Nos caminhos da fé


IMG_0013Sei, não precisa me corrigir, que hoje, 02/02, é o Dia de Iemanjá, a rainha do mar, aquela que ilumina os oceanos com seu manto azul, azul da cor do mar. Iemanjá, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Glória, todas num só ser e todas cercadas de amor e glória. É feliz o reino dos que tem fé! Mas hoje, aproveitamos o período de férias voluntárias do mar e pegamos a estrada para ir até a cidade de Santa Cruz, localizada a 115 quilômetros de Natal/RN, para conhecer e pedir bênçãos diante do santuário de Santa Rita de Cassia, onde foi construída uma estátua de 42 metros de altura em homenagem a Santa das causas impossíveis. Queria sim fazer parte do mundo dos quem tem na fé a arma contra todos os males da humanidade, mas minha fé é que nem voo de anum: baixa, porém, persistente. É melhor assim do que nada!

IMG_0031

E assim, fomos até os pés de Santa Rita de Cassia em busca de muito pouco, mas com o coração aberto para aceitar as verdades e as crenças que trançam o rumo da vida das pessoas. Cada qual com suas certezas, mas nem por isso é preciso a guerra, porque é a paz que mata a sede do homem. 

IMG_0026Fui até a sala dos milagres, onde são depositados todos os pedidos para aplacar a súplica dos homens, e me deparei com uma pequena réplica de jangada, com sua velinha branca puída pelo tempo. O que terá pedido o humilde pescador a Santa Rita de Cassia? Que mal atingiu o jangadeiro para fazê-lo deixar o mar e atravessar o braseiro que afogueia os pés de cactos e o juremal, para pedir auxílio a santinha do Agreste. Será que ele pediu também a Iemanjá? Aposto que sim, mas quanto mais fé mais próximo do possível. Os caminhos da fé são misteriosos!

IMG_0032

A estátua de Santa Rita de Cassia, em Santa Cruz/RN, com seus 42 metros de altura, é o maior monumento religioso da América Latina. Santa Cruz, localizada no Agreste potiguar, parede e meia com o Seridó, as margens da BR 226, tem população 38 mil habitantes e foi fundada em 1831 e até então, eram os índios Tapuias que mandavam nas regiões interioranas da terra do Pau Brasil. O Brasil é grande!   

Anúncios

5 Respostas para “Nos caminhos da fé

  1. Alice e Ricardo

    De fato é impressionante essa estátua. Quando fomos do Tocantins para Natal de carro passamos por Santa Cruz. Fomos surpreendidos por essa presença de fé, que nos deixou positivamente chocados. Bela lembrança, Nelson! Bjs a vc e Lucia.

    Curtir

  2. Muito lindo mesmo esse santuário de SANTA RITA DE CASSIA .Já estive lá e pretendo voltar.
    Amanhã temos aniversario não é? de quem será?
    Beijos,sua tia.

    Curtir

  3. Fé, e sempre importante te-la, uns mais outros menos, mas sempre se tem.

    Curtir

  4. Rapaz, que beleza! O Sertão Nordestino nos cativa por essa demonstração de fé e devoção, mesmo com todas as dificuldades.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s