Mais um aluno, mais um amigo e uma boa desculpa


IMG_0154

Eita, lá vem eu de novo com minhas desculpas esfarrapadas por ter deixado o blog parado tanto tempo, mas olhando bem, nem faz tanto tempo assim, pois a última postagem foi dia 18 de Fevereiro, com o belo Conto do Mar, do velejador Danilo Fadul. Mas desculpa é desculpa e por isso estou aqui novamente para me fazer dela. Estive sim um pouco distante e me esquivando da tarefa de colocar os neurônios para funcionar, mas preguiça é um negócio muito sério e eu faço tudo para não contrariar essa seriedade. Pronto me desculpei!

IMG_0144

Bem, logo que retornarmos de Natal, onde estivemos por uma semana numa viagem terrestre, embarcamos de corpo e alma no Avoante para receber mais um aluno do nosso Curso de Vela de Cruzeiro. Dessa vez foi o velejador Marcelo Loureiro, que insisti em chamar de Maurício, que veio passar três dias a bordo para se marinizar. Gosto da palavra marinizar, usada pelo amigo Hélio Viana, maracatublog.com, como uma condição primordial para aqueles que precisam receber gotas de água salgada na veia antes da realização do sonho náutico. Marcelo chegou, embarcou, não se fez de rogado e até parecia que a vida a bordo já fazia parte dele. Na verdade ele foi agraciado pelos elementos da natureza, e por nossos amigos do mar, com condições super favoráveis para um bom curso de vivência a bordo e comando de um veleiro. Embarcou debaixo de muita chuva e trovoada, numa manhã de Sexta-Feira em que tudo conspirava contra uma boa velejada, mas nem isso tirou o seu bom humor. Logo apos as apresentações, levantamos as velas e deixamos o abrigo acolhedor do fundeadouro do Aratu Iate Clube e de velas em cima tomamos o rumo da Ilha de Itaparica, onde chegamos depois de três horas de velejada e diante de um Sol maravilhoso. E a chuva? – Que chuva?

IMG_0164 Todo bom curso de vela de cruzeiro tem que ter a hora da cozinha, das cervejas geladas, das caipirinhas e dos deliciosos encontros para um bom bate papo com outros velejadores que dividem a ancoragem. E lógico que teve tudo isso e mais a chuva da madrugada, que obriga a fechar o barco para o calor tomar conta do pedaço. Marcelo tirou tudo isso de letra e nem se intimidou com os dotes culinários de Lucia: Sem cerimônias,  assumiu a cozinha para preparar um saborosíssimo peixe ao molho de creme de leite e orégano. Eita que o bicho estava bom! E como a interação entre velejadores é uma verdade, e precisa ser vivida pelo marinizado, levamos a panela com o peixe para ser degustada a bordo do veleiro Mon Bien, do casal Gileno e Cassia.

IMG_0166Não é somente de velejadas, sombra e água fresca que vive um velejador de cruzeiro, mas também não é da alucinante adrenalina da vela de competição. Por isso mesmo que a convivência a bordo precisa ser bem vivida. Quando decidi montar o Curso foi justamente pensando assim. Não pretendo mostrar o lado regateiro da vela, pretendo sim mostrar um lado mais contemplativo em que o prazer e a realização do sonho seja uma só verdade. Minha intenção é oferecer o que não tive quando mergulhei no mundo náutico, procurando orientar e dar condições para que o iniciante faça a melhor escolha ou ter a certeza do que realmente quer. Quando recebemos alunos não mudamos em nada a nossa rotina, pois queremos que ele viva plenamente a vida a bordo sem segredos, mesmo que a vontade dele não seja morar em um veleiro. Morar a bordo não é o sonho de Marcelo, mas tenho absoluta certeza que o que ele vivenciou lhe trará bons subsídios para o seu futuro na vela. Dentro de um veleiro de oceano cabe um mundo de sonhos e ainda sobra espaço para um bocado deles, resta apenas que o velejador se deixe levar e embarque de alma e espírito livre. Foi muito bom e gratificante receber Marcelo Loureiro a bordo do Avoante e foi melhor ainda saber que, além de um bom aluno, ganhamos também um grande amigo.

   

Anúncios

2 Respostas para “Mais um aluno, mais um amigo e uma boa desculpa

  1. Marcelo Ehlers Loureiro

    Escolhi o melhor curso de vela que alguem pode esperar. Depois de pesquisar na internet, ver detalhes de cursos, trocar Emails com os organizadores, escolhi fazer o curso no Avoante. Julguei bem pragmaticamente inicialmente: um curso a bordo por tres dias, com preço semelhante a outros cursos, a grande maioria com pouco tempo a bordo; eu iria aprender a manejar as velas, o leme, controlando o barco por longos periodos sempre assistido; iria aprender a usar as cartas nauticas, calculando rumos, usando o gps; iria aprender a corrigir rumos, e fazer varios exercícios nas cartas; iria aprender a navegar apenas com a bussola, situação que pode ocorrer com a pane eletrica ou dano no gps; iria aprender a navegar com gps. Tudo isto em tres dias. Decidi-me sem duvidas, que esta era a melhor oferta de curso de vela. Mas alem de tudo isto, ganhei muito mais. Primeiro, a presença e amizade de Nelson e Lucia. A sintonia de um casal harmonioso. Depois a experiencia de viver com pessoas que amam velejar, e que abdicaram dos confortos da terra para viver mais perto da natureza e da liberdade. E quanta experiencia a absorver de um casal que vive a nove anos em um barco, que faz expediçoes explorando lugar novos em que poucos ou nenhum veleiro ainda foi. Sentir a liberdade deles de poder decidir a qualquer momento, mudar de local de vida, viajar a qualquer horario. Ganhei um analise de mim mesmo sobre outro angulo, senti o mundo mais rico de horizontes. Como escreveu Nelson, fui muito sortudo. Eles tem muitos amigos velejadores, e tive o privilégio de conhecer muitas pessoas interessantes, de ouvir muitas conversas de gente que vive com a vela a decadas, conhecer alguns barcos construidos. Houvi muitas historias de vidas e barcos. Quanta informação e prazeres. E com a querida capitã Lucia, uma guerreira indomável, saborear de refeições tão saborosas, com a riquesa dos temperos e misturas da comida nordestina e potyguar. Aquele cafe da manhã que dava vontade de ficar sentado comendo atá o meio dia. Estes momentos germinaram em mim uma semente recalcitrante, que agora brota vicejante. Não posso dizer que é o melhor curso, pois não fiz os outros. Mas minha escolha foi a melhor, e se alguem quer ter o privilegio de aprender muito sobre vela, sem saber nada, e sentir-se em 3 dias que aquelas barreiras para navegar eram imensas, e que agora são tão faceis de serem ultrapassadas. Façam este curso. Voce nunca mais esquecerá. Treinar mais, alugar um barco, virar mestre amador, e comprar um barco. Sei agora todos os rumos para mim chegar ao meu objetivo. Obrigado Nelson e Lucia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s