Janeiro termina preocupante nas águas brasileiras


lancha-pega-fogoVi no site do jornal Almanáutica que o mês de Janeiro terminou com um saldo de 17 acidentes e 12 mortes no mar. Essa é uma notícia preocupante e que demonstra o que deve vir por ai até o final do verão, que tem o Carnaval como um acelerador de números de acidentes. Infelizmente a imprudência e o descaso que assistimos diariamente em nossas estradas, ruas e avenidas chegou ao mar e duvido que as autoridades tenham condições de dar um breque na situação. A Marinha do Brasil, apesar de ter apertado a fiscalização, não tem infraestrutura de pessoal e equipamento para agir e punir os infratores e irresponsáveis que estão acabando com o sossego que um dia foi o mar e transformando momentos de prazer e alegria em tragédias. Infelizmente somos um povo avesso a obedecer Leis e até a se achar espertos demais em não fazê-lo. Daqui para frente o horizonte será cada vez mais tenebroso! Veja matéria completa no site: Almanáutica 

Anúncios

3 Respostas para “Janeiro termina preocupante nas águas brasileiras

  1. Nelson, minha tese é de que as águas são estranhas aos humanos, principalmente nos dias atuais, quando a maioria de nós vive tão longe da natureza. A falta de familiaridade dos condutores com as águas é uma temeridade, não falo de competência para comandar uma embarcação apenas, o que é atestado pela habilitação de amador por exemplo, falo mesmo do hábito, da rotina de “estar sobre as águas”.
    Enquanto um pássaro engaiolado rende uma pena inafiançável a pesca é promovida em escala nacional, assim as águas são tratadas como uma espécie de outro planeta, um planeta bucólico, que os homens fazem questão de infernizar com seus motores e sons alucinantes. No mar pode tudo, pode pescar, pode beber e conduzir, pode tirar pega de embarcações super velozes, e é uma área sem lei, pois o agente que zela pela lei no mar é incapaz de fazê-lo na prática.
    Incrível mas;… apenas lanchas e jets causaram acidentes, claro está que algo esta errado com eles. Falta punição aos culpados, mas geralmente o que acontece é o endurecimento das leis, que só vai dificultar a vida de quem as segue, porque para esses malucos não fara diferença alguma.
    Enquanto o bando de play boy da náutica não se conscientizar que a náutica mata tal qual o transito, diria até mais que o transito atualmente se considerarmos a quantidade de carros e embarcações ativas, só haverá uma saída. Ficar longe desses malucos que como uma orda de bárbaros tomaram nossos rios, lagos e praias. Imagina que curtição passear de jet sobre uma carreta rodoviária em plena cidade!!!!
    A verdade é que não se tem a necessária seriedade e familiaridade com as águas, assim a náutica é a “Geni” da música, -não as outras Genis,mas a da musica-. E esses malucos curtem com as suas Genis os finais de semana e férias.

    Curtir

  2. Muito apropriado o comentário de Wilson (será Wilsinho, filho de W Cleto?) Essa situação apenas reflete tudo que acontece em nossa pátria amada: a falta de educação e tudo mais daí decorrente.

    Curtir

    • diariodoavoante

      Grande comandante Erico, muito obrigado pelo comentário, mas o Wilson não é o que você está pensando e sim o Wilson Chinali, velejador Paraibano.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s