Arquivo da tag: meteorologia

É chuva!!!

mapserv (1)mapserv

A tarde dessa Sexta-Feira, 20/12, está sendo de muita água sobre Salvador/BA. Chove torrencialmente sobre a capital baiana e raios, relâmpagos e trovões fazem uma verdadeira festa de arromba. A imagem do satélite não promete refresco de cacau e nem acarajé a ninguém para as próximas 24 horas. Muita chuva ainda vai cair pelo Brasil nesse final de semana e o verão começa amanhã.   

Aviso aos navegantes dos mares do Sul

erro-de-coordenadas-windguruO site gaúcho popa.com.br, faz registro ao Windguru, site meteorológico, sobre coordenadas equivocadas quando se procura saber sobre as condições de São Lourenço do Sul. Segundo o Popa, navegantes da Lagoa dos Patos/RS estão tendo problemas.

Olhe o tempo!

imagem

 

 

 

 

 

 

Para quem pretende incluir uma boa velejada no final de semana, ou mesmo marcar um bom churrasco com os amigos, é bom dar uma olhada no que diz as previsões do tempo.

Umidade baixa no Centro-Sul e chuva no litoral do Nordeste Brasileiro

Nesta sexta-feira (30/08) a massa de ar seco ainda mantém o tempo aberto em parte do país. No Recôncavo Baiano e entre o litoral de PE e de AL, haverá acumulado significativo de chuva em algumas áreas. A umidade do ar poderá ficar abaixo dos 30% em áreas do Centro-Oeste, parte do sul da Amazônia, oeste da BA, centro-sul do PI, do MA, grande parte do PR, do RS e centro-oeste de SC. Nestas áreas o risco de focos de incêndio estará elevado.

Obs: Texto referente ao dia 30/08/2013-11h44 – CPTEC/INPE

O Tempo e Câmara Cascudo

imagemBasta cair uma chuvinha mais a vontade durante o dia, noite e madrugada que o nordestino já se anima todo sonhando com um primoroso inverno. Ontem, 17/05, Natal/RN acordou e dormiu praticamente debaixo de chuva e na madrugada, São Pedro cochilou e esqueceu a torneira aberta. Foi água até umas horas! É muito gostoso dormir escutando a chuva cair lá fora. Hoje vendo as manchetes dos jornais e acompanhando os buxixos pelas redes socias deu até para sentir frio, pois já tem gente agasalhado e acendendo os fogareiros dos fondue, tudo porque a temperatura chegou aos 23 graus. A turma não brinca em serviço quando o assunto é tirar onda! Mas o mapa da previsão, segundo a foto que ilustra esse post, anuncia ainda muita chuva pelo litoral nordestino, porém os homens da meteorologia acham que esse inverninho não passa de quatro dias. Acham! Inverno batizado e com placa oficial somente a partir de 21 de junho. Na minha caminhada diária pelas notícias que fazem a grande rede mundial, em busca das coisas interessantes do cotidiano dessa vidinha mais ou menos, me deparei com uma noticia arretada na coluna do jornalista Woden Madruga, que é também criador de bode e conhecedor dos segredos do sertanejo, lá estava escrito que a Globo Editora está lançando a segunda edição do livro Tradição, Ciência do Povo, do grande e imortal Luís da Câmara Cascudo, mestre dos mestres. Cascudo fala de tudo o que o sertanejo acredita e sabe, principalmente das coisas do Tempo.  Tem uma passagem do livro que Câmara Cascudo fala assim: “O mais prestigioso, infalível e soberano anúncio de Inverno é a notícia de está chovendo no Piauí!. Piauí é o barômetro da felicidade sertaneja.”  Como bem diz Woden: Ler Cascudo é uma delícia.

Esse São Pedro!!!

imagem Continuam as chuvas por quase todo o Norte e Nordeste desse imenso Brasil velho de guerra. É muita água para aplacar a secura que tomava conta do mundo e, parece que estou vendo, daqui uns dias já vai ter nego pedindo arrego diante de tanta fartura de água. É difícil o emprego de São Pedro! Numa hora a turma pede para chover, na outra pede para parar e assim o Santo, que já é velhinho, fica sem saber que botão apertar e o bicho pega. Os satélites do Cptec/Inpe estão monitorando tudo e mostram que, por enquanto, as comportas do Céu vão continuar abertas e São Pedro tá nem ai para o mundo e ainda mais para velejador que mora a bordo. É muita chuva, mas o mapa mostra que no litoral parece que vai haver um tiquinho de nada de Sol. Tomara!   

