Primeiro eu tenho pra mim que 90 dias ou no caso 180 dias se renovar mais uma vez é tempo suficiente pra um velejador permanecer no Brasil visitando seus famílias se reprogamando pra novos rumos agora minha duvida é em relação a ter que sair do Brasil após o término de 90 dias, a embarcação tem que se manter quantos dias foras pra poder voltar ou ela só precisa registrar a saída e depois de uma semana ou mais ela pode voltar?

      Curtir

      • diariodoavoante

        Juliano, se não estou enganado, o retorno ao Brasil somente é possível depois de 6 meses. Obrigado pelo comentário, Nelson

        Curtir

    • diariodoavoante

      José Álvaro, muito boa e esclarecedora a sua participação nesse debate. Um grande abraço, Nelson

      Curtir

  5. Entendi, obrigado por esclarecer a dúvida me gerou mais curiosidades sobre o pq da pessoa não cumprir pelo menos esse prazo já q na minha visão 6 meses fora passam voando, enfim mais uma vez agradeço a ajuda.

    Curtir

    • diariodoavoante

      Juliano, mas a coisa não é tão simples assim e como já foi comentado aqui: a legislação brasileira não permite importação de veículos usados. Uma viagem é uma viagem e quando ela é pelos caminhos do mar tudo muda de figura. Realmente seis meses passam voando e essa regra vale para o rumo de retorno. Seis meses para uma viagem transoceânica em um veleiro não é nada e só não sei se a Receita Federal aceitaria tantas idas e vindas. Abraços, Nelson

      Curtir

      • Pessoal me desculpem a franqueza , 90 dias é mais do que suficiente para você rever a família e conhecer um pouco o país . Acho que estão querendo desfilar com o barco . Além do mais se os 90 dias não forem suficientes , podem fazer uma nova solicitação a PF e se tiverem a justificativa certa sem mentiras , acredito que consiga mais 90 dias , total 180 dias . Vou além ! Se por acaso tiverem alguma avaria séria com o barco , durante a permanência no país , poderão fazer nova solicitação de permanência para conserto . Será que ficou explicado ou desejam fazer perguntas óbvias e chatas !

        Curtir

  6. Quem tem grana a melhor opção para desfrutar de um belo veleiro é sair do país de vez. Os funcionários da Receita Federal ganham muito bem e por isso são capazes de lamber as botas das autoridades quando o assunto é confisco de bens. Quem pode saia do país enquanto é tempo. Portugal e outros países incentivam quem tem grana ou está aposentado, para que façam de lá uma ótima opção de moradia. Alguns países da Amarica do Sul também. Contactem deputados e outros parlamentares sobre o assunto de importação de usados. Vale a pena sugerir melhorias nessa área.

    Curtir

  7. Infelizmente esta é a nossa realidade Governamental e Ministerial Fazendária . A policia federal e alfandegaria são apenas órgãos fiscalizadores e cumpridores das leis instituídas nesta Republica de Bananas ; Estamos condenados a ser um país medíocre em vários aspectos por muitos e muitos anos…. Por acaso quantos fabricantes brasileiros ou estrangeiros , fabricam no país veleiros com mais de 50 pés , porque a necessidade de cobrar imposto tão altos para produtos estrangeiros . Será que temos que viver como miseráveis , sem direito a ter bens com preços justos . Acho que não !… Queremos pagar , mas não queremos ser roubados . É um país de miseráveis , ladrões institucionalizados , corruptos diplomados pelo poder instituído . Esta é a diferença de você querer morar nos EUA ou na Europa . Lá o capitalismo existe e você paga por ele existir , mas ganha na mesma proporção sem ser explorado .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s