Veleiro australiano encalha em Cabo Frio


veleiro encanhado 1

Um veleiro de bandeira australiana que dava volta ao mundo encalhou em Cabo Frio/RJ na noite da Quarta-Feira, 17. O comandante de 71 anos dormia e não percebeu que o barco derivava para a Praia do Peró, na ocasião soprava ventos fortes e o mar levantava altas ondas. Esse não é o primeiro e nem será o último acidente com essas características, mas é um alerta para todos nós. A ancoragem, que muitos acham ser uma operação fácil, é um dos momentos mais cruciais para o navegante. Não achem que estou aqui condenando o australiano e nunca o faria, pois reconheço a bravura de homens que se lançam ao mar em uma viagem transoceânica, onde muitas vezes o desconforto do cansaço os traem. O verão está chegando com seus dias coloridos de sol, mar e alegria, e muitas praias e recantinhos do litoral acenam chamando o navegante para uma deliciosa ancoragem, mas é bom ficar alerta, pois é justamente no verão que a natureza manda alguns recadinhos ameaçadores e por isso o navegante não deve descuidar da segurança da embarcação.    

Anúncios

9 Respostas para “Veleiro australiano encalha em Cabo Frio

  1. Nelson, não acho bravura alguma sair por aí numa navegação de longo curso e ficar fazendo merda… não é primeira vez e nem será a última…. isso é um tremendo dum cagaço…. não sabe entrar, não conhece a região? O mais prudente – o correto – é colocar o barco pra fora, lançar o ferro e aguardar ajuda… o resto é fazer merda mesmo, não tem outro apelido.

    Curtir

  2. Desculpem lá mas há aqui uma coisa que me deixa perplexo.
    Diz a peça assim:
    “O comandante de 71 anos dormia e não percebeu que o barco derivava para a Praia do Peró, na ocasião soprava ventos fortes e o mar levantava altas ondas”… ?!….
    E Eu questiono: qual é o “skipper” de um pequeno veleiro pessoal, provavelmente é o dono, que dorme debaixo de ventos fortes e altas ondas?…nem em mar aberto quanto mais ainda por cima perto da costa, ou do areal, seja lá o que for?…
    Só se estava bebado, não acham !
    No resto eu acho que sim, é preciso “tomates” para se lançar numa aventura destas e, presumo, que só. Mesmo correndo por gosto, que é o caso, é preciso “tê-los no sítio”, mais a mais sendo um “jovem” de 71 anos, a manobrar um veleiro em mares nada pacificos.

    Curtir

  3. marcelo vicente

    concordo…. bravura nada! sair pelo mundo navegando e’ bicho de sete cabecas pra Brasuca…. em terra de cego quem tem um olho e’ rei! quero ver encarar golfo de Biscaia, abs. Nelson

    Curtir

  4. Fiquei perplexo com os comentários! Ora, todos estamos passivos de um encalhe, o que ja ocorreu com os melhores velejadores, é vivendo e aprendendo. Gostei do toque de Nelson, vamos ter mais atenção, só isso, não tem nada que criticar ninguém com suposições, não se conhece os detalhes do fato, a causa e circunstancias, vamos velejar e fazer novas amizades, sempre se ajudando e dando apoio a quem precise. Bons ventos a todos.

    Curtir

  5. Haroldo Quadros

    Nelson, você tem notícias do desfecho deste incidente? O australiano recebeu ajuda? Conseguiu safar o veleiro do encalhe? Haroldo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s