Arquivo do mês: julho 2012

Que tal um Peixe Recheado?

peixe recheado (1)peixe recheado (4)

Faz algum tempo que não faço postagens dos pratos preparados a bordo do Avoante. Na verdade eu nem sei o porquê dessa abstinência toda, pois a bordo sempre tem novidades e comidas saborosas. Lucia continua mandando ver nas panelas e nós continuamos no regime científico de engorda. Para quebrar o silêncio e deixar vocês com água na boca, vou dizer como se prepara esse Peixe Recheado.

Ingredientes do recheio
1 Peixe inteiro(esse é cavala)
2 tomates
1 cebola
1 pimentão pequeno
cebolinha
2 colheres de azeite de oliva
1 pitada de sal
Modo de fazer
Colocar o peixe inteiro, salgado por dentro e por fora, num refratário. Rechear e regar com azeite de oliva e vinho branco. Cobrir com papel alumínio e levar ao forno por 30 minutos.

OBS: Não esquecer da cerveja gelada ou um bom vinho para acompanhar. 

 

Anúncios

Que pássaro é esse?

que pássaro é esse (2)

Faz dias que observo um pássaro pousar nos mastros dos veleiros ancorados no Rio Potengi e sempre me intrigou saber de que família ele pertence. Ele fica lá, olhando para o rio, e demora tanto na sua contemplação, que no fim da história eu até esqueço de acompanhar para onde ele vai. Na semana passada fotografei o seu pouso no mastro do veleiro 2×1 e ao mostrar a foto a um amigo, fui informado que se tratava de um Flecha Peixe. Pesquisei na net e fiquei sabendo que era o mesmo que Martim Pescador Grande. Eu ainda estou na dúvida. E você o que acha?  

Realmente o mundo mudou!

IMG_0561

No Domingo, 22/07, deixamos o Avoante ancorado no Rio Potengi e pegamos a estrada para ir a Praia de Enxú Queimado, litoral norte potiguar, e não gostei do que vi. Mas não me levem a mal, pois acho que essa minha vida a bordo de um veleiro de oceano tem me deixado com a visão meio atravessada para certas coisas do mundo urbano. Há mais de 22 anos tenho casa em Enxú Queimado, aliás, minha única casa hoje em dia, e sempre fui um apaixonado por aquele lugarzinho com cara e jeito de colônia de pescadores. Dessa vez parece que um pedaço do encanto, que sempre tive por Enxú, me foi roubado. Encontrei uma localidade perdida no abandono, suja, maltratada, desgovernada, desencaminhada da sua inocência e disputada por verdadeiras hienas fantasiadas de homens do povo. A quem reclamar? Acho que a ninguém, pois até o Papa e o Bispo há muito tempo deixou de dar ouvidos a esse tipo reclamação. Olhando para minha prainha tão largada ao Deus dará, agora tenho plena certeza que o mundo realmente mudou. 

Agradecimentos

praia do marco (22)praia do marco (25)

Com essas imagens do belo Pôr do Sol na Praia do Marco, litoral norte do Rio Grande do Norte, agradecemos a todos que mandaram mensagem e emails nos parabenizando pela aprovação no exame de Capitão Amador e que anunciamos no post Soy Capitan. Um grande abraço, Lucia e Nelson

Uma história intrigante aparece nas cinzas

Estacao-Antartica-Comadante-Ferraz-EACF-da-MB-pegando-fogo-3

Cinco meses após o incêndio que destruiu a base brasileira na Antártida, começa a surgir do rescaldo uma história cabulosa sobre como tudo aconteceu. Até agora tudo corre a boca pequena e envolvido no manto protetor dos eternos segredos. Navegando na net, mais precisamente no site popa.com.br, me deparei com uma notícia que ainda vai dar muita ressaca. Click AQUI e veja a matéria completa.

Um caso de novela

IMG_0266

Sempre gostei do mar, mas meu primeiro contato com barcos a vela foi quando estava visitando a Ilha de Santo Aleixo, no litoral de Pernambuco, e me encantei quando vi um veleiro tipo hob cat chegando com dois tripulantes cansados e mais molhados do que pinto debaixo de água. A surpresa maior foi quando os dois tripulantes disseram que vinha de Natal/RN e iriam para Maceió/AL. Olhei espantado e perguntei: Nesse barquinho? O tripulante mais carrancudo me olhou e nem respondeu, apenas pediu que eu ajudasse a colocar o barquinho na areia.

Pois foi justamente esse carrancudo metido a galo cego que, um ano depois, encontrei no Iate Clube do Natal que foi meu primeiro professor de vela. Na verdade não teve outro, pois na segunda saída ele já me entregou o timão do barco e disse: Se vira! Cláudio é o nome dele e hoje é um dos meus grandes amigos.

Continuar lendo

Soy Capitan

carteira de capitão (3)carteira de capitão (1)carteira de capitão (5)carteira de capitão (7)carteira de capitão (8)carteira de capitão (9)carteira de capitão (11)

O Rio Grande do Norte ganhou sete novos Capitães Amadores e com muita alegria eu e Lucia estamos entre os aprovados. Foi o único Estado brasileiro que teve 100% de aprovação no exame de Abril de 2012. O resultado saiu a alguns dias, mas o Capitão-Tenente Inácio Pereira, Encarregado de Segurança do Tráfego Aquaviário da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, nos informou que o Capitão dos Portos, Capitão-de-Fragata Rodolfo Góis de Almeida, fazia questão de entregar pessoal as novas carteiras, o que nos deixou ainda mais orgulhosos. A solenidade aconteceu nesta Quinta-Feira, 19/07, na sede da CPRN. Os novos Capitães são: Airton Viegas, Gustavo Duarte, Lucia Mattos, Nelson Mattos Filho, Revelino Pantoja, Ricardo Maia e Tereza Vilar. O título de Capitão Amador é o último nível de graduação para o navegante de esporte e recreio. A prova é aplicada a nível nacional duas vezes durante o ano, Abril e Outubro, e aborda conhecimentos em navegação astronômica, meteorologia e oceanografia, estabilidade, navegação eletrônica, sobrevivência no mar e comunicações. A incrição para a prova de Outubro/2012 acontece até 31 de Julho de 2012 e pode ser feita em qualquer Capitania dos Portos do Brasil.