Chove chuva….

S11147929_201205231600

Está assim o tempo no Brasil hoje, 23/05. Muitas nuvens sobre o sul, norte e nordeste. Em Natal/RN chove desde a madrugada e muita água ainda está para rolar. Chuva que o nordestino há muito tempo estava rezando para cair.

um dia de chuva (2)

Para nós que moramos a bordo, esse é um daqueles dias para ficar no aconchego da cabine escutando a chuva cair lá fora. Estou aproveitando esse refresco de São Pedro para reviver As Fantásticas Aventuras do Maitairoa, livro do velejador Roberto de Mesquita Barros (Cabinho) e Roberto Alan Funchs. Por enquanto tudo bem e muita chuva.

Coisas da natureza

O tempo parece que cansou dos dias de sol de verão e resolveu colocar água na fervura. Em Natal depois de uma madrugada de chuvas e ventos fortes o dia amanheceu prometendo mais chuva e não enganou ninguem. Para o final de semana a meteorologia diz que vai chover em quase todo Brasil. Se você vai para o mar é bom ler com atenção os sinais vindos dos céus, dar uma navegada pelos site meteorológicos  e mandar tirar o mofo da capa de chuva.

REGIÃO DO LITORAL BRASILEIRO - NORDESTE
- Sexta-feira (09/03), os ventos tenderão a perder força em alto-mar, na altura do SE até PE. Neste dia, a mar ficará agitado em alto-mar, na altura da costa do PE, PB e RN com ondas entre 2 e 2,5 metros. No entanto, a altura das ondas tenderá a diminuir rápidamente com o transcorrer do dia. Na região costeira, as condições do estado do mar tenderão a se manter.
- No sábado (10/03), ventos fracos a moderados continuarão dominando o litoral da Região Nordeste. As ondas propagarão de sudeste e nordeste com alturas de até 1 metro nas regiões próximas da costa, e de até 1,5 metros em oceano aberto.

Tudo isso eu pesquei no CPTEC-INPE e aconselho você sempre fazer o mesmo.

Vai ao mar? Olhe o tempo

A meteorologia promete chuvas fortes e temporais no litoral do Nordeste nos próximos dias, sendo assim, se você vai ao mar, a prudência determina que olhe e estude com atenção todas as previsões. O Cptec-Inpe indica situação de ALERTA.   

anima_onda_fine_pn

- Na quarta-feira (11/05), os ventos deverão ganhar força ao largo do litoral nordestino, apresentando velocidades de até 10 m/s, segundo o modelo de previsão atmosférica. Por outro lado, o mar tenderá a ficar menos agitado na faixa litorânea de SE, AL e PE. Ondas vindo do sul com alturas significativas acima de até 3 ainda poderão ser observadas em alto-mar. A navegação na região ainda deverá ficar em situação de ALERTA.
- Na quinta-feira (12/05), os ventos deverão ganhar ainda mais força, ao largo do litoral do CE e RN. A direção dos ventos será predominantemente de sudeste em toda a região. Ondas com alturas significativas de até 2,5 metros ainda poderão ser observadas em alto-mar, na altura do litoral da BA, SE, AL, PE, PB e RN.

Obs: Texto referente ao dia 10/05/2010-09h33

Vai velejar? Olhe o tempo!

Para quem vai velejar pelo Nordeste neste final de semana é bom dar uma olhadinha no tempo. Vamos ver o que diz o CPTEC/INPE

- Hoje (10/12), os ventos continúam soprando de nordeste com fraca e moderada intensidade, de até 8 m/s, nas regiões próximas do litoral nordestino. Em alto-mar, na altura do litoral da BA, SE e AL, os ventos sopram com maior intensidade, entre 8 e 12 m/s. A altura significativa das ondas é de até 2 metros em toda a região. Em alto-mar, na altura do litoral da Bahia até o litoral de Rio Grande do Norte, as ondas apresentam maiores alturas significativas, entre 2 e 2,5 metros.
- Entre o sábado (11/12) e segunda-feira (12/12), os ventos deverão soprar de leste e nordeste com velocidades de até 10 m/s e o mar deverá apresentar ondas com alturas significativas de até 2,5 metros ao largo do litoral nordestino.

