E a Marina de Natal?


forte dos reis magos

Há pouco mais de cinco anos vibrei com a notícia que Natal/RN ganharia uma marina de padrão internacional, o que colocaria a capital potiguar entre os melhores destinos para cruzeiros a vela nacionais e internacionais. Mas não ficaria apenas nisso, a marina credenciaria Natal a ficar de frente para as grandes competições mundiais da vela, traria também valiosa contribuição social em forma de cursos, empregos e renda. Além de que, abriria uma imensa fronteira para o Rio Grande do Norte. Porém, a boa nova teve apenas um leve e sofrível sopro de vento e se perdeu nos escaninhos da maledicência politiqueira, que não visualiza nenhum futuro para o Estado, a não ser acordos e vantagens pessoais. É assim desde que um certo cacique avistou as Naus dos nossos descobridores e os seus olhos brilharam. “Cara pálida querer terra. Eu querer dindin.” E assim dindin chegou e índio se escafedeu. Mas vamos voltar a marina para não perdemos o rumo da prosa. Como no Brasil dificilmente um governante continua o que o outro começou e tudo é jogado na conta dos perdidos, já que não tem viva alma para cobrar, a marina não poderia ter outro destino. Um alcaide idealizou e teve que sair, o outro, ou a outra, assumiu e logo tratou de jogar lama no ventilador e uma pá de cal no local escolhido. Resultado: Por birra e egos nas alturas, Natal ficou sem a marina. Agora escutei da boca de um amigo que o novo prefeito, o mesmo que havia iniciado a história da marina, vai dar prosseguimento a navegação. Juro que ainda não vi nada sobre o assunto nas páginas dos jornais da cidade, mas vou torcer para que aconteça o mais breve possível. Natal vai ser uma das sedes da Copa do Mundo e por ser uma cidade litorânea, devera receber muitos veleiros nacionais e estrangeiros durante a competição. Hoje a capital potiguar conta apenas com o Iate Clube do Natal, que tem uma pequena e deficiente estrutura náutica, para receber os visitantes que chegam pelo mar em seus próprios barcos. A área de fundeio para a navegação amadora em frente ao Iate Clube é mínima e, apesar de ser uma área pública, não comporta nem as embarcações dos sócios. Na minha visão, a marina só trará benefícios para Natal e para o desenvolvimento dos esportes náuticos. Tomara que os homens que tem o poder de decidir, deixem de lado os seus egos, suas birras, seus interesses pessoais e seus descasos com a cidade dos Reis Magos e nos livrem de mais um daqueles costumeiros vexames politiqueiros que tanto mal trás a bela cidade do Natal. A foto que ilustra esse post foi tirada do alto da ponte Newton Navarro e foca o local onde a marina seria, ou será, construída.     

Anúncios

10 Respostas para “E a Marina de Natal?

  1. É isso.

    Curtir

  2. E que os anjos digam AMEM.

    Curtir

  3. Gostei da materia. Parabens e grande abraco.

    Curtir

  4. A marina alem de gerar muitos empregos, gera todo um universo novo ao redor, com lojas de peças, equipamentos,pousadas e hoteis assim como agencias de empregos para tripulantes. Gerando um ganho social e trazendo muitas divisas a cidade, ao estado e ao pais, mas parece que temos muitos políticos obtusos que não conseguem enxergar isso.

    Curtir

  5. vai sair NÃO.

    Curtir

  6. roberto marcio da silva

    Se não sair em Natal , por que não no interior ? Macau p.ex?

    Curtir

  7. o turismo é a maior industria legal do mundo, gera emprego e renda para a população de todas as classes sociais trazendo riquezas , e com isso saúde, educação e liberdade. porem não é o que os governantes querem. a cultura do coronelismo ainda impera no Brasil.

    Curtir

  8. Parabens pela matéria , em conjunto poderia se desenvolver tambem o Projeto Rampa , um legado fundamental para historia da aviação internacional e para historia de Natal , cidade que continua com um grande potencial de desenvolvimento sustentável , mas não sai do papel.

    Curtir

    • diariodoavoante

      Paolo, primeiramente quero agradecer o comentário e a velejada em nosso blog. Quanto a Rampa, tenho ouvido falar pela imprensa que o projeto agora vai sair do papel. Vamos aguardar, mas eu também ando meio preguiçoso para acreditar nessas histórias. Um grande abraço, Nelson

      Curtir

      • Capitão Nelson , so eu que agradeço para poder fazer parte dessa tripulação , os seus artigos são muitos interessantes e suaves , neles eu reconheço a essência do ser Natalense da Gema ou Potiguar , e eu que vim das terras de Colombo , de la de Genova , terra de marinheiros e piratas , nesse blog me sinto em casa.
        Aquele Abraço
        Paolo.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s