Arquivo do mês: dezembro 2010

Coluna Diário do Avoante

 
Você sabia que a coluna Diário do Avoante, publicada todos os Domingos no Jornal Tribuna do Norte,  já tem assiduidade semanal de quase 4 anos, com 210 artigos publicados? Pois é, acho que esse é um feito inédito para um velejador de cruzeiro no Brasil e que merece ser festejado e noticiado. Quatro anos divulgando a vida náutica e incentivando pessoas a realizar o sonho de uma vida a bordo de um veleiro oceânico. A coluna tem leitores em várias partes do Brasil e do mundo, são pessoas que acessam a Tribuna do Norte On Line e viajam junto com o Avoante. O Jornal Tribuna do Norte é o jornal de maior circulação no Rio Grande do Norte. Amanhã, Domingo, é dia da coluna Diário do Avoante, então corra a sua banca de jornal preferida e adquira seu exemplar, ou então acesse o site: www.tribunadonorte.com.br .
Anúncios

Tem Avoante na Revista Náutica

A Revista Náutica, número 268, que circula este mês nas bancas, na seção Navegando na Rede, tem uma indicação para o  blog Diário do Avoante. Mais uma vez estamos fazendo parte das páginas da maior revista do segmento náutico do Brasil, o que para nós deixa muito felizes e confiantes de estarmos no rumo certo. Em duas edições passadas foram publicados dois textos de minha autoria na seção Porto Livre.

Maceió, uma parada obrigatória

Imagens 045 Queremos agradecer a todos que se pronunciaram com mensagens e a todos que, menos sem comentar no blog, estavam nos acompanhando no coração. Acho que vou ter muita coisa para contar sobre essa velejada na noite do Natal. Foi fantástica! O Drakkar é um barco muito marinheiro e super confortável. Paramos em Maceió para um breve descanso e dar uns abraços nos amigos, que são muitos e valiosos.  Maceió é o meu Porto preferido! Estamos agora na casa do casal Daniel e Ângela, que foram nos pegar na Federação Alagoana de Vela e Motor e nos trouxeram para um almoço super especial, saborear o R.O. da ceia natalina. Estava uma delícia! Amanhã levantaremos as velas e retornaremos nossa velejada até a Bahia do Senhor do Bonfim. Avisa lá que estamos chegando!

Velejando no Natal

Caros leitores e amigos, hoje sairemos de Natal/RN com destino a Salvador/BA, fazendo parte da tripulação do veleiro Drakkar. A nossa previsão é de 5 dias de velejada, com esperança de acompanhar a passagem do Papai Noel no Céu. Quem quiser acompanhar nossa velejada, e saber nossa posição no mar, basta acessar o link SPOT no BlogRoll, na página inicial do blog.

Boas novas em 2011

Você gosta de novidades? Então aguce a sua curiosidade que o Diário do Avoante tem uma boa para você em 2011. Mas antes, queremos desejar a todos os nossos leitores e seguidores um Feliz Natal e um Ano Novo de muita paz e sonhos realizados.  

Homenagem a um marinheiro

“29 – 8 – 1947 sexta-feira – Acordei às 05:30, tomei café às 06:00, eu soube que às 03:00 passou pelo nosso navio o encouraçado Missouri dos U.S.A. com destino ao Rio de Janeiro. Almocei às 11:30, a todo momento eu me lembro da minha querida esposa, mãe e irmãos. O navio está jogando muito, as chuvas cessaram. Jantei às 17:30, o jazz-band fez retreta das 18:00 às 20:00. Armei minha cama às 22:00 e preparei-me para dormir”

“30 – 8 – 1947 Sábado – Acordei às 05:30, tomei café pequeno às 06:00. Às 07:30 tomei café com mingau, às 09:00 tocou formar banda de música para afinar. O dia hoje está muito bonito, às 07:00 passou por nós um barco de pesca em direção ao Sul. Almocei às 11:30, vi uma baleia às 13:00. Houve ensaio do jazz-band das 14:30 às 16:00. Lembro-me muito de minha esposa, jantei às 17:30, fiz uma retreta com o regional de bordo das 18:00 às 20:00. Fiquei no convés do navio até às 22:00 apreciando o luar que estava muito bonito, depois fui armar minha cama e preparei-me para dormir”