HISTÓRIAS DE VELEJADOR

VIDA A BORDO 58 – 21/01/2008

HISTÓRIAS DE VELEJADOR

                                   Fazer uma medida das condições de vento, estando no mar, é uma das grandes dificuldades do velejador e também fonte de muitas histórias. O Almirante Inglês Francis Beaufort, publicou em 1806 a Escala Beaufort, que em 1874, passou a ser adotada como padrão pelo Comitê Meteorológico Internacional.

                                   A meteorologia náutica mundial utiliza a Escala Beaufort, para fazer suas medições, quando não se tem a bordo um anemômetro. Através dos rádios VHF e SSB, também se consegue uma boa informação dos ventos e na internet podemos encontrar vários sites que divulgam, com extrema segurança, a previsão do tempo e a força dos ventos.

                                   Mas, se a tecnologia falhar e não tivermos condições de acesso à comunicação via rádio, resta a Escala Beaufort com suas informações sempre precisas.

 

ESCALA BEAUFORT 

Força 0                        Calmaria          0 a 3 nós         Mar espelhado

Força 1                         Bafagem          1 a 3 nós         Algumas ondas

Força 2                         Aragem           4 a 6 nós         Pequenas ondulações

Força 3                        Vento Fraco    7 a 10 nós       Ondulações e alguns carneirinhos

Força 4                        Vento

                                        Moderado         11 a 16  nós     Pequenas ondas, carneirinhos generalizados

Força 5                        Vento fresco     17 a 21 nós     Ondas moderadas, muitos carneirinhos e Borrifos de água

Força 6                        Vento muito

                                        Fresco                  22 a 27 nós     Grandes ondas, cristas espumosas brancas e Borrifos freqüentes

Força 7                       Vento Forte        28 a 33 nós     Vagalhões pequenos com muita espuma

Força 8                        Vento muito

                                        Forte                      34 a 40 nós     Vagalhões moderados com muita espuma

Força 9                         Duro                       41 a 47 nós     Grandes ondas, visibilidade reduzida

Força 10                       Muito duro          48 a 55 nós     Grandes ondas, visibilidade afetada

Força 11                        Tempestade        53 a 63 nós     Enormes ondas, visibilidade afetada

Força 12                        Furacão                64 nós a cima  Ondas excepcionais e sem visibilidade         

                                    O povo do mar não é muito diferente do povo da terra. Dizer que caçador é um tipo criativo é nunca ter conversado com pescador, velejador, marinheiro e outras espécies náuticas.

                                    Uma aragem pode se transformar em vento muito fresco em questão de duas palavras. Basta que o ouvinte esteja muito interessado na conversa ou que o teor alcoólico esteja na força 1.

                                    Já escutei velejador enfrentando ondas de 20 metros e barcos surfarem ondas de 15 sem a menor cerimônia. Os caras não piscam nem o olho e ainda arranjam um amigo para confirmar.

                                    Tenho amigos que enfrentaram grandes furações e saíram ilesos e ainda assobiando. Outros, o barco navegou tão rápido que não deu tempo de fazer os nós para marcar. Vento de 40 nós é batata para a grande maioria. Todos tem boas lembranças, incríveis experiências e muita estória.         

                                      Como é gostoso ouvir e contar histórias debaixo da sombra do palhoção do clube, regado com cerveja gelada ou uma boa cachacinha.

                                    Tenho as minhas histórias, mas elas não passam de Força 5 e muita chuva, mesmo assim consigo uma boa platéia.

                                    Situações de heroísmos são muito freqüentes para quem tem o mar como paixão, mas a sabedoria de saber reconhecer e respeitar a força dos elementos da natureza e o que faz os verdadeiros vitoriosos. Não existe luta contra o mar, existe sim, se fazer parte do mar e obedecer a seus humores e grandeza.

                                    Histórias de heroísmos e valentia no mar ou foi pura sorte ou a leitura da Escala Beaufort não tinha tanta força assim.

                                    Sempre que vou ao mar, peço aos deuses da natureza um ventinho no máximo força 5, até agora fui muito bem atendido.

                                    Que assim seja!

Nelson Mattos Filho

Velejador