“31 – 8 – 1947 Domingo – Acordei às 05:30, tomei café às 06:00. Começou a baldeação a bordo às 06:30. O mar hoje amanheceu um pouco agitado, esta noite sonhei com minha esposa, tomei café com pão às 07:30, terminou a baldeação às 07:15, às 09:00 verificou-se a bordo um incêndio na farmácia, mas em menos de meia-hora foi dominado as chamas, não houve dano pessoal, o navio ficou parado uma hora e trinta minutos, recomeçando sua marcha novamente às 10:30. Estamos na altura da Bahia, o navio esta correndo 8 milhas por hora. Às 12:00 a banda fez retreta a pedido do mestre da mesma, almocei às 11:30, às 14:00 eu e mais quatro colegas arranjamos na cozinha dos guardas-marinhas e comemos no arquivo da banda, acompanhado de quatro cervejas. O dia hoje está de azar para nós, de manhã ouve incêndio a bordo e agora precisamente às 16:30 as maquinas deram o fora, o navio esta parado em pleno oceano, os mecânicos estão concertando as maquinas, às 18:00 o navio pôs-se em movimento, a banda fez retreta das 18:30 às 19:00, às 19:00 começou o cinema a bordo, eu não fui assistir, terminou às 21:00, fiquei no convés até às 21:30 apreciando a lua cheia, depois fui dormir”

Essas passagens são três páginas do diário de bordo de um Sargento-Músico da Marinha do Brasil, na 9ª Viagem de Instrução do Navio Escola Almirante Saldanha, realizada de 28 de Agosto de 1947 a 10 de Maio de 1948. Com a reprodução dessas páginas, quero homenagear todos os Marinheiros do nosso Brasil, que teve seu dia comemorado dia 13 de Dezembro.

Lê o diário de bordo desse marinheiro apaixonado pela música, pela vida, pela família e pela sua esposa, para mim é uma grande alegria recheada com muita emoção. Ele me transporta através das palavras, por um mundo de sentimentos, reconhecimentos e, acima de tudo, de honra.

Esse antigo diário de bordo representa para mim o elo que faltava em minha relação com o mar. É como se a vida estivesse reservando uma enorme e grata surpresa, quando me levou a navegar, e me mostrado um grande tesouro que até então estava guardado a sete chaves.

Várias situações vividas e relatadas nos mínimos detalhes, nas páginas amareladas pelo tempo senhor da razão, passam como um filme em minha mente e me trazem respostas a muitas perguntas que me faço quando estou sozinho em meus turnos de comando do meu bom e velho Avoante. Acho que nenhuma dessas perguntas teria uma resposta se eu não tivesse sido puxado para tão próximo do mar e seus mistérios.

A vida nos reserva muitas surpresas, mas o mar é mestre absoluto na arte de encantar e mostrar portas entreabertas para um mundo sem respostas. O mar me fez encontrar a verdade nesse mundo tão volátil, e esse antigo diário, desse grande Marinheiro-Músico da Marinha do Brasil, para mim representa o norte da grande bussola da vida.

Esse Marinheiro-Músico que sempre nos contava histórias vividas no mar, a bordo de um belo navio branco, é o meu Pai. Um grande Marinheiro, apaixonado pela Marinha do Brasil. A mesma que hoje representa a minha segurança no mar. Que Deus o tenha a seu lado, grande Marinheiro.

Nelson Mattos Filho

Velejador

Mais fotos do aniversário de Lucia

Com a ajuda fotográfica da amiga Lucia Saraiva, veleiro Borandá, mais uns bons momentos do aniversário de Lucia, que aconteceu no café da Segunda-Feira, 13/12.